QS Ballito 2017 - Jordy é campeão em cima de Willian

Com o segundo lugar na etapa o brasileiro subiu 27 posições no ranking e agora é o vice-líder


O título do Ballito Pro 2017, primeira etapa do QS de nível 10.000 do ano, ficou em casa. O sul-africano Jordy Smith faturou a etapa em cima do brasileiro Willian Cardoso, que agora é o vice-líder do ranking, atrás do já classificado para o CT Jessé Mendes.

Os melhores da prova na festa do pódio. Foto: WSL / Kelly Cestari.

Os melhores da prova na festa do pódio. Foto: WSL / Kelly Cestari.



A final foi decidida em ondas para a direita e de duas manobras, e Jordy se diferenciou com um aéreo sem rotação, mas com as duas mãos na prancha, que valeu a maior nota do embate: 9,73 pontos. Willian apresentou seu potente surf e chegou a marcar o segundo maior score do duelo (8,87), mas terminou como vice-campeão.

Willian com seu power surf. Foto: WSL / Kelly Cestari.

Willian com seu power surf. Foto: WSL / Kelly Cestari.



No caminho até a vitória Jordy passou apertado por Miguel Pupo nas quartas de final. O brasileiro conquistou a maior nota da bateria (8,03) e perdeu precisando de 6,47 pontos. Na semi o duelo foi sul-africano e o top CT eliminou Michael February com duas notas na casa dos 8 pontos.

Assista ao vídeo com os MELHORES MOMENTOS das finais.

O outro brasileiro que competiu no dia foi Jessé Mendes, que perdeu para Michael na primeira bateria das quartas. Ele e Miguel terminaram a prova em quinto lugar. Essa foi a primeira prova do QS que Miguel participa no ano e, com os 5.200 pontos conquistados, já aparece na 30ª posição.

Jordy Smith. Foto: WSL / Kelly Cestari.

Jordy Smith. Foto: WSL / Kelly Cestari.



Brasil no ranking

Antes do Ballito Pro 2017 o Brasil tinha quatro atletas entre os dez primeiros do ranking QS 2017.O número segue o mesmo, mas houve uma troca de surfistas e algumas trocas de posições. Os três primeiros são do nosso time.

Willian, entrou e foi direto para o segundo lugar no grupo que segue liderado por Jessé, e Flavio Nakagima, que estava em décimo lugar, caiu para 14º e saiu dessa lista. Yago Dora, que terminou o evento em nono, subiu da quinta para terceira posição, e Alex Ribeiro caiu de vice-líder para nono lugar.

Próxima etapa

Neste ano de poucas etapas de nível 10.000 (cinco marcadas, mas a de Cascais ainda não está confirmada), as de 3.000 ganharam importância, e a próxima desse calibre será no Chile. Na sequência acontece uma de nível máximo em Huntington Beach, na Califórnia. Filipe Toledo vai defender o título do tradicional US Open of Surfing.

Veja o ranking QS 2017 atualizado após o Ballito Pro e logo abaixo o episódio 58 do programa "De Olho no Tour" sobre a etapa de JBay:

1 Jessé Mendes (BRA) 22.060 pontos

2 Willian Cardoso (BRA) 12.095

3 Yado Dora (BRA) 11.960

4 Michael February (AFR) 10,550

5 Jordy Smith (AFR) 10,000

6 Keanu Asing (HAW) 9,450

7 Griffin Colapinto (EUA) 9.280

8 Cooper Chapman (AUS) 9.260

9 Alex Ribeiro (BRA) 8.900

10 Hiroto Ohhara (JAP) 8.830

11 Mikey Wright (AUS) 8.825

12 Jorgann Couzinet (FRA) 8.810

13 Vasco Ribeiro (POR) 8.470

14 Flavio Nakagima (BRA) 7.890

15 Soli Bailey (AUS) 7.540

Brasileiros até a 50ª posição

18 Alejo Muniz (BRA) 7.200

20 Michael Rodrigues (BRA) 6.890

26 Victor Bernardo (BRA)

27 Thiago Camarão (BRA)

30 Miguel Pupo (BRA)

31 Hizunome Bettero (BRA)

33 Rafael Teixeira (BRA)

34 Bino Lopes (BRA)

35 Tomas Hermes (BRA)

37 Heitor Alves (BRA)

49 Luel Felipe (BRA)

50 Marco Fernandez (BRA)


Comentários