Medina/ASM 2017- Eduardo Motta e Caio Costa se destacam no 1º dia da 2ª etapa

A competição teve inícío em ondas tímidas, mas que foram melhorando ao longo do sábado


As disputas seguem neste domingo, a partir das 8 horas, com as baterias decisivas e transmissão ao vivo pela internet pelo link institutogm10.com.br/ao-vivo/.

Depois de um início com ondas mais “tímidas”, o mar foi melhorando no decorrer do dia, garantindo boas apresentações. A melhor foi de Eduardo Motta, na categoria sub15, com a maior nota do dia, 8,5, para somar 14,90 pontos. Com essa onda, ele vai garantindo a Coppertone Best Wave, prêmio extra para a melhor atuação do evento, valendo um kit.

Eduardo Motta. Foto: Aleko Stergiou.

Eduardo Motta. Foto: Aleko Stergiou.



Caio Costa, o Caveirinha, que atualmente faz parte do time do Instituto Gabriel Medina, veio logo atrás, também na sub15, com 8,17, marcando 14,44 pontos. Quem também surfou muito bem foi o catarinense Léo Casal, na sub13, com 14,33. Outro nome que se destacou – e representou muito bem a família - foi Sophia Medina, classificada para as finais das categorias sub13 e sub15 feminina.

Ainda entre as meninas, outro talento do IGM, Nairê Marquez, garantiu a melhor média da sub13, com 11,17. Completa a lista dos principais atletas do dia, Ryan Kainalo, que é de São Paulo e treina em Ubatuba, fazendo bonito na sub11, além de também se classificar à decisão da sub13.

O campeonato tem como principal foco as vagas para o Instituto Gabriel Medina (IGM), em 2018. As disputas, inclusive, são realizadas em frente à sede do projeto criado pelo primeiro brasileiro campeão mundial de surf, na Praia de Maresias, em São Sebastião. No total, serão três etapas e os campeões e vices de cada faixa etária serão convidados a participar da rotina de treinos do IGM.

Foto: Aleko Stergiou.

Foto: Aleko Stergiou.



Entre as candidatas que já anunciaram a vontade de mudar de vida e integrar o time IGM está Julia Duarte, do Rio de Janeiro. A surfista vencedora da etapa inicial na sub15 feminina, passou por um susto neste sábado. Na bateria foi punida com a perda de uma nota por cometer interferência, mas após analisar o vídeo, a comissão técnica do evento voltou atrás e a carioca segue com chances.

Na final deste domingo ela enfrentará Sophia Medina, competindo em casa, Luiza Marques, de Ubatuba, e a gaúcha Yasmin Dias, outro destaque do dia. Na sub13 feminina, Sophia estará no mar novamente enfrentando Naire Marquez, Sophia Gonçalves, mais uma atleta do IGM, e Giovanna Donato. Na sub13 masculina estarão em ação, Caio Costa, Ryan Kainalo, Léo Casal e o também catarinense Heitor Muller, que competiu na superação, com febre.

Sophia Medina. Eduardo Motta. Foto: Aleko Stergiou.

Sophia Medina. Eduardo Motta. Foto: Aleko Stergiou.



Já entre os caçulas, Ryan Kainalo terá como rivais dois talentos do IGM, Murillo Coura e Guilherme Fernandes, além do paranaense Anuar Chiah. Na sub15 masculina, a competição ainda está na fase 1, com os atletas se classificando para as quartas-de-final.

Fora do mar, nos intervalos das disputas, os atletas se divertiram com várias brincadeiras, como ping pong e a cama elástica, oferecida pela Wizard Idiomas. Todos os atletas ganharam camiseta da Rip Curl e toalha fornecida por Armarinhos Fernando.

O Circuito Medina/ASM 2017 é apresentado por Armarinhos Fernando e é uma realização do Instituto Gabriel Medina, com a organização da Associação de Surf de Maresias (ASM) e copatrocínio da Rip Curl. Conta com a colaboração da Pousada Tambayba, Balada Mix Maresias, Prefeitura Municipal de São Sebastião, através do Departamento de Esportes Náuticos da Secretaria de Esportes, Associação de Surf de São Sebastião e Federação Paulista de Surf.

Comentários