Vídeo e Galeria ASC - Troca de guarda no Arpex

A etapa definiu os melhores do Circuito 2017


Na última semana de novembro aproximadamente 130 atletas de nove categorias participaram da terceira e decisiva etapa do Circuito Arpoador Surf Club 2017, apresentado pela OsklenSurfing.

Arpoador. Foto: Claudio Franco.

Arpoador. Foto: Claudio Franco.



No primeiro dia, sábado dia 25/11, foi a vez da nova geração "Arpex Groms" dominar o Arpoador em um belo dia de sol com ondas pequenas e bem formadas. Os atletas das categorias Open, Grand-Master e Feminino Open ficaram em espera por ondas um pouco maiores e mais consistentes para entrarem em ação.

E a organização do ASC teve de esperar até o último dia da janela de espera (30/11), quando as previsões apontavam para a chegada de uma nova ondulação de sul atingindo o litoral carioca durante o dia.

O dia marcado amanheceu com o mar ainda bem calmo, sem sinal do novo swell. Confiando na previsão de melhora ao longo do dia, a direção de prova em conjunto com os atletas presentes decidiu dar início às competições por volta de 07:45 h, com ondas já um pouco mais divertidas e constantes em torno de ‘meio metro+’.

E se pela manhã havia dúvidas se as condições estariam dignas para um campeonato do ASC, tradicionalmente só realizado com boas ondas, estas acabaram logo na primeira bateria do dia com a performance do atleta de Niterói, Floriano Pinheiro, autor de duas notas excelentes (9,17 e 8,20) durante os quarenta minutos de bateria. E no decorrer do dia o mar foi ganhando volume como previsto, proporcionando boas performances dos melhores atletas.

Floriano Pinheiro. Foto: Barbara Becker.

Floriano Pinheiro. Foto: Barbara Becker.



Na categoria Feminino, as líderes do ranking, Julia Camargo e Ariane Mateik, tiveram de abandonar a etapa devido a contusões nas costas, abrindo espaço para Mari Taboada e Monika Takaki disputarem o título. Melhor para Mari, que venceu a etapa e o ranking com uma boa média nas suas duas melhores ondas (7,08). Em segundo e não muito distante ficou Monika Takaki (6,72), seguida por Gabriela Pulcherio (3ª), Luz Stecca (4ª), Maria Cláudia (5ª) e Manoela Bowles (6ª).

Mari Taboada. Foto: Ana Paula Vasconcelos.

Mari Taboada. Foto: Ana Paula Vasconcelos.



Nas categorias masculinas o formato de competições do ASC é por pontos corridos. Na primeira fase desta etapa as baterias tiveram 40 minutos de duração com seis atletas, sendo que três tinham prioridade sobre os outros três na primeira metade da bateria. Nos 20 minutos finais a prioridade invertia. Ao fim das onze baterias da primeira fase os seis atletas com as melhores duas ondas se classificaram para a final.

Na Grand-Master, para atletas a partir de 40 anos, a ausência do líder do ranking Nando Madalena, de Macaé (RJ), abriu caminho para dois ex-campeões, Marcelo Bôscoli (2016) e Eduardo Chalita (2012/13). Correndo por fora e torcendo por um tropeço dos líderes estavam Betinho Deng, Carlos Matias, Guilherme Penteado, Bruno Brocá, Fernando Xará e Duda Tedesco.

Marcelo Bôscoli. Foto: Claudio Franco.

Marcelo Bôscoli. Foto: Claudio Franco.



Primeiro atleta a chegar na praia para treinar, Bôscoli mostrou que não estava para brincadeiras e mostrou seu cartão de visitas logo na primeira fase, se classificando em primeiro para a final. Mesmo desclassificado na primeira fase (em 7º), apenas Eduardo Chalita ainda tinha chances de tirar o título do Bôscoli, mas, tinha de torcer para que este ficasse em último (6º) na grande final.

A final foi muito bem disputada, com Bôscoli, Fernandinho do Leme e Pedro Peixoto dominando as ações iniciais. Porém, com uma esquerda muito bem surfada de backside e julgada no conceito excelente (8,53), Betinho Deng tomou a liderança no final da bateria e venceu a etapa. Em segundo e se consagrando bicampeão do ASC (16/17) ficou o regular-foot Marcelo Bôscoli. Completaram o pódio os goofies Fernandinho do Leme (3º), Pedro Peixoto (4º), Guilherme Penteado (5º), e Bruno Brocá (6º).

