Barra do Furado vai sediar primeira competição de surfe feminino no NF

SURF FEMININO


 

Yana Vaz é a atual campeã brasileira profissional - Foto: divulgação

As mulheres vêm ganhando cada vez mais força no esporte e no surfe não é diferente. E pela primeira vez, mulheres surfistas profissionais vão competir no litoral Norte Fluminense e Quissamã foi escolhida para esse marco. A praia de Barra do Furado vai sediar em janeiro de 2022, a primeira etapa do Campeonato Brasileiro de Surf ,com baterias feminina e masculina a ser realizada pela Federação de Surfe do Estado do Rio de Janeiro (Feserj)

Reunião em Quissamã - Foto: divulgação

Nesta sexta-feira (16/09), a prefeita Fátima Pacheco e a secretária de Esporte e Juventude, Ísis das Chagas receberam o diretor Executivo da Associação Brasileira de Surf Profissional (Abrasp), Pedro Falcão, para dar início às tratativas do evento.

“Quissamã tem Barra do Furado como local apropriado para esta atividade esportiva, já tendo sediado outras competições. O surfe estreou nas Olimpíadas, em Tóquio, e com o Brasil no topo. O esporte é uma tradição entre os jovens de Barra do Furado. Será um grande evento, e teremos grandes nomes da modalidade em nossa cidade. Vamos movimentar Quissamã com o turismo esportivo e gerar renda em um período de muitas atividades no verão” frisou a prefeita Fátima Pacheco.

Segundo Pedro Falcão, mais de 100 atletas entre homens e mulheres vão participar da primeira etapa do Campeonato Brasileiro de Surf em Quissamã.

“Será uma etapa inédita no litoral Norte Fluminense, com a competição de mulheres. O surf está sendo um exemplo tanto no masculino quanto no feminino e queremos reforçar cada vez mais a igualdade de gênero no esporte”, destacou Pedro Falcão.

A Prefeitura de Quissamã mantém uma escolinha de surfe em Barra do Furado que atende cerca de 50 adolescentes e jovens.

Participaram da reunião o vereador Cássio Reis; o instrutor da Escolinha de Surfe de Barra do Furado e competidor Bráulio Poses e Paulo Parente, da Abrasp.

Comentários