Blog do Rico - A evolução dos esportes é diretamente proporcional à evolução tecnológica

Fico muito curioso em saber qual será o próximo passo das piscinas


Aloha galera,

Bermuda, cordinha, parafina e prancha. Aparentemente os surfistas necessitam de muito pouco para exercerem a nobre arte de surfar. Os outros fatores, pelo menos na teoria, dependem da natureza.

Acontece que hoje em dia, uma bermuda não é só mais uma simples bermuda. É um equipamento de alta performance, desenvolvido para melhor atender o surfista dentro d'água, sendo mais leve e com materiais que proporcionam  maior conforto e performance possíveis.

Uma bermuda não é só mais uma simples bermuda. Foto: divulgação.

Uma bermuda não é só mais uma simples bermuda. Foto: divulgação.



É um fato que a evolução dos esportes é diretamente proporcional à evolução tecnológica. É só pararmos para lembrar da evolução das pranchas que foram mudando ao longo do tempo, com o aumento do número de quilhas até chegar ao modelo popular das three fins. Novos materiais para a fabricação começaram a surgir e as pranchas foram ficando cada vez mais leves e flexíveis. Pranchas para cada tipo de onda.

Falar sobre pranchas merece um capítulo a parte, pois além do que foi citado acima, há também a evolução do modo de fazer, que antes era exclusivamente feita com as mãos. A partir da década de 90, o brasileiro Luciano Leão desenvolveu a primeiro sistema computadorizado de fabricação do mundo e foi o responsável por uma das maiores inovações do surf dos últimos tempos. Seu sistema passou a ser universal e ainda hoje é o principal modo de shapear prancha, mas depois damos o toque final manualmente, pra não perder a arte de shapear.

Máquina de shape. Precision Shaper System.

Máquina de shape. Precision Shaper System.



Com os aprimoramentos dos equipamentos tecnológicos a fabricação mudou. Não somente as formas e designs das pranchas, mas também alterou bastante o mercado. Agora, é possível replicar exatamente as mesmas medidas. O tempo de produção diminuiu bastante, ganho-se produtividade e melhorou a qualidade.

Mas a mudança tecnológica que mais vem dando o que falar nos últimos anos é o advento das piscinas de ondas, em especial a piscina do Kelly Slater, em Leemore, Califórnia, onde aconteceu a 8ª etapa do circuito mundial de surfe. De um ano para cá, as KS Wave foram bastante aprimoradas e a onda melhora a cada dia. Ondas de até 5 pés, com sessões de tubos, manobras de borda e aéreos. Uma verdadeira evolução. Na batida da piscina do Kelly 11x campeão mundial, outras começarao a surgir, como a nova piscina em Waco, no Texas, que é uma onda voltada para o surf progressivo, com uma sessão de aéreo pra ninguém botar defeito.

Surf Ranch, a piscina de ondas perfeitas de Kelly Slater. Foto: WSL / Cestari.

Surf Ranch, a piscina de ondas perfeitas de Kelly Slater. Foto: WSL / Cestari.



O futuro já começou. Fico muito curioso em saber qual será o próximo passo das piscinas. Acredito que o que todos querem agora, já que descobrimos que a perfeição é possível, é fazer uma piscina com ondas grandes, perfeitas e tubulares. Agora o homem e a tecnologia vão novos limites.

Aloha e boas ondas,

Rico de Souza

Comentários