Pro Junior Series estreia nesta semana com desafio de campeãs sul-americanas no Rio

A peruana Sol Aguirre atual bicampeã Pro Junior da WSL South America e a catarinense Taina Hinckel que venceu o título de 2016 vão competir nas ondas da Barra da Tijuca


A capital do Rio de Janeiro vai sediar nessa semana, a principal competição para as categorias de base do surfe, com a estreia do Pro Junior Series que começa na sexta-feira e vai até domingo na Barra da Tijuca. Esta será a primeira das quatro etapas do Pro Junior Series válidas pelo título sul-americano da categoria para surfistas com até 18 anos de idade da WSL South America. Duas delas, essa primeira e a última em São Sebastião (SP), serão combinadas com o Longboard Pro, que também vai definir os campeões sul-americanos dos pranchões. Um grande desafio já é esperado no Pro Junior feminino, entre a peruana Sol Aguirre, atual bicampeã sul-americana de 2017 e 2018, e a catarinense Tainá Hinckel, que venceu em 2016.

Tainá Hinckel campeã em 2016. Foto: WSL / Daniel Smorigo.

Tainá Hinckel campeã em 2016. Foto: WSL / Daniel Smorigo.



“Meu objetivo esse ano no Pro Junior é competir no mais alto nível para conseguir uma vaga para o Mundial da WSL em Taiwan”, disse Sol Aguirre. “Se puder ser como campeã sul-americana, muito melhor, mas não quero criar nenhuma expectativa e não estou obcecada com o tricampeonato. Pelo contrário, ganhar duas vezes já me dá paz de espírito e confiança para que eu possa competir sem qualquer pressão”.

“É importante ter mais etapas em tipos diferentes de ondas para ganharmos mais experiência”, destaca a jovem peruana. “Eu gosto de ir ao Brasil e os brasileiros sempre nos recebem muito bem, me fazendo sentir em casa. Mas, para mim, fica mais difícil ter muitos eventos fora do meu país, pois acabo perdendo muitas aulas na escola e porque tem que gastar mais dinheiro por causa das viagens. Espero conseguir um patrocinador para me apoiar, para não depender só do meu pai. E espero que as etapas de Mancora e Lobitos aqui no Peru sejam confirmadas, para que o circuito fique mais equilibrado para todos”.

Sol Aguirre bicampeã em 2018. Foto: Marcio David / São Chico Eco Festival.

Sol Aguirre bicampeã em 2018. Foto: Marcio David / São Chico Eco Festival.



A peruana Sol Aguirre e a catarinense Taina Hinckel são bem jovens ainda. Ambas nasceram no mesmo ano de 2003 e a brasileira completa 16 anos primeiro, nesta quarta-feira, 8 de maio. Ou seja, elas ainda têm duas temporadas para competir na categoria Pro Junior Sub-18. Sol Aguirre vai festejar seus 16 anos de vida em 18 de julho, logo após a segunda etapa do Pro Junior Series, marcada para os dias 12 a 14 do mesmo mês na Praia de Stella Maris, em Salvador, na Bahia. As outras serão de 11 a 13 de outubro em Florianópolis (SC) e a última vai decidir os títulos sul-americanos de 2019 do Pro Junior e do Longboard, nos dias 08 a 10 de novembro na Praia de Maresias, em São Sebastião, litoral norte de São Paulo.

No Longboard Pro também haverá desafio, mas entre dois bicampeões mundiais, o brasileiro Phil Rajzman e o peruano Piccolo Clemente. Ambos também já conquistaram títulos sul-americanos da WSL South America e Rajzman é o atual campeão. Na categoria feminina, uma das favoritas é a carioca Chloé Calmon, que já foi vice-campeã mundial e lidera o ranking 2019 da World Surf League com vitória na primeira etapa do ano na Austrália. A outra é a pernambucana Atalanta Batista, tricampeã sul-americana nas três

CAMPEÕES SUL-AMERICANOS PRO JUNIOR DA WSL SOUTH AMERICA

----desde a inclusão da categoria feminina – Sub-20 até 2015 e Sub-18 a partir de 2016

2018: Samuel Pupo (BRA-SP) e Sol Aguirre (PER)

2017: Mateus Herdy (BRA-SC) e Sol Aguirre (PER)

2016: Weslley Dantas (BRA-SP) e Tainá Hinckel (BRA-SC)

2015 - Deivid Silva (BRA-SP) e Miluska Tello (PER)

2014 - Deivid Silva (BRA-SP) e Miluska Tello (PER)

2013 - Luan Wood (BRA-SC) e Melanie Giunta (PER)

2012 - Italo Ferreira (BRA-RN) e Rosanny Alvarez (VEN)

2011 - Filipe Toledo (BRA-SP) e Gabriela Leite (BRA-SC)

2010 - Miguel Pupo (BRA-SP) e Diana Cristina (BRA-PB)

2009 - Alejo Muniz (BRA-SC) e Diana Cristina (BRA-PB)

2008 - Alex Ribeiro (BRA-SP) e Diana Cristina (BRA-PB)

2007 - Wiggolly Dantas (BRA-SP) e Marina Werneck (BRA-SC)

2006 - Heitor Pereira (BRA-SP) e Anali Gomez (PER)

2005 - Thiago Camarão (BRA-SP) e Taís de Almeida (BRA-RJ)

CAMPEÕES SUL-AMERICANOS DE LONGBOARD DA WSL SOUTH AMERICA:

2018 - não teve nenhuma etapa

2017 - Phil Rajzman (BRA-RJ) e Atalanta Batista (BRA-PE)

2016 - não teve nenhuma etapa

2015 - Piccolo Clemente (PER) e Atalanta Batista (BRA-PE)

2014 - Piccolo Clemente (PER) e Atalanta Batista (BRA-PE)

2013 - Rodrigo Sphaier (BRA-RJ)

2012 - Jeferson da Silva (BRA-RJ)

2011 - Piccolo Clemente (PER)

2010 - Rodrigo Sphaier (BRA-RJ)

2009 - André Luiz Deca (BRA-RJ)

Comentários