O Esporte em prol da vida e a favor da prevenção do câncer

Evento no Ceará reuniu cerca de 80 praticamentes de esportes náuticos


O mar da enseada do Mucuripe ficou repleto de remadores na manhã de domingo, dia 29 de outubro. Tinha esportista de stand up paddle, caiaque e até canoa havaiana. O motivo era nobre: uma remada em prol da vida e a favor da prevenção do Câncer.

Foto: Lima Jr.

Foto: Lima Jr.



Promovido pela Associação de Stand Up Paddle do Ceará (ASUPCE) e pela Ceará Sup Club, o evento foi um grande reforço nas campanhas nacionais do outubro rosa e do novembro azul, estampadas nas camisas dos participantes. O câncer de mama e o câncer de próstata representam os tipos de cânceres mais prevalentes no Brasil, excluindo-se os de pele não melanoma, respectivamente em mulheres e homens, por isso a grande importância de ações voltadas para  informar as pessoas sobre o tema.

Cerca de 80 praticantes de esportes náuticos vestiram literalmente a camisa e foram ao mar defender esta nobre causa, proporcionando um belo visual em meio às jangadas do Mucuripe. O trajeto da remada foi de cerca de 3km, indo até as proximidades da ponte do cais do Porto,  Iate Clube de Fortaleza e o novo Mercado dos Peixes, retornando margeando a costa do litoral para chamar a atenção de quem estava em terra.

Antes da remada propriamente dita, uma série de palestras abertas para a população em geral e remadores trouxe muita orientação sobre a prevenção do câncer, em forma de bate papo na própria praia.

Foto: Lima Jr.

Foto: Lima Jr.



A Dra. Cristiane Coutinho, mastologista da Maternidade Escola Assis Chateaubriand, abordou a importância da prevenção do câncer de mama, enaltecendo sobre a necessidade do auto-exame, realização de mamografias preventivas e visitas regulares para avaliação médica.

Dra. Evenete Marson, clínica geral e Médica do Trabalho, abordou o câncer de próstata, colo do útero e pênis, ressaltando a importância de práticas sexuais saudáveis com a devida proteção, além do auto-exame, das consultas preventivas regulares e da vacinação contra o HPV.

Já o Dr. Alexandre Nogueira, Cirurgião Bucomaxilofacial e Estomatologia, orientou os participantes sobre o câncer e boca, doença que tem forte associação com o uso crônico de cigarro e de álcool. Lembrou que o HPV, bastante falado em relação ao câncer de colo uterino, também tem relação com o câncer de boca. Também orientou sobre a grande importância do uso dos protetores solares nos lábios e pele e de camisas com proteção contra os raios ultra violeta durante práticas esportivas com exposição ao sol. Alertou os riscos de exposições contínuas, que podem ser extremamente perigosas e causar câncer de pele, incluindo lábios. Segundo ele, praticantes de esportes ao ar livre e pessoas da pele clara devem redobrar os cuidados, pois acabam por ficar mais vulneráveis, alertou o especialista.

A professora do Curso de Odontologia da UFC, Mônica Studart, abordou a relação entre as doenças periodontiais (gengivais) e o câncer de uma forma geral. Alertou sobre a necessidade da manutenção de boas condições de higiene oral para a preservação da saúde como um todo, pois é possível que as doenças periodontais possam contribuir para o aumento do risco de câncer em pacientes já suscetíveis por outras condições cancerígenas, sejam elas ambientais ou genéticas.

Os profissionais foram unânimes em enaltecer a importância deste tipo de atividade voltada para o público em geral. Já os participantes, por sua vez, sentiram-se honrados por receber tantas informações relevantes para a sua saúde, considerando que foram agraciados com um dia de esporte e saúde.

Cláudia Casas, proprietária da Ceará Sup Club, lembrou de agradecer a Prefeitura Municipal de Fortaleza pela cessão de material gráfico informativo sobre prevenção do câncer e também de preservativos masculinos e femininos.

Foto: Lima Jr.

Foto: Lima Jr.



O Presidente da ASUPCE, Alexandre Nogueira,  enalteceu que o esporte tem tudo a ver com saúde e que estudos comprovam que a prática regular de exercícios físicos traz inúmeros benefícios para a saúde, minimizando riscos de inúmeras doenças, em especial as cardiovasculares e o próprio câncer. Afirmou que a prática de sand up paddle trabalha praticamente todos os músculos do corpo humano, além de melhorar as condições cardíacas e respiratórias do praticante e ainda ajuda na saúde mental na medida em que se caracteriza por ser uma atividade extremamente relaxante e que ocorre em pleno contato com a natureza.

Segundo ele, um organismo saudável é uma excelente forma de se prevenir contra agentes agressores. Aproveitou a oportunidade para registrar a grande presença de remadores e da população em geral e fez o convite para a 4ª Etapa do Circuito Cearense de Stand Up Paddle Race e 2ª Etapa do Circuito Cearense de Caiaques e Canoas Havaianas, que ocorrerão dia 10 de dezembro e contará novamente com a parceria da Ceará Sup Club.

Comentários