Surf Trip - Maldivas com Pedro Muller

Surfista lança experiência nas Ilhas Maldivas em parceria com a agência Trip4UExperience


O campeão brasileiro de 1989 que foi comentarista da WSL (World Surf League) até fo fim do ano passado, Pedro Muller, promove  uma surf trip às paradisíacas Ilhas Maldivas. Serão dez dias a bordo de um barco preparado para esse tipo de experiência. O embarque será no dia 18 de junho, e a iniciativa é uma parceria entre a agência Trip4UExperience e o centro de treinamento de Pedro, que acredita uma surf trip desse calibre faz a diferença na evolução do surfista.

Pedro Muller (preto) foi comentarista das etapas da WSL durante anos. Foto: divulgação.

Pedro Muller (preto) foi comentarista das etapas da WSL durante anos. Foto: divulgação.



“Essa será uma ótima oportunidade de tentar manobras novas, onda após onda, em ondas longas, com várias sessões. Essa é uma condição que todos vão  para melhorar sua performance”, analisa.

A barca será composta por 14 sortudos que dividirão o iate "Emperor Leo", que conta com toda a infra estrutura: ar condicionado, internet, ofurô, confortáveis cabines, entre outros equipamentos. Confira uma breve entrevista com Pedro falando sobre as vantagens de se fazer uma surf trip com apoio profissional.

Gerson Filho - Na sua opinião, qual a diferença de se viajar com um direcionamento profissional e embarcar sem esse suporte?

Pedro Muller - Viajar para Maldivas é um sonho para qualquer surfista, ondas perfeitas, água quente e um lugar paradisíaco. Por conta da distância e do custo é um destino difícil de se ir com frequência, por isso cada minuto lá deve ser muito bem aproveitado, em todos os sentidos, principalmente para quem busca evoluir.

Com alguém ajudando no posicionamento e dando dicas esse processo pode ser mais eficaz. A oportunidade de tentar manobras novas, onda após onda, em ondas longas, com várias seções  e o que todos para precisam para melhorar sua performance. Além da ajuda dentro d’água, poder ver fotos e filmagens no final do dia faz com que esse processo fique completo.

A trip vai rolar em junho, uma das melhores épocas para o surf nas Maldivas. Foto: divulgação.

A trip vai rolar em junho, uma das melhores épocas para o surf nas Maldivas. Foto: divulgação.



Quais são as condições ideais para você?

Para a grande maioria vai ser a primeira vez que eles irão surfar ondas perfeitas em bancadas de coral. Saber como cair, como e onde entrar nas ondas, qual a melhor manobra para cada seção da onda e como controlar a ansiedade para esperar pela sua vez de surfar serão o foco da trip, mas sem deixar de se divertir muito.

Para que nível de surf é indicada a viagem?

Como são ondas que quebram em bancadas perfeitas, com canal para retornar para o outside, qualquer tamanho entre 3 e 6 pés será muito bom. Sem esquecer que dependendo do pico, algumas bancadas são mais rasas e aí o cuidado tem que ser maior.

Qual o quiver mais indicado para esse tipo de trip?

Três pranchas: maroleira, intermediária e uma maior. Talvez para iniciantes um quiver com mais flutuação seja importante, pois as ondas são longas e o retorno pode ser cansativo. No meu caso vou levar uma 5’9”, uma 5’11” e uma 6’ todas do Joca Secco, com 26 / 27 litros. Meu peso é 66kg e tenho 1.76cm.

Pedro Muller. Foto: divulgação.

Pedro Muller. Foto: divulgação.



O que você diria para quem está pensando em embarcar nessa trip?

Essa é uma surf trip que vai agradar desde o iniciante até o profissional, ondas perfeitas para a esquerda e para a direita variando de 3 a 8 pés, umas mais manobráveis, outras mais tubulares e será a oportunidade de levar seu surf para um nível mais alto. A trip acontece em junho, que é uma das melhores épocas nas Maldivas.

Mais informações sobre a trip: ricardo.paes@trip4u.com.br.

Comentários