CT Snapper 2019 - Yago Dora e Medina dão show na abertura do Gold Coast Pro

Brasil termina o primeiro dia com seis classificados para o round 3, e cinco surfistas que terão que passar pela repescagem do round 2


O primeiro dia de disputas da primeira etapa do CT de 2019 começou ontem, em Dbah, na Gold Coast, Austrália. Não foi o que estamos acostumados a ver nesta etapa do Championship Tour, que costma rolar nas longas direitas de Snapper Rocks. Dessa vez, foi no beach break de Dbah, em um dia com bastante vento e chuva e ondas mexidas e irregulares, que os tops da elite mundial de surfe batalharam.

Team Brasil


Yago Dora foi o grande nome do dia. Foto: WSL / Dunbar.

Os brasileiros, que são mais uma vez maioria no CT, fizeram bonito nas difíceis condições. Os primeiros a irem para a água foram Ítalo Ferreira e Yago Dora, em bateria que ainda contou com o 11x campeão mundial Kelly Slater. Mostrando o já conhecido surfe progressivo, Yago e Ítalo avançaram, em 1º e 2º respectivamente, direto para o round 3. Yago, inclusive, fez o maior osmatório do dia, um 14.33.

Logo em seguida, Filipe Toledo, Caio Ibelli e Joan Duru foram para o confronto. Quam achou que Toledo teria ampla vantagem com as condições apresentadas, se enganou. A parada foi dura. A bateria foi dominada pelo francês Joan Duru e sobrou a briga pela 2º colocação. Melhor para Toledo, que mandou seu amigo Caio Ibelli para a repescagem do round 2.


Gabriel Medina. Foto: WSL / Dunbar.

Na bateria 6, o campeão mundial Gabriel Medina soltou o surfe, mostrou que contnua com muita dificuldade em cair da prancha, voltou em alguns aéreos bizarros e garantou o primeiro lugar do heat, na frente de Ryan Callinan (2º) e Mateus Herdy, que ficou em 3º e terá que ir para a repescagem.

Na sequência Jadson André não conseguiu achar as melhores ondas da bateria e acabou ficando em útlimo lugar na disputa que ainda contou com Adrian Buchan (1º) e Conner Coffin (2º). Na bateria de número 9, Michael Rodrigues não deu bobeira e avançou em 1º em uma disputa super equilibrada contra Wade Carmichael, em 2º e Ricardo Christie, em 3º.


Michael Rodrigues. Foto: WSL / Dunbar.

Dando continuidade ao round 1, foi a vez de Deivid Silva estrear na elite do surfe mundial. O paulista surfou bem e conseguiu avançar para o roudn 3 ao ficar em 2º lugar na bateria em que teve Kanoa Igarashi em 1º e Sebastian Zietz terminando em último.

Na bateria 11 Jessé Mendes, Willian Cardoso e Kolohe Andino mediram forças. Melhor para o norte-americano, que ficou em 1º e para Jessé Mendes, que se classificou em 2º. Panda terá que encarar o round 2 para seguir vivo.


John John retorna após meses sem competir. Foto: WSL / Dunbar.

Já na última bateria do dia, parada duríssima para outro estreante na elite: Peterson Crisanto. O brasileiro encarou Mikey Wright e John John Florence, e não consgeuiu superá-los. Peterson agora também terá que apostar suas fichas no tudo ou nada do round 2.

Baixas de peso

O início do CT 2019, apesar das condições do mar, marcou a queda inicial de gigantes (mesmo que não em definitivo). Kelly Slater, Owen Wrigth, Jordy Smith e Julian Wilson (que não estava em um bom dia), não conseguirma terminar entre os dois melhores em suas baterias e terão que passar pelo roudn 2. Algo que costuma ser inusitado para estes surfistas.


Kelluy Slater mostoru sua incrível fluidez, mas não bateu o surfe progressivo. Foto: WSL / Dunbar.

A ondulação continua na Gold Coast. Resta saber se Greenmount ou Snapper oferecerão condições para competição ou se continuaremos os embates no imprevisível beach break de Dbah.

Uma nova chamada será feita hoje, às 18h, no horário de Brasília.

Primeira fase

1 - Griffin Colapinto (EUA) 10.26, Soli Bailey (AUS) 9.83, Owen Wright (AUS) 8.23
2 - Jack Freestone (AUS) 10.67, Ezekiel Lau (HAV) 10.47, Jordy Smith (AFR) 5.03
3 - Yago Dora (BRA) 14.33, Italo Ferreira (BRA) 11.93, Kelly Slater (EUA) 9.70
4 - Joan Duru (FRA) 11.10, Filipe Toledo (BRA) 9.53, Caio Ibelli (BRA) 7.60
5 - Seth Moniz (HAV) 11.17, Reef Heazlewood (AUS) 9.50, Julian Wilson (AUS) 8.36
6 - Gabriel Medina (BRA) 13.84, Ryan Callinan (AUS) 13.57, Mateus Herdy (BRA) 7.23
7 - Adrian Buchan (AUS) 10.13, Conner Coffin (EUA) 10.00, Jadson André (BRA) 8.40
8 - Michel Bourez (PLF) 13.27, Jeremy Flores (FRA) 8.90, Leonardo Fioravanti (ITA) 7.57
9 - Michael Rodrigues (BRA) 13.17, Wade Carmichael (AUS) 13.07, Ricardo Christie (NZL) 12.67
10 - Kanoa Igarashi (JAP) 12.73, Deivid Silva (BRA) 12.00, Sebastian Zietz (HAV) 8.03
11 - Kolohe Andino (EUA) 11.00, Jessé Mendes (BRA) 10.90Willian Cardoso (BRA) 8.40
12 - Mikey Wright (AUS) 12.10, John John Florence (HAV) 10.93, Peterson Crisanto (BRA) 8.36

Repescagem do Pro Gold Coast

1 - Julian Wilson (AUS), Leonardo Fioravanti (ITA) e Mateus Herdy (BRA)
2 - Jordy Smith (AFR), Ricardo Christie (NZL) e Caio Ibelli (BRA)
3 - Owen Wright (AUS), Peterson Crisanto (BRA) e Kelly Slater (EUA)
4 - Willian Cardoso (BRA), Sebastian Zietz (HAV) e Jadson André (BRA)




Comentários