CT Jbay 2017 - Filipe 10, Jadson e Caio passam pela repescagem

Com a lesão de Slater Filipinho já se garante no round 4


Filipe marcou uma nota 10 nesta seguda-feira. Foto: WSL / Tostee.

Filipe marcou uma nota 10 nesta seguda-feira. Foto: WSL / Tostee.



A segunda-feira na África do Sul teve altas ondas de 1,5m em média para a continuação da repescagem masculina do CT Jbay 2017. Três brasileiros avançaram para a terceira fase e outros três se despediram da competição. O Brasil vai com seis surfistas para o round 3, porém um já está confirmado na quarta fase, mesmo sem competir.

O grande destaque do evento até agora é Filipe Toledo, que na oitava bateria da repescagem arrancou a primeira nota 10 do evento. Filipe conquistou a nota máxima com um tubo longo, uma rasgada potente e uma batida pra finalizar.

O brasileiro ainda conquistou 9,63, descartou 7,67, e não deu chances para o norte-americano Kanoa Igarashi. Esse foi o primeiro reencontro dos dois após a etapa de Saquarema, quando o brasileiro cometeu interferência, saiu da água indignado, reclamou e como punição da WSL ficou de fora do evento de Fiji.

Com a lesão de Slater - Slater quebra o pé e para por seis semanas - Filipinho já garantiu vaga na quarta fase, pois os dois se enfrentariam no round 3.

Jadson e Caio

O primeiro brasileiro a competir no dia foi Jadson André. A batalha contra o norte-americano Kolohe Andino estava parelha até que nos oito minutos finais o brasileiro se encaixou melhor nas direitas de Jeffreys Bay. Jadson aplicou uma série de manobras, entre rasgadas e batidas, com um estilo limpo e pulou pra frente no placar. Kolohe tentou dar o troco, mas não conseguiu reverter o placar e o brasileiro ainda ampliou a diferença com um tubo longo.

O norte-americano saiu da água e procurou o brasileiro Renato Hickel, da WSL, para reclamar, pois numa de suas ondas, uma muito longa, ele foi parar na área onde rolava um freesurf e foi atrapalhado. Segundo Kolohe isso fez a diferença no resultado da bateria. Porém a vitória de Jadson foi mantida.

Jadson André está garantido na terceira fase. Foto: WSL / Kelly Cestari.

Jadson André está garantido na terceira fase. Foto: WSL / Kelly Cestari.



O outro brasileiro que venceu nesta segunda-feira foi Caio Ibelli, que apresentou um surf limpo, com arcos longos. Seu adversário, o australiano Stuart Kennedi foi melhorando sua performance ao longo da bateria e no final quase venceu, mas deu Brasil.

Com isso o time tupiniquim vai contar com seis atletas na terceira fase: Adriano de Souza, Ítalo Ferreira e Gabriel Medina, que venceram na estreia, além de Filipe, Jadson e Caio.

Derrotas brasileiras

Miguel Pupo foi o primeiro brasileiro eliminado do CT Jbay 2017. O atleta tupiniquim competiu contra o novato no tour que vem de um vice-campeonato na etapa de Fiji, Connor O'Leary. O australiano foi mais vertical e se deu bem. Pupo chegou perto da virada nos instantes finais, mas foi eliminado da competição.

A repescagem foi finalizada com disputas entre brasileiros de base googy e gringos de base regular. E os atleta de fora se deram bem. Na penúltima bateria do dia Wiggolly Dantas perdeu por muito pouco para o havaiano Ezekiel Lau. O placar final foi 17,03 a 16,37 pontos. E Ian Gouveia caiu para o português Frederico Morais, que conquistou as duas melhores notas do confronto.

Próxima chamada

A próxima chamada para o CT Jbay 2017 acontece nesta terça-feira às 2h no horário de Brasília. De acordo com a previsão, teremos mais um dia de show de surf.

Assista tudo AO VIVO.

Baterias do round 3

1.a: Adriano de Souza (BRA) x Joan Duru (FRA)

2.a: Gabriel Medina (BRA) x Bede Durbidge (AUS)

3.a: Owen Wright (AUS) x Ezekiel Lau (HAW)

4.a: Connor O'Leary (AUS) x Frederico Morais (POR)

5.a: Mick Fanning (AUS) x Caio Ibelli (BRA)

6.a: John John Florence (HAW) x Jadson André (BRA)

7.a: Jordy Smith (AFR) x Leonardo Fioravanti (ITA)

8.a: Filipe Toledo (BRA) x *Kelly Slater (EUA) - Fora por lesão

9.a: Julian Wilson (AUS) x Jeremy Flores (FRA)

10.a: Joel Parkinson (AUS) x Conner Coffin (EUA)

11.a: Michel Bourez (TAH) x Ítalo Ferreira (BRA)

12.a: Matt Wilkinson (AUS) x Jack Freestone (AUS)


Baterias realizadas no domingo


1.a: Jordy Smith (AFR) 10,67 x 10,27 Dale Staples (AFR)

2.a: Matt Wilkinson (AUS) 13,10 x 11,67 Michael February (AFR)

Baterias realizadas nesta segunda-feira

3.a: Owen Wright (AUS) 12,34 x 11,10 Ethan Ewing (AUS)

4.a: Jadson André (BRA) 15,80 x 13,80 Kolohe Andino (EUA)

5.a: Julian Wilson (AUS) 14,27 x 12,53 Josh Kerr (AUS)

6.a: Connor O´Leary (AUS) 13,40 x 13,10 Miguel Pupo (BRA)

7.a: Leonardo Fioravanti (ITA) 16,63 x 15,76 Sebastian Zietz (HAV)

8.a: Filipe Toledo (BRA) 19,63 x 12,83 Kanoa Igarashi (EUA)

9.a: Caio Ibelli (BRA) 16,43 x 14,80 Stuart Kennedy (AUS)

10: Joan Duru (FRA) 15,87 x 14,00 Adrian Buchan (AUS)

11: Ezekiel Lau (HAV) 17,03 x 16,37 Wiggolly Dantas (BRA)

12: Frederico Morais (PRT) 15,73 x 14,00 Ian Gouveia (BRA)

Round 2
Vitória=Terceira Fase e Derrota=25.o lugar com 500 pontos e US$ 10.000:

Comentários