http://ricosurf.com.br/themes/ricosurf/

Mundial Júnior - Mateus e Weslley avançam na Austrália

Autor: Administrador
Data da publicação: 08/01/2017 - 00:00h
Mateus Herdy está na quarta fase. Foto: WSL / Cestari.

Weslley Dantas e Mateus Herdy venceram suas baterias no domingo em Kiama e podem aumentar para oito o recorde de vitórias brasileiras na categoria Junior da World Surf League na Austrália

Assista tudo AO VIVO.

Depois de um dia parado, o World Surf League Junior Championship 2016 retornou no domingo e os brasileiros Weslley Dantas e Mateus Herdy avançaram para a rodada classificatória para as quartas de final na Austrália.

As ondas estavam pequenas ainda em Bombo Beach, mas a comissão técnica aguardou durante quase toda a manhã para realizar a terceira fase masculina, com a feminina sendo adiada. O peruano Alonso Correa perdeu o primeiro duelo do dia, mas Weslley e Mateus podem aumentar para oito o recorde de títulos mundiais brasileiros na categoria Pro Junior em Kiama, na costa sul de New South Wales.

Se esperassem um pouco mais, Alonso Correa teria competido em melhores condições e ele não achou as ondas, enquanto o francês Marco Mignot usou os aéreos para vencer a bateria por um baixo placar de 10,23 a 7,70 pontos, deixando o peruano em 13.o lugar no World Surf League Junior Championship 2016.

Mateus Herdy entrou no segundo duelo do dia, quando o mar já produzia boas direitas. Ele liquidou o norte-americano Kei Kobayashi nas duas primeiras ondas que surfou. O catarinense também completou belos aéreos e manobrou forte para tirar notas 7,17 e 7,23 dos juízes e vencer por 14,40 a 11,63 pontos.

"As ondas hoje (domingo) estão bem parecidas com as que surfo em casa e acho que isso me ajudou", disse Mateus Herdy, sobrinho de um ex-top do CT, Guilherme Herdy. "O Kei (Kobayashi) estava arrebentando nas sessões livres, então eu sabia que ia ser uma bateria difícil e estou feliz por ter ganhado dele. Foi uma boa batalha entre nós e tive a sorte de encontrar boas ondas no início. Minhas pranchas estão boas para este tipo de mar e não vejo a hora de competir de novo".


Mateus Herdy. Foto: WSL / Smith.

Mateus Herdy. Foto: WSL / Smith.



O catarinense vai abrir a quarta fase da competição, disputando as duas primeiras vagas para as quartas de final com o francês Marco Mignot e o sul-africano Jordy Maree, que aumentou para 14,90 o recorde de 14,83 pontos registrado pelo peruano Alonso Correa na quinta-feira. Além disso, igualou a maior nota - 8,50 - do campeonato, conseguida pelo mesmo norte-americano Jake Marshall que ele derrotou no domingo.

"Estou feliz por voltar a competir depois de dois dias de descanso", disse Jordy Maree, pois na sexta-feira apenas as meninas entraram no mar e no sábado a competição foi adiada porque as ondas estavam muito pequenas em Bombo Beach. "Eu estava nervoso indo para a bateria, porque não tinha surfado contra o Jake (Marshall) e sabia que era um forte concorrente. Mas, treinei bastante em ondas pequenas assim e me senti bem lá fora para surfar o meu melhor".

Jordy Maree. Foto: WSL / Cestari.

Jordy Maree. Foto: WSL / Cestari.



Após essa bateria, o australiano Quinn Bruce foi eliminado pelo havaiano Cody Young, mas outros dois brilharam nas pequenas ondas de Bombo Beach, ambos conseguindo tirar notas acima de 7 para derrotar dois japoneses. Harley Ross-Webster atingiu 14,24 pontos nas duas computadas contra Taichi Wakita e o novo top da elite mundial da World Surf League, Ethan Ewing, superou Joh Azuchi por 14,00 a 8,50. Os dois vão disputar a segunda classificatória para as quartas de final com o havaiano Cody Young.

Campeão sul-americano

Depois de duas vitórias dos donos da casa, dois foram eliminados nos confrontos seguintes. O norte-americano Griffin Colapinto bateu Lucas Wrice por 11,17 a 8,57 pontos e o atual campeão sul-americano Pro Junior da WSL South America, Weslley Dantas, despachou o local de New South Wales, Sandon Whittaker, numa disputa bem mais acirrada. Os dois ganharam 6,5 em suas melhores ondas e a segunda nota computada definiu o vencedor. O irmão mais jovem do top do CT, Wiggolly Dantas, somou 5,57 contra 5,33 do australiano no placar encerrado em 12,07 a 11,83 pontos.

