Entrevista exclusiva: Michelle des Bouillons, big rider-modelo

SURF


 A surfista carioca Michelle dês Bouillons, 30 anos, começou a surfar, como ela mesma diz “na barriga de sua mãe”. Filha do shaper carioca Jean Noel, Michelle cresceu surfando, chegando inclusive a ter bons resultados e a se profissionalizar.

Atualmente de dividindo entre o Brasil, Indonésia e a Europa, a surfista, que também atua como modelo, vem evoluindo como big rider e já começou a colher alguns frutos, leia-se ondas! Recentemente ela surfou algumas bombas em Nazaré em parceria com seu namorado, o também big rider Ian Cosenza, e Lucas Chumbo, campeão mundial de ondas grandes.

Talentosa e determinada, Michelle conversou com o Ricosurf.com sobre seus planos, preparação, equipe, e claro, ondas grandes! Vale o drop!


Em equipe: Chumbo, Michelle e Ian durante o evento Gigantes de Nazaré -  Foto: Ana Catarina

Confira a entrevista:

Gerson Filho - Você chegou a ter bons resultados como competidora, fale um pouco sobre essa fase:

Michelle des Bouillons - Minha fase como competidora foi uma fase muito importante na minha vida. Fiz algumas finais nos campeonatos mais importantes na minha fase amadora e profissional que eram no Circuito Brasilleiro Amador e no Circuito Petrobras (circuito feminino de surf). Lembro que cheguei a me qualificar em 7º lugar no ranking para o circuito Super Surf, mas infelizmente no ano seguinte, esse campeonato, que chegou a ser um dos circuitos mais bem estruturados do mundo, acabou por falta de patrocínios. Assim como os outros campeonatos mais importantes do país, tanto profissionais quanto amadores. Mas o meu maior aprendizado como competidora foi entender que na vida a gente tem que estar sempre evoluindo! Sinceramente aquele formato de ter que mostrar o meu melhor durante 15 ou 20 minutos não se enquadrava pra mim, ou melhor, eu não me enquadrava nele. Mas era naquele ambiente que eu queria estar então eu tinha que estar sempre em busca da minha evolução pessoal para poder estar aonde eu queria.


Michelle em Nazaré - Foto: reprodução Instagram

GF: Onde você está morando atualmente?

Michelle des Bouillons - Atualmente eu posso dizer que o meu endereço é em Hossegor, na França. Porém tenho dividido a minha vida entre a temporada de inverno em Nazaré, Portugal e na Indonésia. Esse ano tive a "sorte" de passar a pandemia e o período de isolamento social no Rio de Janeiro, minha cidade natal, da qual eu já estava com muitas saudades! Então decidi que agora a minha amada cidade vai fazer parte do meu calendário anual! Assim ficarei entre o Rio de Janeiro, Nazaré e Indonésia.

GF: Fale um pouco sobre sua rotina de treinamentos?

Michelle des Bouillons - Bem, como eu não paro muito nos lugares, não é tão fácil assim manter uma rotina. Em Nazaré eu sempre treino muito dentro d'água seja surfando ou pilotando, quando não tem swell grande rolando eu treino funcional para força e treino apneia na piscina além de outros exercícios bons para o tow in e momentos de possível urgência dentro d'água com o meu treinador Augusto Bayarde, dono da Ipanema Pilates. Na Indonésia, além de muito surf e remada, eu busco os meus meios para me exercitar e não ficar parada; gosto de correr e tive alguns treinos muito interessantes com a Dani Ribeiro de correção postural com bola! E no Rio eu sigo os meus treinos de preparação física no estúdio do Guto, o Ipanema Pilates.


Michelle também atua como modelo - Foto:  Peter Baker

GF: Além de Nazaré, quais outros picos de ondas grande você já explorou, ou pretende explorar?
Michelle des Bouillons - Já fui para o Hawaii, Illa Plancha na Espanha, El Quemao em Lanzarote, Costa Rica, Nicarágua, Peru, Fernando de Noronha e posso dizer que já passei por toda a costa Brasileira. Mas um lugar que sempre esteve nos meus sonhos é a onda de Teahupoo no Tahiti, para a qual pretendo ir em breve!

