Vídeo Indonésia - Ryan Coelho, uma promessa do surf nacional no paraíso

Grommet do Instituto Gabriel Medina faz sua primeira temporada na Indonésia e retorna com ótimos resultados nas competições nacionais.




O atleta paranaense Ryan Coelho, de apenas 10 anos, que atualmente reside em Maresias/SP, embarcou para Indonésia no final do mês de março para sua primeira temporada na Indonésia.

Apesar da estreia nas ondas da Indonésia, o jovem talento já tem no currículo viagens para o Peru, Costa Rica e Califórnia, e agora com o objetivo de subir um importante degrau na carreira, o de surfar as perfeitas ondas que quebram sobre as rasas bancadas de corais da Indonésia, Ryan ficou por dois meses treinando nas Ilhas de Bali, Lombok e Nusa Lembongan.


Ryan nas ondas balinesas. Foto: Arquivo pessoal

Ryan que tem como principal patrocínio a tradicional marca O’neill, empresa que há décadas vem descobrindo e investindo em novos talentos. Com a entrada da O’neill como patrocinadora principal, o atleta ganhou força para investir em viagens para seu desenvolvimento.

Na Indonésia, Ryan ficou hospedado a maior parte do tempo na ilha de Bali, durante o período que esteve em Bali o pequeno atleta mostrou muita atitude nas tubulares ondas da ilha, e aproveitou para surfar e aprender com Bruno Santos e Adriano de Souza, dois surfistas que são referência de Ryan quando o assunto é surf de alto nível.


Ryan em contato com os ídolos na Indonésia. Foto: Arquivo Pessoal

Além da patrocinadora principal, o atleta conta com o suporte das empresas co-patrocinadoras, Banana Wax, Silverbay, Futures Fins, Atlantic Surf, Brazinco, Swell Sul Turismo, Tokoro Surfboards, Shot Spot, também responsáveis pela viagem para Indonésia.


Ryan em Uluwatu. Foto: Arquivo Pessoal

Ryan, que no início do ano se mudou para Maresias/SP para treinar no time de atletas do IGM (Instituto Gabriel Medina), e conta com o amigo da família e coach Leandro Dora, vem mostrando através do resultados alcançados em 2017 que os treinos feitos no IGM, juntamente com as viagens internacionais, foram valiosos para o desenvolvimento do grommet.


Na famosa saída pela caverna de Uluwatu. Foto: Arquivo Pessoal

Foram quatro finais consecutivas no Estado de São Paulo; Ryan foi campeão na primeira etapa do Circuito Municipal de Mongaguá, foi vice-campeão na primeira etapa do Circuito ASM Medina e no Circuito Sebastianense, e terceiro lugar no Hang Loose Surf Attack.

Comentários