Galeria: Onda clássica da Região dos Lagos quebra clássica!

SURF


 

Jean Martins cava em uma canhota perfeita - Foto: Tony D´Andrea 

O fotógrafo de Niterói, Tony D´Andrea, organizou uma barca com a intenção de surfar uma das mais raras e icônicas ondas da Região dos Lagos do Rio de Janeiro. O visual do pico, atrelato à qualidade das ondas, faz com que a frase "economizei dólares" em alusão às trips gringas, faça total sentido. ( GALERIA DE FOTOS NO FINAL DA MATÉRIA)

Participaram alguns nomes como Gabriel Sampaio, Alexey Wanick, Lucca Biot, Alexandre Alexandrino, além dos locais do pico, que aproveitaram as excelente condições com ondas fortes e tubulares. Condições geradas por uma combinação rara de direção de swell e vento.

"Sabíamos que a previsão para a região estava diferenciada e resolvemos apostar. Junto com Gabriel Sampaio, Alexey Wanick, Lucca Biot, Alexandre Alexandrino, ele saiu de Niteroi em direção ao pico. A previsão confirmou e logo nas primeiras horas da manhã o pico quebrou com um metro e meio, perfeito, para a alegria dos locais e visitantes que dividiam o line up. A missão era colocar o jet na água para pilotar e fotografar sem o auxílio da caixa estanque,o que seria um pouco arriscado", disse Tony.

"Mesmo assim, o resultado foi satisfatório. O lugar paradisíaco, vida animal abundante, água clara, fundo de pedra raso, afiado, e altas ondas, não deixando nada a desejar a qualquer viagem internacional. Por ser uma onda rara, segundo alguns locais, quebra bom poucas vezes por ano, tornando a onda ainda mais especial e cobiçada. Por isso, respeite sempre os locais e até o próximo strike", finalizou.

Comentários