Neutrox Weekend é desafio do QS feminino no Rio de Janeiro

A segunda das três etapas da nova "perna sul-americana" feminina da WSL South America vai estrear nos dias 20 a 22 de outubro com status QS 1500 na Barra da Tijuca


A nova “perna sul-americana” feminina da WSL South America foi inaugurada com chave de ouro no Chile no último fim de semana e o próximo desafio é no Brasil. O Rio de Janeiro volta a sediar uma etapa do WSL Qualifying Series, com a estreia do Neutrox Weekend nos dias 20 a 22 de outubro na Barra da Tijuca. Será mais um evento com status QS 1500 valendo 1.500 pontos para o ranking mundial do QS e mais 1.000 pontos para o da WSL South America.

Silvana Lima (CE). Foto: WSL / Andrew Nichols.

Silvana Lima (CE). Foto: WSL / Andrew Nichols.



Depois do Brasil, o QS 1000 Reef & Paris Women´s Pro, fecha a disputa pelo título sul-americano nos dias 28 e 29 em San Bartolo, no Peru, completando um inédito número de cinco etapas do QS feminino na América do Sul. Esse ano, já teve uma na Argentina, uma no Peru e a do Chile, encerrada no domingo com vitória da costa-ricense Leilani McGonagle em Pichilemu.

“Estamos muito satisfeitos pela realização do Neutrox Weekend, pois há muitos anos não havia uma etapa do QS feminino no Rio de Janeiro (desde 2009), apenas a etapa brasileira do CT”, disse Xandi Fontes, diretor geral da WSL South America. “É inadmissível que o Brasil, com o potencial que tem de atletas, eventos e fãs no surfe masculino, não tenha isso também no feminino. Uma das diretrizes da World Surf League é para que os escritórios regionais fomentem a realização de mais eventos para as meninas, desde a base com a categoria Pro Junior. Precisamos de mais etapas com status QS 1000, QS 1500, QS 3000, para que novas surfistas conquistem pontos para participar dos eventos mais importantes, os QS 6000 e QS 10000, que decidem as vagas para o CT”.

O dirigente aponta como exemplo, o trabalho que vem sendo feito há alguns anos em países vizinhos. “Não precisamos ir muito longe para ver como toda essa engrenagem funciona. No Peru e no Chile, a categoria está bem mais fortalecida que no Brasil, justamente porque há vários anos sempre tem etapas do QS nesses países. Por exemplo, na etapa do Chile no último fim de semana, tinham dezoito chilenas competindo e apenas quatro brasileiras. Então, temos que continuar trabalhando para que mais etapas femininas aconteçam no Brasil. Parabéns a Neutrox pela iniciativa de fazer um evento, além de patrocinar atletas de ponta como a Silvana Lima, a Chloé Calmon no Longboard e a Nicole Pacelli no SUP Wave”.

Chloe Calmon. Foto: WSL / Poullenot.

Chloe Calmon. Foto: WSL / Poullenot.



A grande atração do QS 1500 Neutrox Weekend será Silvana Lima, que lidera o ranking do WSL Qualifying Series. No mês passado, a cearense que mora no Rio de Janeiro, conquistou uma vitória espetacular na etapa norte-americana do World Surf League Championship Tour em Trestles, na Califórnia, Estados Unidos. Depois disso, conseguiu outros dois bons resultados na “perna europeia” do CT, em Portugal e na França. Agora, retorna ao Brasil para participar do evento promovido por uma das empresas que a patrocina, a Neutrox.

As inscrições para o QS 1500 Neutrox Weekend seguem abertas pelo sistema online da World Surf League no www.wslsouthamerica.com e a lista já ultrapassa trinta surfistas confirmadas de sete países. A maioria é do Brasil, dezoito no total, incluindo jovens promessas como a atual campeã sul-americana Pro Junior, Tainá Hinckel (SC), Yanca Costa (CE), Carol Bonelli (SP), Karol Ribeiro (RJ), e surfistas mais experientes como Jacqueline Silva (SC), campeã mundial do QS que por muitos anos defendeu o país no CT, a atual campeã sul-americana profissional, Nathalie Martins (PR), e a recém-coroada campeã brasileira, Luana Coutinho (SP).

Tainá Hinckel. Foto: WSL / Kelly Cestari.

