Artigo: Surfando a onda digital, por Rico de Souza

MERCADO


 

Marcello em Chuns Reef, North Shore havaiano - Foto: arquivo pessoal

Esta é para a galera que deseja surfar a onda do crescente e competitivo mercado digital. Almocei com um grande amigo, craque do universo digital e soube de novidades muito interessantes que gostaria de dividir com vocês. O amigo em questão é Marcello Póvoa, que com sua empresa (MPP) foi responsável pelos canais digitais de Claro, Bradesco, Ipiranga, Peugeot, Sony, Sky e outros. Ele foi também diretor da Globo.com. Em suma, tem muito sucesso com produtos digitais para iniciativas grandes e complexas.

Estávamos falando das incríveis oportunidades em negócios digitais. Brilham os olhos ao imaginarmos Mark Zuckerberg escrevendo código em um quarto de universidade para seu Facebook captar audiências planetárias. Mas não precisamos ir tão longe, no Brasil temos a Stone, 99, Gympass, iFood, Nubank, Loggi, Quinto Andar, Loft como alguns exemplos de unicórnios, startups avaliadas em pelo menos 1 bilhão de dólares.

A onda digital está ai para ser surfada - divulgação

Lembramos também que estas oportunidades bacanas acontecem não somente em novas empresas, mas também em companhias estabelecidas: Magazine Luiza, Itaú, Ipiranga, Globo, Claro são alguns exemplos de corporações de segmentos bem diferentes, mas que investem com sucesso em iniciativas digitais.No entanto, Marcello alertou: nem tudo são flores! Todos os exemplos citados de iniciativas digitais, no Brasil ou fora, fazem parte do grupo que deu certo. São, contudo, uma minoria absoluta: mais de 90% dos startups fracassam. É um caminho sanguinolento...

Marcello durante palestra - Foto: divulgação

Por que então as iniciativas digitais têm uma “taxa de fracasso” tão alta? Lembramos de Michael Dell, CEO e fundador da DELL, que diz com a sabedoria que a execução é fator mais crítico que a ideia. Note que executar bem não é mais importante que a ideia, é apenas mais determinante para seu destino. Muitos conceitos são realmente fantásticos na apresentação para os investidores ou executivos, mas na execução fracassam em algum momento.

Qual seriam então os principais desafios para a boa execução de uma ideia digital?
Neste processo entram três áreas: Business, Criação e Tecnologia. Se uma iniciativa “esquecer” de considerar alguma destas áreas em suas soluções digitais, fatalmente estará fadada a fracassar. Geralmente as equipes são mais fortes em uma destas áreas, mas justamente por isso acabam pecando nas outras. Por exemplo, o time é craque em tecnologia, mas não tem um bom plano de negócio e dá pouca atenção ao design da experiência do usuário (criação). Ou vice-versa.

FICA A DICA: Se você quer sucesso em seu empreendimento digital, ou alavancar sua carreira, Marcello está lançando um curso inovador:

“PRODUTOS DIGITAIS: GESTÃO, CONCEPÇÃO E CONSTRUÇÃO”
Aprenda como ter sucesso no crescente mercado de produtos digitais com profissionais feras, premiados por trabalhos com Facebook, Apple, Google, Globo.com, Itaú, Gol, Ipiranga, Disney e muitos outros produtos digitais.

Junte-se a seleto grupo de alunos e professores atuantes nos mercados nacional e internacional.
Na PUC, universidade líder em reputação acadêmica.

Depois do enorme sucesso da 1a edição do inovador curso de Produtos Digitais, estão abertas as inscrições para a 2a turma (100% online com aulas ao vivo), com início em 12 de Abril.

PRÉ-REQUISITOS
Formação superior completa e 2 anos de experiência profissional.

Inscreva-se aqui (vagas limitadas):
https://iag.puc-rio.br/curso/produtos-digitais/

Comentários