Entrevista - Matheus Mikimba: talento no DNA

Mikimba tem um estilo bonito e seu surfe é inspirado nas manobras do skate


Matheus Brivio, 20 anos, ou "Mikimba" como é conhecido no surf, herdou o apelido e o talento do seu pai, o lendário Betinho Mikimba, ou Betinho Bombeiro, guarda vidas das antigas no Recreio dos Bandeirantes, big rider, que surfava com um estilo bem parecido com o ex top do CT, Luke Egan: joelhos juntos e linha.

Matheus Mikimba. Foto: arquivo pessoal.

Matheus Mikimba. Foto: arquivo pessoal.



Mikimba tem um estilo bonito, porém seu surfe é inspirado nas manobras do skate, esporte que também domina com aéreos e variações. Matheus segue o sonho de competir no Circuito Mundial, em uma época de raras competições no Brasil. Com talento e disposição, vem batalhando pelo seu lugar no surf. Abaixo uma entrevista com o jovem carioca.

Gerson Filho - Qual a sua idade e há quanto tempo surfa?

Matheus Mikimba - Tenho 20 anos e surfo desde os 5 anos.

Como começou a surfar?

O surf apareceu na minha vida por conta dos meus parentes que praticavam o esporte. O meu pai era um grande surfista e o meu irmão mais velho seguia o caminho dele, eles me influenciaram, infelizmente ambos pararam de surfar, mas eu dei continuidade. Meu irmão sempre me levava à praia e me empurrava nas ondas, fui me apaixonando gradativamente, até hoje pratico e estou evoluindo mais a cada dia! O que me facilitou muito foi o skate, na época eu era craque, e inclusive era melhor do que no surf.

Matheus Mikimba. Foto: arquivo pessoal.

Matheus Mikimba. Foto: arquivo pessoal.



Qual seu objetivo no surf?

Ser um surfista profissional. Conseguir competir campeonatos mundiais (QS) e, com isso, chegar ao meu grande sonho que é competir na elite mundial, o CT. O surf é minha paixão, quero viver disso, fazer o que eu amo.

Como está sua situação em termos de patrocínio?

Estou sem patrocínio, mas tenho apoiadores. A marca Oss Company me ajuda com roupas, tenho uma pessoa que me ajuda nos gastos de eventos amadores e tenho uma parceria com o Fred Baltazar quem faz minhas pranchas.

Como você definiria seu surf: o que está ok e o que precisa melhorar?

Meu surf está bom, tenho evoluído nas rasgadas e manobras power, entretanto tenho que modificar alguns grab em manobras aéreas que é o meu forte.

Matheus Mikimba. Foto: Alan Coutinho.

Matheus Mikimba. Foto: Alan Coutinho.



Quais são seus principais resultados?

Vice campeão estadual 2015. Campeão Circuito ASN 2013. Campeão Circuito Angrense 2013. Campeão expression session Circuito Angrense 2013.

Quais são seus principais locais de treino?

Meus principais locais de treino é no canto do Recreio que é o meu quintal e a Prainha onde o pico é constante.

Qual seu tipo de onda preferido?

Meus tipos de ondas preferidos são as tubulares e cavadas, para que eu possa fazer manobras progressivas e inovadoras.

Qual o seu quiver atual?

5'5 swallow, 5'6 round squash, 5'6 round, 5'8 round squash, 5'10 round.

Matheus Mikimba. Foto: arquivo pessoal.

Matheus Mikimba. Foto: arquivo pessoal.



Você já fez alguma surf trip? Se sim, para onde?

Já fiz surf trip. Fui duas vezes para o sul do Peru para treino, fui a Fortaleza competir o campeonato Pro-Junior e algumas viagens no Rio de Janeiro para competir.

Faz algum tipo de treinamento fora do surf?

Sim. Faço funcional, procuro sempre deixar meu corpo em atividade, pratico muito esporte, como: skate, futvolei, futebol, entre outros.

O que você diria para um empresário que pensa em te patrocinar?

Meu sonho é o surf, tenho muita vontade de dar continuidade e realizar meu sonho, mas para que eu consiga caminhar, eu preciso de oportunidade e ajuda. Almejo isso desde criança quando entrei para o esporte, seria ótimo e gratificante ter a chance de expor o meu talento, mostrar minha evolução. Todos que me conhecem, sabem o meu potencial e acreditam naquilo que eu faço. Sou uma boa inspiração para alguns e sou grato por isso.

Comentários