Pipe Masters - Agora é tudo ou nada! Começa o grande show no Havaí

Dia decisivo hoje em Pipeline com os rounds 2 e 3 indo para a água hoje; Medina vence na repescagem.


Hoje é o primeiro dia realmente decisivo do Pipe Masters. O mar diminuiu em relação aos últimos dias e rolam ondas com cerca de 1,5 metro, em condições limpas e, se não fosse pelo tamanho, perfeitas.

A previsão é de que as ondas ganhem um pouco de tamanho ao longo do dia.

Medina avança

O mar foi alinhando ao longo da manhã e o tubos começaram a aparecer. Medina abriu as ações num belo tubo para Backdoor, numa série intermediária e que lhe rendeu 6.33 pontos. Logo depois veio em uma do inside, para Pipe, completou o tubo e fez um outro 6.33.

Dusty reagiu indo para backdoor e, numa onda maior, fez um tubo bem profundo e conseguiu a melhor nota da bateria até o momento; um 7.17. E isso tudo ainda restando 30 minutos para o fim.

Da areia, as câmeras capturavam o olhar atento e visivelmente tenso de Charles, logo após a onda de Dusty.

Quase 15 minutos se passaram sem que nenhuma boa aparecesse. Eis que então surge uma bela direita da série e Medina dropa atrasando, mirando o olho do furacão e completa um tubo oco, longo e profundo para conquistar 9.00 pontos e abrir vantagem no duelo. Dusty ficava então precisando de um 8.17 faltando pouco mais de 10 minutos.

Mas não houve nada que ele pudesse fazer para impedir Gabriel Medina de vencer a bateria, avançar para o round 3 e seguir vivo a briga pelo título mundial.

 

Fique na torcida e acompanhe tudo AO VIVO!

 


Vai com tudo, Monstro! Foto: WSL / Tony Heff.

 

SEGUNDA FASE – Vitória=Terceira Fase e Derrota=25.o lugar com 500 pontos e US$ 10.000:

1.a: Gabriel Medina (BRA) 15.33 x 8.50 Dusty Payne (HAV)

2.a: Owen Wright (AUS) 10.77 x 11.54 Ethan Ewing (AUS)

3.a: Julian Wilson (AUS) 8.56 x 6.87 Benji Brand (HAV)

4.a: Matt Wilkinson (AUS) x Stuart Kennedy (AUS)

5.a: Adriano de Souza (BRA) 11.93 x 8.33 Jadson André (BRA)

6.a: Kolohe Andino (EUA) x Jack Freestone (AUS)

7.a: Filipe Toledo (BRA) x Ian Gouveia (BRA)

8.a: Sebastian Zietz (HAV) x Leonardo Fioravanti (ITA)

9.a: Joel Parkinson (AUS) x Wiggolly Dantas (BRA)

10.a: Mick Fanning (AUS) x Bede Durbidge (AUS)

11.a: Frederico Morais (PRT) x Kanoa Igarashi (USA)

12.a: Michel Bourez (TAH) x Joan Duru (FRA)

 

TOP-22 DO JEEP WSL LEADERBOARD – 10 etapas:

1.o: John John Florence (HAV) – 53.350 pontos

2.o: Gabriel Medina (BRA) – 50.250

3.o: Jordy Smith (AFR) – 47.600

4.o: Julian Wilson (AUS) – 45.200

5.o: Owen Wright (AUS) – 39.850

6.o: Matt Wilkinson (AUS) – 39.450

7.o: Adriano de Souza (BRA) – 36.600

8.o: Kolohe Andino (EUA) – 36.000

9.o: Filipe Toledo (BRA) – 35.450

10: Sebastian Zietz (HAV) – 34.450

11: Joel Parkinson (AUS) – 33.100

12: Mick Fanning (AUS) – 33.000

13: Frederico Morais (PRT) – 29.900

14: Connor O´Leary (AUS) – 28.700

15: Adrian Buchan (AUS) – 26.500

16: Michel Bourez (TAH) – 23.700

17: Joan Duru (FRA) – 23.400

18: Caio Ibelli (BRA) – 21.750

19: Jeremy Flores (FRA) – 21.450

20: Kanoa Igarashi (EUA) – 21.200

21: Conner Coffin (EUA) – 21.000

22: Bede Durbidge (AUS) – 20.200

-----------outros brasileiros:

23: Miguel Pupo (SP) – 18.900 pontos

24: Wiggolly Dantas (SP) – 18.700

25: Italo Ferreira (RN) – 17.700

27: Ian Gouveia (PE) – 14.250

32: Jadson André (RN) – 11.750

Comentários