Weslley Dantas e Griffin Colapinto vão enfrentar outro australiano, Reef Heazlewood, na batalha por duas vagas para as quartas de final na terceira bateria da quarta fase. E os dois últimos classificados sairão do confronto envolvendo o único representante de Barbados, Che Allan, com dois havaianos, Noa Mizuno e Finn McGill, campeão da triagem do Billabong Pipe Masters em dezembro do ano passado.

Recorde de títulos

Weslley Dantas e Mateus Herdy são as apostas para o Brasil aumentar para oito o recorde de títulos na categoria Pro Junior da World Surf League. O primeiro foi conquistado pelo carioca Pedro Henrique no ano 2000. Depois, o hoje campeão mundial Adriano de Souza venceu a edição de 2003, o cearense Pablo Paulino foi bicampeão em 2004 e 2007, Caio Ibelli ganhou o único circuito de três etapas em 2011, o campeão mundial Gabriel Medina faturou o título na única decisão disputada no Brasil em 2013 e o carioca Lucas Silveira levantou o caneco de 2015 em Portugal.

Weslley Dantas. Foto: WSL / Smith.

Weslley Dantas. Foto: WSL / Smith.



O World Surf League Junior Championship tem prazo até a próxima sexta-feira para definir os últimos títulos mundiais de 2016 e a primeira chamada da segunda-feira foi marcada para as 7h30 na Austrália, 18h30 do domingo no fuso de Brasília.

Assista tudo AO VIVO.

Quarta fase masculina
1.o e 2.o=Quartas de Final / 3.o=9.o lugar com 4.000 pontos

1.a: Marco Mignot (FRA), Mateus Herdy (BRA), Jordy Maree (AFR)

2.a: Cody Young (HAV), Harley Ross-Webster (AUS), Ethan Ewing (AUS)

3.a: Griffin Colapinto (EUA), Reef Heazlewood (AUS), Weslley Dantas (BRA)

4.a: Noa Mizuno (HAV), Che Allan (BRB), Finn McGill (HAV)

Terceira fase feminina
1.a e 2.a=Quartas de Final / 3.a=9.o lugar com 4.000 pontos

1.a: Kobie Enright (AUS), Caroline Marks (EUA), Minori Kawai (JPN)

2.a: Mahina Maeda (HAV), Brisa Hennessy (HAV), Leilani McGonagle (CRI)

3.a: Teresa Bonvalot (PRT), Zoe McDougall (HAV), Alyssa Spencer (EUA)

4.a: Macy Callaghan (AUS), Ariane Ochoa (ESP), Lucy Callister (AUS)

Resultados do domingo

Terceira fase masculina
Vitória=Quarta Fase e Derrota=13.o lugar com 1.750 pontos

1.a: Marco Mignot (FRA) 10.23 x 7.70 Alonso Correa (PER)

2.a: Mateus Herdy (BRA) 14.40 x 11.63 Kei Kobayashi (EUA)

3.a: Jordy Maree (AFR) 14.90 x 11.53 Jake Marshall (EUA)

4.a: Cody Young (HAV) 13.23 x 10.50 Quinn Bruce (AUS)

5.a: Harley Ross-Webster (AUS) 14.24 x 10.40 Taichi Wakita (JPN)

6.a: Ethan Ewing (AUS) 14.00 x 8.50 Joh Azuchi (JPN)

7.a: Griffin Colapinto (EUA) 11.17 x 8.57 Lucas Wrice (AUS)

8.a: Reef Heazlewood (AUS) 12.74 x 10.23 Nolan Rapoza (EUA)

9.a: Weslley Dantas (BRA) 12.07 x 11.83 Sandon Whittaker (AUS)

10: Noa Mizuno (HAV) 11.93 x 6.94 Luis Diaz (CNY)

11: Che Allan (BRB) 11.36 x 10.14 Yuji Mori (JPN)

12: Finn McGill (HAV) 8.57 x 8.40 Adin Masencamp (AFR)

Por João Carvalho





  • Notícias relacionadas

  •  

Outras notícias de Surf







Carregando dados...

mail

Cadastre seu email e receba conteúdos exclusivos, promoções e novidades do portal .com



© 2017. Todos os direitos reservados
  • Acompanhe o Ricosurf