CT Tahiti 2018 - Bruninho bate na trave em Teahupoo

Niteroiense foi o autor da única nota 10 das disptuas e ficou a uma vitória da classificação para a etapa da elite


O Brasil chegou muito perto de classificar mais um surfista para a etapa taitiana da elite do surf mundial. Bruno Santos competiu onntem nas triagens e fez bonito, marcando a única nota 10 do evento, mas parou na semifinal, a uma bateria da classificação.



Os duelos rolaram em ondas de 6 a 8 pés perfeitas, porém as maiores demoravam. Depois de passar em segundo lugar na primeira bateria, o niteroiense arrancou uma nota 10 nos minutos finais do confronto da segunda fase. Ele estava em situação complicadíssima na bateria, mas voltou pra briga, porém quase levou a virada e avançou também em segundo lugar.

Nas quartas de finais Bruninho começou forte e liderou toda a disputa, mesmo com o taitiano Kevin Bourez tentanto a todo custo virar o resultado. Então chegou a hora da semifinal, contra o taitiano Tikanui Smith. Quem vencesse conquistaria a vaga no evento da elite. Poucas ondas rolaram durante a disputa e o brasileiro perdeu a liderança perto do fim. Precisando de uma nota média, Bruno Santos sentou no pico e esperou, porém não rolou mais nenhuma onda e ele terminou o evento em terceiro lugar.

Com isso Tikanui Smith avançou para a final para enfrentar Mateia Hiquily. Mateia não deu chances para Tikanui, mas antes do término os dois já estavam muito felizes, pois já tinham garantido suas vagas no Tahiti Pro, a sétima disputa do CT 2018.



Confira como ficaram as baterias do round 1 do Tahiti Pro e mais abaixo o episódio #85 do programa De Olho no Tour que fala sobre a etapa.

Tahiti Pro - Round 1









Comentários