Saquarema Surf Festival: peruano e americano são os destaques do primeiro dia no longboard

Picolo Clemente e Toni Silvagni são os destaques do primeiro dia no longboard.


 

O ídolo local Mica perdeu na primeira fase - Foto: Wagner Consol

Picolo Clemente sobra e faz duas das três melhores somatórias do dia, enquanto Toni Silvagni saiu da triagem e chega invicto nas quartas-de-final. O Saquarema Surf Festival in Memoriam of Léo Neves começou nessa segunda-feira, com boas ondas na Praia de Itaúna para as disputas da terceira etapa do Longboard World Tour. Alguns dos principais nomes dos pranchões da América Latina marcaram presença, com destaque para o peruano Picolo Clemente, que se garantiu nas quartas-de-final vencendo duas baterias, com duas das três melhores somatórias do dia.

O dia foi dos pranchões em Saquarema - Foto: Gerson Filho

Clemente se encontrou rapidamente nas boas ondas de Itaúna, com cerca de 1,5 metro e vento terral muito forte à tarde. No round de 32, ele venceu com 14,50 pontos, melhorando a marca nas oitavas-de-final, quando marcou 15,50, a maior somatória do dia:
“A atmosfera está incrível. A cultura, as pessoas, a praia. O mar é um pouco complexo para encontrar as ondas e o vento dificultou bastante, principalmente para a direita. É uma onda muito boa para o longboard”, comentou Clemente, que diz preferir o estilo progressivo, mas sabe que agora tem de mesclar com manobras clássicas, de bico. “É um intercambio interessante e acaba ficando bom para todos”
A segunda bateria vencida por Clemente foi um encontro de gigantes, com a presença de Rodrigo Sphaier e Phil Rajzman, além de Anderson Ferreira, todos brasileiros. Sphaier ficou com segunda vaga, com 10,10 pontos, deixando Phil em terceiro, com apenas 6,65, enquanto Ferreira fez 6,15 pontos.

Depoimento Phil Rajzman

“Bateria foi mais difícil, mas é isso aí, vai afunilando mesmo, surgem atletas de mais peso. O vento está atrapalhando um pouco, mas graças a Deus consegui achar pelo menos uma onda boa e deu para passar a bateria”, disse Sphaier, explicando que o vento deixou as as primeiras ondas das séries um pouco balançadas. Nas quartas-de-final, Clemente terá pela frente o experiente Eduardo Bagé, brasileiro radicado na França, que conseguiu a virada na última onda para marcar 8,10 pontos e garantir o segundo lugar na segunda bateria do round de 32:

Depoimento Eduardo Bagé

“Tô curtindo muito competir aqui, amarradão por ter passado duas baterias, mas as condições estão complicadas. Tem muito vento. Mal você começa a remar, já vem muito água nos olhos, o vento segura um pouco a prancha também, mas é isso aí: bola pra frente!”, comentou Bagé, que antecipou a chegada dele ao Brasil quando soube da realização do Saquarema Surf Festival Longboard Pro.

A vitória na bateria foi o baiano Darlan Marques, que marcou 8,80 pontos e enfrentará Sphaier na próxima fase.

Depoimento Darlan Marques

“Estou muito feliz de participar deste evento, de nível mundial, e mais feliz ainda de estar indo bem, me encontrando nas ondas. Vim lá da Bahia, bem longe, de Barra de Ipojuca. É muito importante o longboard aparecer nesse tipo de evento novamente”, disse Darlan, que nunca tinha surfado em Itaúna e sentiu um pouco de dificuldade no começo.

 Outro destaque do dia foi o americano Tony Silvagni, que precisou encarar uma fase de triagem e venceu as três baterias que disputou. Logo na sua primeira bateria, Silvagni marcou 15,25 pontos, a segunda melhor somatória do dia. No round de 32, ele deixou Leco Salazar com a segunda vaga e também classificado para as quartas-de-final. O americano vai enfrentar o peruano William Saldana, segundo colocado na última bateria do round de 32. Já Leco, filho do lendário Picuruta Salazar, terá pela frente o também brasileiro Jeferson Silva.

Luana Soares avançou para as quartas de final - Foto: Wagner Consol 

FEMININO - O Feminino também definiu as quartas-de-final nesta segunda-feira. Na primeira bateria da fase, Chloé Calmon, terceira colocada do ranking Mundial em 2021, enfrentará Ayllar Cinti. Na sequência, o duelo será entre Mainá Thompson e Evelin Neves. Jasmin Avelino, por sua vez, pegará a única estrangeira ainda no evento, a peruana Maria Fernanda Reyes, enquanto a última bateria das quartas reunirá Cristiana Pires e Luana Soares.Como Atalanta Nascimento e a mexicana Kirra silver não apareceram na primeira e na segunda baterias e tomaram o WO, só aconteceram duas baterias do round de 16. Na primeira disputa, já pela terceira bateria, Jasmin Avelino ficou em primeiro, deixando Cris Pires com segunda vaga. Na bateria seguinte, Luana Soares ficou na frente de Maria Fernanda Reys, com as duas garantindo a vaga.

Jasmin Avelino avançou para o roud dos 16 - Foto: Wagner Consol 

O Saquarema Surf Festival apresentado pela Prefeitura Municipal de Saquarema é um evento licenciado pela WSL Latin America para a 213 Sports realizar uma etapa do WSL Qualifying Series e seletivas sul-americanas para os mundiais das categorias Pro Junior e Longboard, todas para homens e mulheres competirem na Praia de Itaúna. O evento vai acontecer com o patrocínio da Quiksilver, ROXY, 51 ICE, Corona, apoio da Orthopride, Stanley Brasil, Monster Energy e parceria da Federação de Surf do Estado do Rio de Janeiro (FESERJ), Associação de Surf Saquarema, MegAçaí e dos sites Ricosurf e Waves e da Radio Cidade. O evento será transmitido ao vivo pelo WorldSurfLeague.com.

CONFIRA MAIS SOBRE O SAQUAREMA SURF FESTIVAL

Saquarema Surf Festival começa com a categoria Longboard

Saquarema Surf Festival: Phil Rajzman fala sobre suas expectativas

Saquarema Surf Festival: Renan Pulga fala sobre suas expectativas

Saquarema Surf Festival já atinge 247 inscritos nas seis competições

213 Sports e WSL Latin America realizam o Saquarema Surf Festival

Confira o resultado das triagens para o Saquarema Surf Festival

Comentários