QS 2017 - Brasil com quatro entre os dez melhores

Jessé segue líder e com um pé no CT 2018


Após o 30º evento do QS 2017, o Jordy Smith Cape Town Surf Pro, que terminou no último domingo com vitória de Alex Ribeiro, o Brasil aparece com quatro atletas entre os dez que se classificam para a elite do surf em 2018.

Quem segue no topo do ranking é Jessé Mendes. O paulista fez finais nos três eventos de nível 6.000 realizados até agora e venceu duas, uma na Austrália e outra no Japão. Jessé soma 16,980 pontos e está com um pé no CT. Em 2016, o havaiano Ezekiel Lau foi o último da lista do QS a se classificar para a elite. Na ocasião ele terminou o ano com 18,750 pontos.

Jessé Mendes venceu um QS 6.000 na Austrália. Foto: Smith.

Jessé Mendes venceu um QS 6.000 na Austrália. Foto: Smith.



Alex Ribeiro aparece em segundo lugar na lista dos melhores do QS 2017. Os resultados mais expressivos do paulista são um terceiro lugar numa prova australiana de nível 6,000, uma vitória numa competição sul-africana de nível 3.000 e outro título na África do Sul, mas num evento de nível 1.000. Alex aparece no ranking com 8.900 pontos.

Na quinta posição está Yago Dora, paranaense que venceu uma prova de nível 6.000 na Austrália no mês de fevereiro. E Flavio Nakagima é o décimo colocado. O paulista tem como melhor resultado até o momento uma terceira posição no QS 6.000 do Japão. Yago tem 8.630 pontos no ranking e Flavio 6.060.

Muita água ainda vai passar por baixo das pranchas dos competidores. Até o final de 2017 estão marcadas cinco provas de nível 10.000 e três de nível 6.000 pontos. Porém destes eventos, dois ainda não estão confirmados: o 10.000 de Cascais, Portugal, e o 6.000 de Maresias.

A próxima batalha acontece a partir do próximo dia 3 em Ballito, África do Sul. Será a primeira prova de 2017 de nível 10.000 pontos.

G-10 do WSL Qualifying Series - após a 30.a etapa na África do Sul:

1.o: Jessé Mendes (BRA) – 16.980 pontos

2.o: Alex Ribeiro (BRA) – 8.900

3.o: Hiroto Ohhara (JPN) – 8.830

4.o: Jorgann Couzinet (FRA) – 8.810

5.o: Yago Dora (BRA) – 8.630

6.o: Soli Bailey (AUS) – 7.540

7.o: Cooper Chapman (AUS) – 7.245

8.o: Ian Crane (EUA) – 6.630

9.o: Keanu Asing (HAV) – 6.400

10.o: Flavio Nakagima (BRA) – 6.060

Brasileiros até 100.o lugar

14: Alejo Muniz (BRA) – 5.600 pontos

16: Rafael Teixeira (BRA) – 5.110

17: Victor Bernardo (BRA) – 4.985

18: Thiago Camarão (BRA) – 4.900

19: Bino Lopes (BRA) – 4.870

26: Hizunomê Bettero (BRA) – 4.670

29: Willian Cardoso (BRA) – 4.425

34: Luel Felipe (BRA) – 4.165

35: Deivid Silva (BRA) – 4.120

39: Adriano de Souza (BRA) – 3.860

49: Michael Rodrigues (BRA) – 3.520

51: Marco Fernandez (BRA) – 3.725

54: Peterson Crisanto (BRA) – 3.335

58: Mateus Herdy (BRA) – 3.125

59: Lucas Silveira (BRA) – 3.070

64: Robson Santos (BRA) – 3.015

66: David do Carmo (BRA) – 2.980

71: Tomas Hermes (BRA) – 2.810

80: Marcos Correa (BRA) – 2.540

83: Victor Mendes (BRA) – 2.505

91: Thiago Guimarães (BRA) – 2.370

92: Krystian Kymerson (BRA) – 2.365

Ricosurf / Por Carlos Matias

Comentários