Tainá Hinckel. Foto: WSL / Kelly Cestari.



Entre as estrangeiras, estão as duas principais concorrentes ao título sul-americano da WSL South America esse ano, a peruana Anali Gomez que lidera o ranking e a equatoriana Dominic Barona, vice-líder e 15.a colocada no WSL Qualifying Series. Entre as quatro argentinas inscritas, está Josefina Ané, que no último fim de semana foi semifinalista da etapa que abriu a “perna sul-americana” no Chile, o QS 1500 Maui and Sons Pichilemu Women´s Pro. Destaque também para uma medalhista de ouro nas últimas Olimpíadas do Rio de Janeiro, Kaleigh Gilchrist, competindo no polo aquático pela equipe norte-americana.

Outras atrações

Além da etapa do QS 1500 válida pelo ranking do WSL Qualifying Series e como penúltimo desafio da disputa pelo título sul-americano da WSL South America, o Neutrox Weekend terá outras competições acontecendo na arena do evento no Posto 03 da Barra da Tijuca. Duas delas irão decidir as campeãs brasileiras da temporada 2017 na categoria Pro Junior Sub-20 e na modalidade Longboard. A atual líder do ranking mundial de longboard da World Surf League, Chloe Calmon, atleta da Neutrox, é o grande destaque entre as que vão competir nos pranchões.

Também está na programação um evento especial da categoria Sub-16 para as jovens surfistas disputarem nas ondas da Barra da Tijuca e, ainda, a modalidade SUP Wave, com presença da atual campeã mundial Nicole Pacelli, mais uma estrela patrocinada pela Neutrox. Para o público que comparecer na praia para assistir o Neutrox Weekend, serão promovidas várias atividades, como aulas de Yoga, campeonato de “Altinha”, clínica de surfe com a tetracampeã brasileira Andrea Lopes, além de hidratação capilar no Quiosque Neutrox.

Sobre Neutrox

Neutrox trouxe esse ano para as consumidoras novas embalagens, lançamentos e novo posicionamento com o lema “Hidratação Poderosa”. Para ilustrar esse momento e assumir o seu incentivo à valorização da participação da mulher no esporte, Neutrox anunciou como embaixadoras as surfistas profissionais Nicole Pacelli, campeã mundial de Stand Up Paddle, Chloe Calmon, atual longboarder número 1 do mundo e Silvana Lima, consagrada oito vezes como a melhor surfista brasileira do ano.

O Neutrox Weekend será transmitido ao vivo pelo www.worldsurfleague.com.

TOP-10 DO RANKING SUL-AMERICANO DA WSL SOUTH AMERICA – 3 etapas:

1.a: Anali Gomez (PER) – 1.980 pontos

2.a: Dominic Barona (EQU) – 1.825

3.a: Melanie Giunta (PER) – 1.445

4.a: Lucia Cosoleto (ARG) – 1.040

5.a: Daniela Rosas (PER) – 980

6.a: Josefina Ané (ARG) – 860

7.a: Karol Ribeiro (BRA) – 840

7.a: Tainá Hinckel (BRA) – 840

9.a: Maju Freitas (BRA) – 733

10.a: Lorena Fica (CHL) - 695

-------Acesse o ranking completo no link abaixo:

http://www.worldsurfleague.com/athletes/tour/wqs?regionId=8&year=2017

G-6 DO WSL QUALIFYING SERIES – após a 35.a etapa no Chile:

01: Silvana Lima (BRA) – 15.300 pontos

02: Tatiana Weston-Webb (HAV) – 14.150

03: Caroline Marks (EUA) – 13.430

04: Keely Andrew (AUS) – 13.050 e top-10 do CT

05: Bronte Macaulay (AUS) – 12.950

06: Sage Erickson (EUA) – 12.650 e top-10 do CT

07: Coco Ho (HAV) – 11.700

08: Johanne Defay (FRA) – 11.200 e top-10 do CT

09: Paige Hareb (NZL) – 10.510

----------sul-americanas até 100:

15: Dominic Barona (EQU) – 8.050 pontos

43: Anali Gomez (PER) – 3.700

49: Josefina Ane (ARG) – 3.595

50: Melanie Giunta (PER) – 3.550

81: Lucia Cosoleto (ARG) – 2.365

101: Lorena Fica (CHL) – 1.880

Comentários