http://ricosurf.com.br/themes/ricosurf/

Canal Furnas - Caio Afeto releva qual é seu maior desafio

Autor: Administrador
Data da publicação: 12/08/2016 - 00:03h
Caio Afeto. Foto: Divulgação.

O atleta de Furnas Caio Afeto, 29 anos, é conhecido na mídia por praticar esportes radicais. Assim como muitos surfistas vivem a vida a procura de ondas gigantes, Caio vive a vida atrás de adrenalina sempre procurando por projetos novos que possam desafia-lo.

Sua vida no mundo do esporte começou através do remo em um clube na sua cidade natal em Vitória, no Espírito Santo. O atleta praticou o esporte durante 4 anos até que uma lesão o impediu de continuar. Até que Caio recebeu o convite de um amigo para ir escalar e a partir deste momento ele decidiu se dedicar por completo aos esportes radicais.

“Tive que abandonar o remo por causa de uma lesão por movimentos repetitivos e acabei focando nos estudos, neste meio tempo iniciei minha graduação em engenharia de petróleo e também a convite de um amigo comecei a escalar. Daí em diante foi paixão desde a primeira experiência, me formei em 2012 e deixei a engenharia de lado para me dedicar por completo em busca de meus sonhos nestes esportes. Desde então venho me empenhando neste sentido.”

Caio Afeto fazendo highline em Rocklands, na África do Sul. Foto: Divulgação

Caio Afeto fazendo highline em Rocklands, na África do Sul. Foto: Divulgação



A paixão pelos esportes radicais e pela adrenalina foi crescendo cada vez mais. Logo em seguida o atleta começou a praticar slackline e o highline. O highline é uma das mais desafiadoras modalidades de slack que consiste em atravessar uma fita presa a mais de 10 metros de altura do chão.

“O slackline entrou na minha vida como uma brincadeira para testar o meu equilíbrio, porém foi algo que me motivou a ir além, em busca de novos desafios e quando realizei a minha primeira travessia nas alturas que é a modalidade chamada de highline pude realmente sentir o amor por este esporte incrível, pois senti naquele momento uma das melhores sensações que poderia viver na vida. Foi esse esporte que me trouxe para um ambiente ao ar livre e abriu a minha cabeça para outras possibilidades como o B.A.S.E Jump outro esporte radical que pratico.”

Caio Afeto atravessando o Pão de Açucar. Foto: Rodrigo Almeida

Caio Afeto atravessando o Pão de Açucar. Foto: Rodrigo Almeida



Atualmente, Caio pratica slackline, highline, escalada em rocha e B.A.S.E Jump (salto ao ar livre que exige o uso de paraquedas). Porém, não há competições específicas para essas modalidades de esportes. Sendo assim, o atleta viaja o mundo a procura de novos desafios e projetos.

“Realizei a travessia de um bondinho para o outro no Pão de Açúcar e depois saltei de paraquedas e tenho o recorde de highline atravessado mais alto no Brasil que foi no Pico das Agulhas Negras no Parque Nacional do Itatiaia na divisa entre MG/RJ com 2.750m de altitude. Mesmo não existindo uma competição bem definida, em 2012, eu tive a oportunidade de desenvolver um projeto com o programa Esporte Espetacular da TV Globo envolvendo uma disputa no highline. Desde então foram 4 edições do programa. Ganhei em 2012, em 2013 fiquei na segunda colocação e em terceiro em 2014 e 2015.”

Caio Afeto fazendo B.A.S.E Jump. Foto: Divulgação

Caio Afeto fazendo B.A.S.E Jump. Foto: Divulgação



Sua rotina de treinos acaba sendo bem diversificada para que o atleta consiga se dedicar a cada esporte que pratica. Aos finais de semana Caio está sempre viajando para lugares que proporcionem a pratica desses esportes. Durante a semana ele reveza seus treinos entre o slackline em grandes distâncias e perto do chão, corridas regulares e saltos de paraquedas  para manter seu reflexo no B.A.S.E Jump bem rápido.

Para ele, o patrocínio de Furnas contribuiu muito para a realização do seu sonho de estar completamente dedicado ao esporte. Agora, seu maior desejo é estar unindo a escalada em rocha, o highline e o salto de B.A.S.E Jump em uma única aventura.

“Eu ainda estou em busca deste grande desafio e é isso que me motiva a continuar treinando e sonhando por projetos inovadores. Unir todas as minhas habilidades para realizar algo único talvez este seja o meu maior desafio.”

Redação / Por Anna Marsillac





  • Notícias relacionadas

  •  

Outras notícias de Canal Furnas







Carregando dados...

mail

Cadastre seu email e receba conteúdos exclusivos, promoções e novidades do portal .com



© 2017. Todos os direitos reservados
  • Acompanhe o Ricosurf