CT Snapper 2019 - Brasileiros mandam bem no round 2 e Kelly Slater dá adeus

Os brasileiros comandaram as baterias do round 2 do Quik Pro Gold Coast, que mais uma vez rolou em Dbah


O temido round 2 teve início no 2º dia de competições do Quiksilver Pro Gold Coast. Foi a primeira vez que a repescagem aconteceu neste novo formato. Foram quatro baterias de três atletas, com os dois primeiros de cada bateria se classificando para o round 3, e os últimos colocados sendo eliminados. 


Mateus Herdy entrou no ritmo no round 2. Foto: @boskophoto.

As ondas em Dbah estavam parecidas com as do primeiro dia, porém, aparentemente um pouco melhores e com mais parede. A pressão era grande, pois logo no primeiro evento do ano, a dor é ainda pior quando apenas quatro dos 36 surfistas são eliminados de cara. E teve baixa de peso, rookies abusados e bateria que pode ter sido histórica. Emoção e equilíbrio não faltaram.

O derradeiro round 2

Mateus Herdy soltou o pé! Mostrou-se totalmente a vontade e, em ritmo de freesurf como se estivesse em casa, passou em primeiro de sua bateria.

O feito do convidado do evento e atual campeão mundial Júnior ganha ainda mais valor por ter sido em sua bateria contra o vice campeão do mundo, Julian Wilson e o ex top do CT, o italiano Leonardo Fioravanti.

A briga mesmo foi para ver que passaria em segundo, já que Herdy estava on fire. Julian teve muito trabalho e conseguiu um apertado segundo lugar para garantir sua sobrevivência.

Logo em seguida, a primeira baixa do Brasil. Caio Ibelli não conseguiu superar o duelo pessoal pelo 2º lugar do heat contra Ricardo Christie, e foi eliminado do CT.

Em 1º lugar, na boa sem ser ameaçado e, como diz Rico de Souza, soltinho na marola, ficou o sul-africano Jordy Smith, que mostrou fluidez e progressividade nas valas de Dbah.

Na 3ª bateria da repescagem, o estreante no CT, Peterson Crisanto, teve uma prova de fogo. Encarou na bateria o 11x campeão mundial Kelly Slater e o experiente australiano Owen Wrigth.

O brasileiro local de Matinhos (PR) achou uma vala de direita mais perto dos molhes de pedra à direita de quem olha da areia, e conseguiu mostrar seu surfe polido e potente. Owen logo colou nele e passou a pegar boas direitas também, virando a bateria quando faltavam 5 minutos.

Kelly se posicionou no meio da praia, caçou onda sem parar, tentou inovar de todas as formas, mas não conseguiu superar o backside afiado de Owen, nem o surfe do estreante brasileiro, que mais pareceu um experiente surfista do CT. Kelly se mostrou bastante fora de ritm em Dbah.

Slater, que pode ter surfado seu último evento como profissional na Gold Coast, com certeza se lamentará por não ter surfado em Snapper Rocks. Melancólico fim para o Careca, e importante resultado para Peterson Crisanto.

Na última bateria do eliminatório round 2, Willian Cardoso, Jadson André e Sebastian Zietz decidiram suas sortes.

Como no esporte nem sempre a realidade tem uma lógica, Jadson, que é líder absoluto do QS, tendo feito três finais em três eventos do Qualifiyng Series, não conseguiu repetir o ritmo alucinante das vitórias e não se encontrou no mar de Dbah.

Até que teve algumas chances, mas não foi o Jadson que nos acostumamos a ver no início deste ano, inclusive em mares com condições parecidas.

A boa notícia é que o Panda quebrou tudo com seu power surf e ficou em primeiro na bateria, com o havaiano Sebastian Zietz em 2º, e também avançando ao round 3.

Com os resultados, as 16 baterias do round 3 estão definidas:

Round 3

1 - Filipe Toledo (BRA) x Soli Bailey (AUS)
2 - Adrian Buchan (AUS) x John John Florence (HAV)
3 - Kanoa Igarashi (JAP) x Jessé Mendes (BRA)
4 - Conner Coffin (EUA) x Jeremy Flores (FRA)
5 - Julian Wilson (AUS) x Reef Heazlewood (AUS)
6 - Griffin Colapinto (EUA) x Seth Moniz (HAV)
7 - Kolohe Andino (EUA) x Peterson Crisanto (BRA)
8 - Owen Wright (AUS) x Ezekiel Lau (HAV)
9 - Gabriel Medina (BRA) x Mateus Herdy (BRA)
1 0 - Yago Dora (BRA) x Joan Duru (FRA)
11 - Jordy Smith (AFR) x Ryan Callinan (AUS)
12 - Mikey Wright (AUS) x Jack Freestone (AUS)
13 - Ítalo Ferreira (BRA) x Ricardo Christie (NZL)
14 - Michael Rodrigues (BRA) x Willian Cardoso (BRA)
15 - Wade Carmichael (AUS) x Sebastian Zietz (HAV)
16 - Michel Bourez (TAH) x Deivid Silva (BRA)

Comentários