Estudo aponta que quase metade das praias da Califórnia está poluída

Picos famosos como La Jolla e Píer de Santa Mônica estão entre os mais poluídos.


Muito se fala e muito se sabe sobre a grave poluição de nossas águas; seja nos rios, mares ou lagoas.

Não se restringe apenas ao Rio de Janeiro, mas sim a muitos e infelizmente quase todos os lugares do país.


Imagem que chocou. Água poluída entrando pela canal da Barra em 2015. Foto: Reprodução / Facebook

No ano passado, o caso do Rio de Janeiro ficou mais em evidência por conta da sujeira escancarada que veio do canal do Joá e chegou até o Postinho, local que aconteceria em poucos dia o CT do Brasil.

Pegou muito mal! A mídia global recebeu as tristes imagens da língua preta de poluição que varria a costa desde o início da Barra, e que inclusive deixou o evento em cheque.

Mas não é só no Brasil que esse problema atinge níveis críticos. A Indonésia por exemplo, mais especificamente a ilha de Bali, é um dos lugares que mais tem sofrido com a falta de saneamento aliada a falta de educação das pessoas e a exploração financeira desenfreada e inconsequente.

Agora, o que surpreende mesmo, é saber que na Califórnia, especialmente no período de chuvas, muitas das famosas praias de lá estão impróprias para o banho.



Aviso de águas polídas. Risco para a saúde. Mother's Beach,  Los Angeles County, Califórnia. Foto: Heal the Bay

A ONG Heal the Bay, que faz uma análise anual da qualidade das águas dos mares na Califórnia, revelou a sua última pesquisa que engloba os períodos de 2016 e 2017.

Cada praia recebe uma letra que vai de "A" (letra que indica melhor nivel de qualidade) até "F" (pior nível de qualidade). Esse estudo é baseado nos níveis semanais de poluição por bactéria.

E o último resultado foi terrível. 48% das praias da Califórnia ficaram entre os conceitos "C" e "F", ou seja, quase metade das praias da Califa está poluída e apresenta riscos a saúde.


o Píer de San Clemente aparece pela 1º vez na lista das mais poluídas. Foto: Mike Lewi

 

Picos como o píer de San Clemente e La Jolla Cove, que nunca haviam figurado na lista das praias mais poluídas, entraram pela primeira vez no ranking e estão entre as 10 praias mais contaminadas da Califórnia.


La Jolla, um dos lugares mais frequentados e procurados por banhistas e surfistas. Foto: Heal the Bay

Lembrando que com a época de chuvas o índice tende a piorar, já que aumenta o volume de água suja que é jogada através dos esgotos nas praias e rios.

Esse índice de poluição é extremamente prejudicial para a saúde dos milhares de banhistas, que podem contrair doenças gastrointestinais ou respiratórias em apenas uma manhã de mergulho ou em uma session matinal de surfe.


Cartão postal da Califórnia, Baker Beach, San Francisco. Foto: Heal the bay

Mas mesmo assim, é um número que impressiona e mostra que nem mesmo os lugares mais desenvolvidos cuidam bem de nossos oceanos.

Em contrapartida, algumas praias foram nomeadas na Lista de Honra da organização, o que significa que em todos os estudos feitos, essas praias receberam conceito A+. Veja a lista aqui. 

Os dados provam e evidenciam a urgência e a importância da conscientização sobre os cuidados que devemos ter com nossas águas, elemento essencial para a sobrevivência de qualquer ser vivo. 


O tradicional Píer de Santa Mônica também figura entre as mais poluídas. Foto: Heal the Bay


Confira a lista das 10 praias mais poluídas da Califórnia:

Clam Beach County Park, McKinleyville (Humboldt County) San Clemente Pier,

San Clemente (Orange County)

Cowell Beach, West of Wharf, Santa Cruz (Santa Cruz County)

Lakeshore Park, Marina Lagoon, San Mateo (San Mateo County)

La Jolla Cove, La Jolla (San Diego County) Santa Monica Pier,

Santa Monica (Los Angeles County) Capitola Beach,

Capitola (Santa Cruz County)

Luffenholtz Beach, Trinidad (Humboldt County)

Mother’s Beach, Marina del Rey (Los Angeles County)

10º Monarch Beach, North of Salt Creek, Dana Point (Orange County)

Comentários