Carioca Pro 2017 - José Eduardo e Kayane Reis são os campeões da FESERJ

Kayane foi também a campeã do Saquarema Surf Pro, que no masculino teve vitória de Lucas Chianca Chumbinho


Após dois dias de disputas intensas, num mar poderoso e com ondas enormes, chegou ao fim o Saquarema Surf Pro, a 2ª e última etapa do Circuito Profissional 2017 do Rio de Janeiro, e quatro atletas festejaram muito na praia de Itaúna.

José Eduardo e Kayane Reis são os novos campeões profissionais do Rio; Lucas Chianca Chumbinho venceu a etapa e Ruan Polessa se deu bem na Open. Na etapa feminina deu também Kayane, que foi pra casa com dois troféus de campeã.

José Eduardo é o novo campeão profissional do Rio de Janeiro. Frame.

José Eduardo é o novo campeão profissional do Rio de Janeiro. Frame.



No segunda dia do Saquarema Surf Pro o mar perdeu um pouco de pressão, mas as maiores das séries ainda passavam de 2,5m, exigindo atitude e preparo físico. Na Pro Masculino Lucas Chianca Chumbinho, que no sábado conquistou uma nota máxima, voltou a aprontar e na terceira fase pegou um tubaço e arrancou mais um 10 dos juízes. Yan Guimarães também deu um show e garantiu uma nota 10 na semifinal com manobras fortes de borda.

Lucas e Yan foram até a final, que contou também com Simão Romão e com o baiano Franklin Serpa, outro surfista que encaixou seu surf nas esquerdas volumosas de Itaúna. Já o campeão da 1ª etapa, José Eduardo, caiu na semifinal e teve que acompanhar da areia a bateria que valia o título do Saquarema Surf Pro e também o de campeão carioca de 2017.

Lucas, que não competiu em Cabo Frio e por isso não tinha mais chances de ser o melhor da temporada, começou a final de maneira morna, mas depois de uns minutos achou uma esquerda e com uma rasgada estilosa, rápida e forte numa onda da série arrancou 7,50 e assumiu a liderança para não sair mais.

A briga pelo título carioca na bateria estava entre Simão e Yan. Os dois não encontraram ondas com potencial para notas altas e nos últimos minutos Yan, que precisava no mínimo da segunda posição, reagiu, mas pulou apenas de último para terceiro. Com isso ele tirou o troféu das mãos de Simão, que com a quarta posição perdeu o caneco de melhor do Rio para José Eduardo.

“Estou muito feliz. Não esperava que isso fosse acontecer. Estava surfando muito pouco por questões pessoais, pois estou com um filho pequeno e tive que me dedicar a outras coisas. Mas há um mês eu coloquei na cabeça que ia voltar a surfar e voltar a competir. Em Cabo Frio fui correndo por fora e antes de vir para Saquarema eu disse que queria ver Itaúna mostar o seu poder. E não deu outra”, disse José Eduardo que ficou com uma vaga na triagem para a etapa brasileira do mundial, caso ela permaneça no estado do Rio de Janeiro. “Vai ser uma honra particpar do trials e, se Deus quiser, ganhar a vaga tão sonhada na etapa brasileria do CT”, comentou o campeão carioca profissional de 2017 que mandou um recado para a garotada de sua cidade. “Aí molecada de Búzios: tudo é possível. Eu falei pra vocês”.

Pódio Masculino Pro. Frame.

Pódio Masculino Pro. Frame.



Na categoria Profissional Feminino Kayane Reis foi o grande nome da etapa. A saquaremense, que perdeu na semifinal da competição de Cabo Frio, foi a que melhor se encaixou no mar pesado de Itaúna. Kayane venceu as três baterias que disputou e foi a dona das três maiores médias da categoria, sendo a maior delas na final: 14,50. Kayane também garantiu vaga na triagem da etapa brasileira do CT em 2018 (caso esta permaneça no estado).

Kayane Reis com o troféu de campeã profisisonal do Rio de Janeiro. Frame.

Kayane Reis com o troféu de campeã profisisonal do Rio de Janeiro. Frame.



Destaque também para Julia Duarte, de apenas 14 anos, que encarou as bombas, passou duas baterias e terminou a final na quarta posição. Taís Almeida foi a vice-campeã da etapa e Julia Camara ficou em terceiro lugar.

Na Open deu Ruan Polessa que soube se defender muito bem do ataque de Gabriel Mureb que ameaçou seu título. Gabriel ficou em segundo, Rodrigo Antunes em terceiro e Thiago Bittencourt em quarto.

Profissional Masculino
Campeão Lucas Chianca Chumbinho 12,60
Vice-campeão Franklin Serpa 11,00
3º Yan Guimarães 10,50
4º Simão Romão 8,55
5º Leandro Bastos
5º Hugo Bittencourt
7º Jose Eduarto
7º Vitor Ferreira

Profissional Feminino
Campeã Kayane Reis 14,50
Vice-campeã Taís Almeida 10,05
3ª Julia Camargo 9,10
4ª Julia Duarte 3,75
5ª Maju Freitas
5ª Ariane Mateik

Open
Campeão Ruan Polessa 11,00
Vice-campeão Gabriel Mureb 10,50
3º Rodrigo Antunes 7,50
4º Thiago Bittencourt 5,75
5º Pedro Paiva 5,30
6º Raphael Guimarães 3,75

Comentários