http://ricosurf.com.br/themes/ricosurf/

Praia do Peró na fase piloto da "Bandeira Azul"

Autor: Administrador
Data da publicação: 06/08/2016 - 00:03h
A placa da Praia do Peró foi instalada no final da Avenida dos Pescadores, em frente ao Hotel Âncora. Foto: divulgação.

Caso o candidato conclua as adequações em um prazo menor, este pode receber a certificação em menos de dois anos.
 
Com sete quilômetros de extensão e com um dos mais ricos ecossistemas do litoral fluminense, a Praia do Peró, em Cabo Frio, poderá hastear a Bandeira Azul daqui a dois anos. Após criteriosa análise técnica, foi instalada nesta segunda-feira a placa que marca o início da fase piloto do programa Bandeira Azul no trecho urbano de um quilômetro da praia, entre o Parque Estadual da Costa do Sol e as dunas da Área de Proteção Ambiental do Pau-Brasil.

Uma iniciativa da Fundação para Educação Ambiental, o programa Bandeira Azul começou em 1987 na Europa e chegou ao Brasil em 2004. O objetivo é proteger o ambiente marinho e costeiro, além de incentivar ações que conduzam à resolução dos eventuais conflitos existentes. No Brasil, o Bandeira Azul é operado pelo Instituto Ambiente em Rede, com sede em Florianópolis.

A placa da Praia do Peró foi instalada no final da Avenida dos Pescadores, em frente ao Hotel Âncora. O programa chegou ao balneário depois de um encontro de representantes do Movimento Amigos do Peró com a coordenadora do Bandeira Azjul, Leana Bernardi. Logo a seguir, a reivindicação foi levada ao secretário municipal do Meio Ambiente, Jailton Nogueira Júnior, que encaminhou o pedido da candidatura. A instalação da placa foi acompanhada por vários jornalistas brasileiros e um americano, convidados pelo Ministério dó Turismo.

“Teremos em Cabo Frio uma praia sustentável graças à união da sociedade e empresários com o poder público. O Peró atende aos pré-requisitos do programa Bandeira Azul porque é uma praia ao mesmo tempo urbana e selvagem”, disse o secretário do Meio Ambiente.

O programa exige a participação dos municípios de envolvimento de instituições locais que representam os vários segmentos da Sociedade Civil (moradores, iniciativa privada, empreendedores e grupos atuantes na praia beneficiada). Todos podem efetivamente colaborar na efetivação do programa.

“Obter a Bandeira Azul é uma grande responsabilidade que deve ser traduzida em mudança de comportamento e gestão responsável: hastear a bandeira é apenas o início desde processo de mudança”, explicou Leana Bernardi.

A superintendente de Turismo de Cabo Frio, Luane Ferreira, destacou a importância da Bandeira Azul para o município, lembrando que a experiência poderá levar a cidade a certificar outras praias no futuro:

“A certificação abre as portas do turismo internacional para o Peró. O turista de qualidade vem em busca de praias com Bandeira Azul porque sabe que ali vai encontrar qualidade. Para isso é preciso esforço e mudança de comportamento, que já está acontecendo no Peró”, disse a superintendente.

Foto: divulgação.

Foto: divulgação.


 
Fase piloto
 
A fase piloto é a etapa inicial do programa, na qual a praia tem prazo de até dois anos para realizar as adequações recomendadas para o cumprimento dos critérios e, então, solicitar a certificação. Caso o candidato conclua as adequações em um prazo menor, este pode receber a certificação em menos de dois anos.

Todas as praias devem passar primeiro pela fase piloto para pleitear a bandeira azul. É importante ingressar na fase piloto quando os candidatos passam a contar com o auxílio da coordenação do programa na interpretação dos critérios e passam a ter o direito de divulgar sua condição de participantes do programa.

Os participantes desta fase não podem hastear a bandeira azul, porém são autorizados a instalar uma placa explicativa do programa, além de divulgar em todas as mídias seu ingresso na fase piloto do programa.

Também participaram da cerimônia representantes dos Amigos do Peró (Ondas do Peró); o presidente da Associação dos Hotéis de Cabo Frio, Carlos Cunha; a presidente do Conselho Comunitário de Segurança, Patrícia Cardinot; o vereador Aquiles Lisboa; empresário Roberto Saci, entre outros.
 
Por Paulo Roberto Araújo





  • Notícias relacionadas

  •  

Outras notícias de Meio Ambiente







Carregando dados...

mail

Cadastre seu email e receba conteúdos exclusivos, promoções e novidades do portal .com



© 2017. Todos os direitos reservados
  • Acompanhe o Ricosurf