Prêmio Extreme Board Riders: inscrições abertas

BIG SURF


 

Cartaz do evento - Divulgação

Já estão abertas as inscrições para a busca das maiores ondas surfadas no litoral brasileiro nas modalidades de Surf, Tow-in, Bodyboard, Kitesurf e Stand Up.

Um projeto que tem como objetivo eleger e premiar as maiores e mais impressionantes ondas surfadas no litoral brasileiro, no período de 1 ano (ondas surfadas entre 20/10/2019 e 10/11/2020), através de registros fotográfico e de vídeo nas modalidades de Surf, Tow-in, Kitesurf, Bodyboard e SUP.

"O Extreme Boardriders é um prêmio democrático, que possibilita a qualquer surfista em território nacional participar com chances iguais, onde abrangemos tanto a temporada de ondas grandes no Norte / Nordeste do país, como também na Região Sul / Sudeste." Ressalta Eraldo Gueiros idealizador do projeto.

Ian Vaz levou a Onda do Ano em 2019 -  Foto: divulgação

O evento está em seu 3º ano e conta com uma grande repercussão, com mais de 130 ondas inscritas por edição, alcance de cerca de 23 milhões de pessoas nas mídias sociais em 2019 e participação dos maiores surfistas de ondas grandes do Brasil. Inclui quatro categorias principais: Onda do Ano Masculina, Onda do Ano Feminina, Kona Big Wave Maior Onda na Remada e Melhor Onda de Bodyboard. Premiaremos também a Melhor Onda de Kitewave, Melhor Onda de SUP e Maior Vaca do Ano.


Neto levou a melhor no bodyboard em 2019 -  Foto: divulgação

A categoria Onda do Ano premia a onda grande mais impactante e bem surfada da temporada e é aberta a qualquer forma de esporte de prancha nas ondas, seja ele o Surf, Bodyboard, SUP, Kitesurf, Tow-in, dentre outros.Uma novidade desse ano é que o evento estará premiando também os fotógrafos/ cinegrafistas que junto com os surfistas se prepararam e estudaram o swell e toda a logística para o registro do momento.



Stephan Figueiredo levou na categoria Kite - Foto: divulgação

As ondas deverão ser surfadas no Brasil entre o período de 20 de outubro 2019 a 10 de novembro de 2020.

Para inscrições acesse o site: www.extremeclub.com

Maiores informações, ondas inscritas e conteúdos exclusivos sobre ondas grandes poderão ser acompanhados pelo público através do site e mídias sociais do concurso. Instagram: @extremecluboficial Site: www.extremeclub.com

PREMIAÇÃO:

O evento irá oferecer mais de R$ 15.000,00 em premiação distribuídas nas suas 7 categorias. 

CATEGORIAS

ONDA DO ANO Masculino– Onda mais impressionante surfada no Brasil em 2020.

ONDA DO ANO Feminino – Onda mais impressionante surfada no Brasil em 2020.

KONA BIG WAVE MAIOR ONDA NA REMADA SURF – Maior onda surfada na remada no litoral Brasileiro.

MELHOR ONDA BODYBOARD – Maior ou Mais audaciosa onda grande surfada de Bodyboard no litoral Brasileiro.

Felipe "Gordo" Cesarano levou a categoria Melhor Onda na Remada em 2019 -  Foto: divulgação

MELHOR ONDA KITESURF – Maior ou Mais audaciosa onda grande surfada de Kitesurf no litoral Brasileiro.

MELHOR ONDA SUP - Maior ou Mais audaciosa onda grande surfada de Stand Up Paddle no litoral Brasileiro.

MAIOR VACA - Maior Vaca/Tombo em uma onda no litoral Brasileiro.

FORMATO

As 5 melhores ondas por categoria serão selecionadas pelo grupo de jurados e apresentadas ao público 5 dias após o encerramento do período de envio das imagens. Durante a cerimônia de premiação será anunciada a onda campeã de cada categoria entre as 5 ondas finalistas.



Raquel Heckert foi a campeã da Maior Onda categoria feminino, em 2019 -  Foto: divulgação

QUEM PODE PARTICIPAR DO PRÊMIO BRASILEIRO DE ONDAS GRANDES?

Quaisquer surfistas, kitesurfistas, bodyboarder ou remadores de stand up paddle, brasileiro, sejam eles profissionais ou amadores, homens e mulheres, de qualquer idade, localidade, desde que as imagens sejam captadas em território brasileiro.

JURADOS

Foram escolhidos 5 membros respeitados da comunidade de ondas grandes, sendo eles surfistas especialista, fotógrafos, jornalistas ou videomakers + 1 voto popular por onda mais comentada nas mídias sociais por categoria.

Lucas Medeiros venceu a categoria Pior Vaca em 2019 - Foto: divulgação

Maya Gabeira – Surfista Brasileira diversas vezes campeã mundial de ondas grandes e recordista de maior onda surfada por uma mulher no Guiness Record que atualmente reside fora do Brasil.

Taiu Bueno – Legend do surf Brasileiro, membro respeitado na comunidade de ondas grandes.

Rico de Souza – Pioneiro surfistas brasileiro e empresário.

Eraldo Gueiros - Surfista campeão de ondas grandes reconhecido internacionalmente e idealizador do projeto.

Rosaldo Cavalcanti – Jornalista/produtor de áudio visual especializado, ex-surfista profissional.

Voto popular - Um voto será do júri popular com as ondas mais comentadas nas mídias sociais.


Vinicius Martins foi o campeão da categoria SUP em 2019 -  Foto: divulgação

CRITÉRIOS DE JULGAMENTO

Como eles julgam? Os maiores prêmios de ondas usam técnicas que estimam a altura da onda em relação à altura conhecida do surfista, enquanto calcula a distorção causada pelo ângulo da foto e pelo tamanho da lente. Os juízes das divisões subjetivas são instados a considerar o desempenho sustentado durante todo o percurso – incluindo a qualidade e quantidade geral do desafio ou posições críticas alcançadas e avaliar a habilidade do surfista em uma situação desafiadora, apresentado puramente pela forma única de uma onda em particular.

O Prêmio Brasileiro de Ondas Grandes Extreme Boardriders 2020 conta com patrocínio da cerveja Kona e Interoceanica, Apoio do Hotel BE Loft Louge, blocos Teccel, óculos HB e loja 021. Apoio de Mídia do Canal OFF e site RicoSurf. Organização Extreme Club e Kauza marketing.

Comentários