Meio Ambiente: Itamambuca pode se tornar Reserva de Surfe

MEIO AMBIENTE


 



O visual de Itamambuca -  Foto: Filipe Burjato/@fburjato

Recentemente a icônica Guarda do Embaú, Santa Catarina, recebeu o título de "Reserva Mundial de Surfe". Durante o encontro estiveram presentes representantes da sociedade civil de Ubatuba para iniciar o projeto que tem como objetivo fazer de Itamambuca também uma reserva. Adnil "Dado" Villas Boas, 50, e Felipe Ormundo, 31, ambos surfistas, empresários e moradores de Ubatuba, além do estudante e também surfista Guilherme Villas Boas, 19, representaram o município na ocasião em que foram entregues as honras inerentes ao novo título da Guarda.

Para Felipe uma das principais razões de pleitear e iniciar o projeto para tornar Itamambuca uma Reserva de Surfe está na proposta de sustentabilidade. "Social, ambiental e econômico, com esses três pilares o título de reserva pode trazer desenvolvimento à Itamambuca de forma sustentável", diz.

De acordo com Dado, a vantagem inicial também está na mobilização de diversas frentes de atuação. "O principal objetivo nesta fase inicial é a união de várias pessoas e entidades, que têm como objetivo o desenvolvimento da região", explica.



A Guarda é uma reserva do Surf

O caso da Guarda

Por mais de três anos a Guarda do Embaú, representada por grupos que incluem desde a iniciativa privada até setores do poder público, batalhava para se tornar uma Reserva Mundial de Surfe; título finalmente entregue este ano pela Ong "Save The Waves Coalition", criadora do projeto, que se baseia em modelos estabelecidos pelo Programa de Patrimônio Mundial da UNESCO e pela Reserva Nacional da Austrália. A onda da Guarda é considerada por muitos como uma das melhores do Brasil, além disso a praia está situada nas adjacências do Parque Estadual da Serra do Tabuleiro, maior unidade de conservação de Santa Catarina e possui o Rio da Madre, que confere ao local beleza ímpar.

Assim como no caso da Guarda, Itamambuca possui características semelhantes, já que também está muito próxima ao Parque Estadual da Serra do Mar e possui o rio Itamambuca, que deságua no canto direito da praia.

Programa Nacional de Reservas de Surfe

Inspirado no programa Mundial, o Brasil já deu início ao próprio projeto que dará a determinados locais o título Nacional de Reserva. Para os representantes de Ubatuba que estiveram na Guarda do Embaú, é muito possível que Itamambuca inicie o processo para o título nacional.

"Vamos trabalhar para que Itamambuca conquiste ambos selos, nacional e mundial. Porém, acreditamos que seja mais viável inicialmente a proposta brasileira", explica Felipe.

O Programa Brasileiro de Reservas de Surf (PBRS) é uma iniciativa dos institutos Aprender e Ecosurf e apoio do Instituto Linha D'água e Fundação SOS Mata Atlântica. De acordo com João Malavolta, diretor do Ecosurf, o projeto iniciado no Brasil tem o apoio das principais instituições internacionais ligadas ao assunto.

"Nosso programa é brasileiro, mas ocorre em parceria com o Save the Waves, que é o órgão que proclama as reservas mundiais de surfe. Portanto, nós seremos baseados no modelo que já existe na Austrália (Reservas Nacionais de Surfe da Austrália)." Explica.

Você deseja fazer parte ou quer saber mais sobre o projeto? Então, entre em contato através do email ondavivaitamambuca@gmail.com

Comentários