Daniel Templar, o garoto prodígio de Saquarema

Ele tem 14 anos e é apontado por muitos como um futuro representante brasileiro no Circuito Mundial.


Local de Saquarema, Daniel Templar tem conquistado vários títulos e só em 2016 foi campeão em dois Circuitos, competiu na Califórnia e entrou para a gigante do surf Quiksilver.

Daniel Templar vai pra sua terceira temporada havaina. Foto: Nilton Gibao.

Nossa equipe entrou em contato com o atleta pra saber mais sobre ele, seus resultados, foco para 2017, Hawaii, treinos, sonhos e muitos mais.

Confira:

Carlos Matias - Como está sendo 2016 para você?
Daniel Templar - Está sendo inesquecível, a entrada para a Quiksilver, ter competido em Trestles o mundial TCT, campeão na ASN (Associação de Surf de Niterói) em três categorias (Sub 14, Sub 16 e Sub 18) onde eu ganhei uma passagem para a Indonésia e ter me tornado hexacampeão estadual do Rio, ganhando este ano a Mirim (Sub 16) e a Iniciante (Sub 14), essa última categoria com duas vitórias nas duas etapas que participei.


Daniel Templar. Foto: Nilton Gibao.

Qual o foco para 2017?
Competir no Pro Junior da WSL e nos principais campeonatos amadores pelo Brasil e quem sabe pelo mundo.

O que está esperando dessa temporada havaiana?
Vai ser a minha terceira temporada. Vou com vários amigos e sozinho (sem meus pais). Espero pegar muita onda boa e que venha o swell! Rsrsrs

Em quem você se espelha no surf?
Raoni, Filipe e Kelly.

 
Daniel Templar. Foto: Guilherme Milward.

Como estão os treinos com o Raoni Monteiro?
Treinar com o Raoni é muito bom, é muita técnica e experiência que ele passa pra mim, além de surfar praticamente todos os dias com ele. 

Qual lugar você não conhece e tem vontade de surfar?
Bells Beach (Austrália) é o meu maior sonho. 

Como vai estar o Daniel Templar daqui a cinco anos?
Difícil essa pergunta, mas o meu foco é chegar no CT o quanto antes. Sei que é muito difícil, mas vou trabalhar duro para isso. 

Deixe um recado pra galera que curte seu surf e que torce por você.
Galera do RicoSurf, continuem torcendo por mim, isso me motiva muito a continuar focado em um dia representar o Brasil na elite do surfe mundial. Aloha!

Comentários