Galeria e Vídeo Rio - O Mega Swell de agosto no Arpoador e no P6

Lenda da fotografia, Fedoca Lima, registra imagens iradas do Mega Swell na zona sul do Rio de Janeiro


Há muito tempo não se via nos surfistas brasileiros uma expectativa tão grande por um swell que nem esse que chegou ao Rio de Janeiro no dia 11 de agosto. A excitação se devia não só pelo tamanho e período favoráveis, mas pela direção sudeste-leste que favorece surf em locais maios raros no Rio, como na Baía de Guanabara.

Picos como a Besta que fica perto da fortaleza em frente a praia do Flamengo, Urca, os molhes de pedra perto do aeroporto Santos Dumont, entre as praias do Flamengo e Botafogo perto do monumento ao Indio, Itapuca, Ilha da Mãe, lajes diversas em Angra, Saquarema, Praia do Forte de Cabo Frio, Geribá, e outros secrets pelo nosso litoral.

É também  o swell ideal para os picos mais tradicionais e emblemáticos do surf brasileiro, Arpoador e Copacabana, Baixio e Posto 6.

Eu fui fotografar no sábado e no domingo, dias 12 e 13 de agosto, e optei pelos tradicionais que quebraram de gala, Arpex e 6. O Posto 6, o nosso Waikiki carioca, é um surf que chega a ser engraçado, meio confuso, tem de tudo, line-ups diversos, desde lá fora no Zé do Rádio até o quebra-coco, tem para todos os níveis de surf e modalidades, Long, pranchinhas, Bodyboarding, SUP Wave, até SUP Race tinha por lá. O Bono Surf Dog foi também com o Ivan surfar aquelas longas direitas.



Esse pico na era dos pranchões e madeirites, anos 60, era uma boa opção nas ressacas de leste ou quando o Arpoador estava meio fora de controle para os padrões do surf e equipamentos da época.

O Arpoador quebrou clássico 6 a 10 pés, tanto que no domingo e segunda rolou o campeonato Osklen Surfing Arpoador Clássico,  fazendo a felicidade da galera que conseguiu se inscrever.

As fotos e o vídeo do Posto 6 estão aí para vocês curtirem, tem uma galera conhecida, tem uns que eu não reconheci e não dá para botar todas. Se você estava por lá me dê um toque, pois  quem sabe tem umas ondas suas fotografadas.

Boas ondas!

Facebook: Fernando Fedoca Lima

Comentários