24º Surf na Pororoca: celebrando onde tudo começou

EXPEDIÇÃO


 

O evento comemora 24 edições do Surfe na Pororoca

Entre os dias 01 e 04 de abril o bucólico município de Chaves, localizado no Arquipélago do Marajó, receberá alguns dos melhores surfistas do Brasil para o 24º Surf na Pororoca. Os campeões mundiais Fábio Gouveia (Surf) e Lucas Fink (Skimboard), os ex-Top CT Ian Gouveia e Raoni Monteiro, Nayson Costa, o maior surfista paraense de toda a história, Marcelo Bibita, 6x Campeão Brasileiro de Longboard e primeiro recordista mundial de surf na pororoca, além de outros astros do surfe nacional, irão refazer o caminho percorrido pelos pioneiros que no ano de 1998 fizeram parte da primeira expedição às pororocas do Canal do Perigoso, no município de Chaves.

A experiência tem por objetivo desbravar algumas das mais de dez pororocas inexploradas da Região de Chaves e ao mesmo temo, buscar manter viva a história e a memória dos pioneiros em uma expedição exploratória que contará com toda a infraestrutura desenvolvida ao longo desses 24 anos, com helicópteros, jet skis, bananas boat, lanchas voadeiras e claro, toda a experiência acumulada em mais de 200 expedições oficialmente registradas e documentadas pela ABRASPO-Associação Brasileira de Surf na Pororoca.

A expedições à Pororoca exigem uma grande logística - Foto: Rick Werneck

Além do Desafio do Surfe, uma extensa programação cultural irá agitar os habitantes do município e Região como o Pororoca Ambiental, que contará com a participação de 100 estudantes e surfistas locais com o objetivo de diminuir o impacto dos resíduos descartados na Praia Principal do município e pretende trazer à tona a discussão a respeito do manejo e utilização dos resíduos produzidos pelo homem. Também teremos a Cerimônia de Implantação da Escola de Surf Pororoca e da Fábrica de Pranchas da Amazônia, com doações de 10 pranchas de surf para a realização da Clínica de Surf na Pororoca, exclusiva para a comunidade local.

Noélio Sobrinho na pororoca do Rio Amazonas com a Bandeira do Estado do Pará - Foto: Rick Werneck

Festival Cultural da Pororoca, com apresentações de grupos de Carimbó, DJS de Tecnobrega, Reggae, Música Eletrônica, peça Teatral e Exposição Vídeo/Fotográfica. Além de muita interação com a população, seu modo peculiar de viver em intensa interação com a natureza e vivências marajoaras como o Passeio em Búfalos e visitas a ninhais e jacarés. Mas, as ações culturais não param por aí. Uma grande exibição de Luta Marajoara irá exaltar essa modalidade ancestral de combate com a presença de alguns dos maiores nomes em atuação no estado.

Pororoca, um fenômeno incrível - Foto: Rick Werneck

Segundo André Dias, Secretário de Turismo do Pará, a realização do 24º Surf na Pororoca é a consolidação do reconhecimento da importância do legado do Surf na Pororoca para a história, a memória, a cultura e a preservação da Amazônia no Arquipélago do Marajó e em toda a sua extensão:

"Estamos muito animados e ansiosos pela realização dessa grande festa marajoara. Apresentar as belezas e a riqueza da nossa Amazônia para o Brasil e para o mundo é o grande legado do Surfe na Pororoca... Nas últimas duas décadas, a pororoca tem sido um dos maiores divulgadores da cultura, das belezas, da riqueza e da grandeza da Amazônia para o mundo. Nós reconhecemos e por isso que, com a anuência do Governador Helder Barbalho, apoiamos o evento", afirmou o Secretário.

Galera amarradona em uma das expedições 

O 24º Surf na Pororoca com o Patrocínio do Governo do Estado do Pará, Prefeitura de Chaves, ALEPA, ALEPA-Assembleia Legislativa do Estado do Pará, através de uma Emenda Parlamentar Compartilhada dos Deputados Francisco Melo Chicão, Miro Sanova, Professora Nilse, Luth Rebelo, Igor Normando e Fábio Freitas, AMAM-Associação dos Municípios do Arquipélago do Marajó, Pororoca Esportes, GRAESP-na pessoa do Comandante Geral do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Pará, Coronel Hayman Apolo Gomes De Souza e Secretaria de Segurança Pública do Estado do Pará na pessoa de seu Comandante o Delegado da Polícia Federal Ualame Machado. Realização: ABRASPO-Associação Brasileira de Surf na Pororoca e FEPASURF-Federação Paraense de Surf.

 

 

Comentários