GF: Quem são os atletas que lhe inspiram no big surf?
Michelle des Bouillons - Sinceramente a minha maior inspiração vem da minha evolução pessoal. Além da minha equipe que também me inspira bastante, o Lucas Chumbo sempre muito animado e instigado age no lado da emoção e o Ian Cosenza (tbm meu namorado) sempre muito sensato e com boas logísticas acaba agindo na razão. E com eles eu me sinto muito segura para evoluir cada vez mais! Sei que eles querem o meu melhor e o fato deles me considerarem um membro da equipe, me motiva bastante e me deixa ainda mais confiante! Confesso que tem meninas que eu admiro em muitas coisas e elas me desafiam ao mesmo tempo, mas com certeza a minha maior inspiração vem de dentro de mim. Afinal eu sou eu, a Michelle.

Michelle em Nazaré - Foto: George Piedade / Redbull.com

GF: Por que você decidiu investir no surfe de ondas grandes?
Michelle des Bouillons -
Decidi investir no surf de ondas grandes porque eu estava sentindo um vazio dentro de mim. Não estava me sentindo uma surfista profissional completa e não era assim que eu queria ser lembrada. Então um dia parei pra refletir em toda a minha carreira, sabia que estava faltando alguma coisa. Decidi tentar, tentei e gostei! E aqui estou!

GF: Qual é seu quiver atual?
Uma 5'7" de 5kg, uma 5'8 de 5kg, uma 5'8" de 8kg, uma 5'9 de 8kg, uma 5'9" de 9kg, e uma 6'0" de 11kg. E tenho uma Gun 9'6 mas quero investir em outras Guns para essa temporada! ( Os fabricantes variam entre o meu pai Jean Noel JN, Hugo Cartaxana SPO e o Dylan).


Michelle atuando na campanha de um carro elétrico Nissan - Foto: divulgação


GF: Você já passou algum perrengue surfando ondas grandes?
Michelle des Bouillons - Já tomei alguns caldos bem pesados em Nazaré, mas confesso que nunca me apavorei.

GF: Você formou uma dupla com Ian Consenza…Nesse trabalho, você chega a pilotar, ou ainda não se sente apta?
Michelle des Bouillons -
Sim, o Ian é o meu piloto e eu aprendo muito com ele. No início da temporada de 19/20 o meu apelido era "patinho na lagoa" porque eu entrava com o jet ski e só ficava no canal observando como um jet ski de suporte para segurar as pranchas extras e etc. No final da temporada eu já estava colocando o Ian am algumas ondas de 15 a 20 pés e cheguei até a atuar como segundo resgate para o Ian e o Lucas no campeonato Gigantes de Nazaré que o mar estava bem grande.

Michelle em campanha da G-Shock - reprodução Internet

GF Quais seus próximos objetivos como big rider?
Michelle des Bouillons - Tenho o objetivo de melhorar a minha performance e conseguir executar algumas manobras mais expressivas nas ondas grandes, pegar um tubo gigante em Nazaré e surfar em Teahupoo.

GF: Qual foi a onda mais pesada que você já surfou?
Michelle des Bouillons - Muito difícil ainda falar qual foi "A" tal onda, mas a minha maior onda deve ter entre 50 a 60 pés.


Michelle pegando um tubo na Indonésia - Foto: Peter Baker / Redbull.com

GF: Além do surfe, você atua como modelo Tem conseguido tocar as duas carreiras?
Michelle des Bouillons - Sim, além de surfista eu trabalho como modelo e apresentadora de Tv, mas a relação entre modelo e surfista sempre foram muito ligadas, uma carreira está sempre somando com a outra!

Deixe uma mensagem para os leitores: Muito obrigada pela entrevista, fico muito feliz em poder compartilhar as minhas experiências!

LEIA MAIS: Michelle des Boullions se joga em Nazaré

 

Comentários