http://ricosurf.com.br/themes/ricosurf/

FEBBRJ 2016 - Gabriel Popó brilha e vence em Itacoatiara

Autor: Administrador
Data da publicação: 01/12/2016 - 00:02h
Popó na onda 9,17 da final. Foto: Aporé de Paula.

A praia de Itacoatiara, normalmente protagonista pela potência das ondas e beleza natural, se tornou coadjuvante último sábado, isso porque passaram por lá os melhores atletas de Bodyboarding do estado do Rio de Janeiro e, não diferente do que era esperado, deram um show de radicalidade ao extremo na onda mais potente e mais propícia ao esporte que temos no país.

O mar estava épico, o visual era incrível e somando a todas estas condições que beiravam a perfeição, os melhores atletas do Rio. Radicalidade pura na água do início ao fim da competição, da categoria mais radical, a Pro Masculino, à mais inexperiente, a Sub 16. É, e os garotos encararam as pesadas ondas de Itacoatiara e surpreenderam todos com muita manobra aérea de qualidade.

O dia começou com os profissionais e a ausência do líder do Circuito Estadual animou os adversários diretos ao título com a possibilidade de assumirem a ponta. No entanto, o que serviu foi a eliminação precoce de Dionatan Barroso e Israel Eduardo e com isso, Lucio Santana segue na ponta. A etapa foi marcada pelo domínio dos atletas cariocas, os atletas do interior não foram bem e a semifinal foi inteiramente dominada pelos atletas da capital.

Gabriel Popó, local de São Conrado, estava impossível, venceu todas as baterias que disputou e chegou na final com o moral alto. Não deu outra. Popó estava super afinado com as ondas de Itacoá e logo no inicio já tinha mais de 12 pontos de somatório, como se não fosse suficiente para vitória, Gabriel queria mais e achou mais uma bela onda e desta vez, high score, 9,17, e então todos os seus adversários estavam em combinação.


Gabriel Popó. Foto: Aporé de Paula.

Gabriel Popó. Foto: Aporé de Paula.



A disputa então se voltou pelo vice-campeonato. Caio Araújo vinha bem na bateria até que Ricardo Ramos, também local de São Conrado achou uma última onda salvadora e ficou com a segunda colocação. Caio terminou em terceiro lugar com o “capitão” David Barbosa fechando o pódio e a festa.

Pódio Pro Masculino. Foto: Aporé de Paula.

Pódio Pro Masculino. Foto: Aporé de Paula.



Entre as mulheres, mais uma vez deu Maira Viana. Maira conquistou sua 4ª vitória consecutiva, na 4ª Etapa do Circuito e conquista o seu 4º título estadual entre as profissionais. Isso mesmo, Maira Viana é tetracampeã estadual profissional. A segunda colocada foi a niteroiense Maria Helena, seguida pela carioca Gabriela Gouveia e na quarta colocação fazendo um excelente test drive entre as profissionais a ainda amadora Nivea Borghi.

Pódio Pro Feminino. Foto: Aporé de Paula.

Pódio Pro Feminino. Foto: Aporé de Paula.



Entre os amadores um dos destaques, mesmo não passando da segunda fase, foi o riostrense Jerson Luiz. Sentindo-se literalmente solto nas ondas de Itacoá, Jerson protagonizou o único 10 unânime da competição. Ele conseguiu achar uma bela direita e com muita velocidade atacou o lip na hora certa, na veia, e deu um aéreo super alto e envergado arrancando a nota máxima da comissão de arbitragem.

Jerson Luiz na única onda nota 10 do evento. Foto: Aporé de Paula.

Jerson Luiz na única onda nota 10 do evento. Foto: Aporé de Paula.



Aliás, falando em riostrenses, eles realmente roubaram a cena. A final não poderia ser mais emocionante, Brenner Santos, quem também veio arrancando as melhores médias em todas as fases, estava dominando a final e já comemorava sua vitória, viu Lucas “Feijão” Oliveira conseguir uma boa nota no último segundo, arrancando a vitória de suas mãos, mas mantendo o caneco na cidade de Rio das Ostras. Brenner santos ficou em segundo. O terceiro colocado foi o carioca Pedro Henrique e na quarta posição fechando o pódio e fazendo sua primeira final no Circuito Estadual de 2016, o campista Marco Aurélio.

Pódio Open Masculino. Foto: Aporé de Paula.

Pódio Open Masculino. Foto: Aporé de Paula.



Na open feminino quem venceu e se sagrou campeã estadual por antecipação foi a capixaba Nivea Borghi. A segunda colocada foi a cabofriense Izabel Fonseca. Em terceiro e quarto lugar respectivamente ficaram Victoria Moraes e Kamila Silva, de Rio das Ostras.

Pódio Open Feminino. Foto: Aporé de Paula.

Pódio Open Feminino. Foto: Aporé de Paula.



A garotada da Sub 16 botou pra quebrar! Isso mesmo, encararam as pesadas ondas de Itacoatiara e atacaram o lip. Arrancaram muitos aplausos pela superação de alguns e pelas manobras mais que aéreas de outros. Quem venceu mais uma vez, a 4ª no ano e também garantiu o título estadual com uma etapa de antecipação foi o macaense Luan Tavares. Seguido pelos cariocas Igor Almeida, Jonathan Silva e Thiago Silva.

Pódio Sub 16. Foto: Aporé de Paula.

Pódio Sub 16. Foto: Aporé de Paula.



O Kamona Itacoatiara Bodyboarding Challenge 2016 foi uma apresentação da Kamona Surf Shop, com co-patrocínio da MBI Serviços, sandálias Kenner, Genesis Bodyboards e pés de pato The One 2, com apoio da Molusco, Exit X Bodyboards, Puro Suco, André eventos, Ylimitada comunicação visual, Nanga Sports, 2nd Closet, Pousada Fala!, Guaracamp, Julia Kastrup e Aporé fotografia.

Em breve a FEBBRJ divulgará o ranking completo de todas as categorias e uma matéria especial sobre as contas que cada atleta precisa saber para conquistar o título. Duas categorias ainda não definiram seus campeões, a Open Masculino e a Profissional Masculino, ambas serão decididas na última etapa do Circuito Estadual, que acontecerá na paradisíaca praia Brava, em Arraial do Cabo, nos dias 17 e 18 de dezembro.

Por Malik Lazaro





  • Notícias relacionadas

  •  

Outras notícias de BodyBoarding







Carregando dados...

mail

Cadastre seu email e receba conteúdos exclusivos, promoções e novidades do portal .com



© 2017. Todos os direitos reservados
  • Acompanhe o Ricosurf