Na Open, os destaques da primeira fase, com médias na casa dos 8,60 pontos, foram Floriano Pinheiro (1ª bateria), Marcelo Bispo (2ª bateria) e Fabiano Passos (9ª bateria). Também se classificaram para a final Bruno Coutinho (4ª bateria), Anderson Picachú (5ª bateria) e Bernardo Bordovsky (10ª bateria), estes últimos tendo de tirar uma diferença para os primeiros de mais de um ponto com as suas duas melhores ondas na Final.

A última bateria do campeonato e do circuito 2017 marcou um confronto de gerações do Arpoador. De um lado a velha guarda representada por Fabiano Passos, Bruno Coutinho, e Marcelo Bispo. Do outro, dois novos talentos locais formados nas categorias de base do ASC, Anderson Picachú e Bernardo Bordovsky. No fim, uma vitória para cada lado: Bispo venceu a etapa e Picachú o ranking, um sinal da saudável e inevitável troca de guarda que está começando a acontecer na categoria principal do ASC.

Anderson Picachú. Foto: Claudio Franco.

Anderson Picachú. Foto: Claudio Franco.



Os finalistas levaram para casa prêmios oferecidos pela OsklenSurfing, G-SHOCK, The Bar Surfshop e Chopp, e Art in Surf. E o fim da competição que é muito mais uma confraternização de surfistas e frequentadores do Arpex foi celebrado com Cerveja Praya, cerveja criada por surfistas cariocas, feita com ingredientes naturais e selecionados. Não poderia terminar melhor!

Assista aos melhores momentos da etapa e veja abaixo o resultado da etapa e os campeões do Circuito 2017:



Resultados

Open

1º Marcelo Bispo

2º Anderson Picachú

3º Bernardo Bordovsky

4º Bruno Coutinho

5º Floriano Pinheiro

6º Fabiano Passos

Campeão do ranking: Anderson Picachú

Grand-Master

1º Betinho Deng

2º Marcelo Bôscoli

3º Fernandinho do Leme

4º Pedro Peixoto

5º Guilherme Penteado

6º Bruno Brocá

Campeão do ranking: Marcelo Bôscoli

Feminino

1º Mari Taboada

2º Monika Takaki

3º Gabriela Pulcherio

4º Luz Stecca

5ª Maria Claudia

6ª Manoela Bowles

Campeã do ranking: Mari Taboada

O Circuito OsklenSurfing | ARPOADOR SURF CLUB 017 é uma realização da associação dos surfistas do Arpoador – Arpoador Surf Club – A.S.C. em parceria com a OsklenSurfing e apoio de:

KONI STORE

G-SHOCK

BOARDS CO | SILVERBAY

ART IN SURF

ACQUATIC

THE BAR SURFSHOP

CARVER SKATES

CERVEJA PRAYA

ARTESANAL PRODUTOS NATURAIS

JUÇAÍ ORGÂNICO

NIVANA

RASTA WAX

Apoio de mídia: RicoSurf

Apoio institucional: Instituto E, FESERJ, e Superintendência Regional da Zona Sul.

Agradecimentos: Casa2imagem, Prefeitura do Rio, 3º SGMAR, 14ª Delegacia De Polícia Civil, 23º Batalhão De Polícia Militar, e Favela Surf Clube.

O Arpoador Surf Club também agradece aos atletas e à nossa equipe de trabalho (staff) nesta etapa (organizador/diretor de prova: Guilherme Aguiar; produtor: Magno Mexicano; juízes: Paulo Dolabella, Márcio Monteiro, Ismael Miranda, Denílson Tiola, Simão Romão, e Jefferson Cardoso; spotter: Ewerton Marques; locutor: Gilberto Pereira; assistente: Renata Wirll; beach-marshall: Roberto Mé e Alexandre Rascunho; segurança de água: Jean Carlos e Ítalo Scooby; apoio terra: Bimbo, Fabiano Bicudo e Mancine Carvalho; imagens: Daniel Quintanilha, Marcelino, Claudio Franco, Ana Paula Vasconcelos e Bárbara Becker), e a toda a galera local que apoiou e prestigiou. Muito obrigado!

Saiba mais sobre o ASC em: www.arpoadorsurfclub.com

Comentários