Confira os resultados da 1ª Etapa do Circuito Cearense de Surfe 2022

Visitantes fazem a festa e vencem as principais categorias em etapa histórica


 

Mateus Sena - Foto: divulgação

Foi finalizado no último domingo (23) o NO GRAU Surf Pro, 1ª Etapa do Circuito Cearense de Surfe 2022, que teve início na sexta-feira (21) e definiu os líderes do Circuito Cearense de Surfe em suas 16 categorias. O palco para o show dos melhores atletas do surfe nordestino foi a paradisíaca Praia da Caponga, localizada no município de Cascavel, que pela primeira vez em 33 anos de história do certame estadual, recebeu uma etapa oficial, para a alegria dos entusiastas do surfe local.

O grande campeão da principal categoria do evento foi o potiguar Mateus Sena. Vencendo todas as baterias que disputou, o potiguar mostrou mais uma vez que está em excelente forma superando grandes nomes do surfe cearense e nordestino e conquistaando o lugar mais alto do pódio. Com a vitória Mateus larga na frente da corrida por um dos títulos mais cobiçados do surfe nordestino e brasileiro, o de Campeão Cearense Pro.

Victor Costa - Foto: diivulgação

A mais importante bateria do dia foi um resumo de que foi visto durante todo o evento. Na água quatro surfistas de três diferentes estados: os potiguares Mateus Sena e Victor Costa, o paraibano Elivelton Santos e Artur Silva, o único cearense. Tanto Mateus como Artur chegaram à grande final vencendo todas as baterias que disputaram e estavam determinados a sair da Caponga com o troféu de campeão. Contudo, chegar em uma final do Circuito Cearense de Surfe definitivamente não é para qualquer um, e todos os finalistas tinham totais condições de sair da Caponga com o troféu de campeão.

O potiguar Victor Costa, apesar de ter terminado na quarta colocação, finalizou o evento como o detentor da maior nota da etapa, isto é, para ele ter sido o campeão, bastava que a nota 9,0 que ele assinou nas quartas de final, tivesse sido na grande final.O terceiro colocado foi o não menos talentoso Elivelton Santos. Sempre empurrado pela torcida, o carismático Índio Voador terminou como o detentor do maior somatório da competição: 17,00 pontos, de vinte possíveis. Se fosse na final ele também teria saído da Caponga com o título de Campeão.

Elivelton Santos - Foto: divulgação

Artur Silva, o único cearense na grande final, ficou com a missão colocar o Ceará na ponta do ranking da Profissional. Apesar da qualidade dos adversários, Artur, que já venceu várias etapas do Circuito Cearense e Brasileiro, também poderia ter saído campeão, pois foi superado por apenas 0,55 pontos na única bateria do evento que ele não venceu.

Mas, Mateus Sena estava simplesmente implacável! As disputas foram eletrizantes e ao final parecia que, apesar das investidas dos adversários, ninguém conseguiria superá-lo e se seu conterrâneo Victor tivesse tirado um 9,0 ele faria 9,50. Se Elivelton tivesse cravado 17,00 pontos, ele teria feito 17,50. E se Artur tivesse tirado um 10,00, ele, de alguma forma, iria fazer 10,50. Seu foco e determinação é tamanho que ele parece sempre fazer o que for preciso para vencer. É uma verdadeira máquina de competir e pelo segundo ano consecutivo, assume a ponta do Certame Alencarino de Surfe na etapa de abertura e se transforma no pesadelo dos cearenses que sonham com o título mais importante dentre as 16 categorias disputadas no torneio.

Artur Silva - Foto: divulgação

"Eu estou muito feliz. Esse é meu terceiro campeonato esse ano e estou em um ritmo muito bom. Eu amo o Ceará. Competir aqui é sempre um prazer e uma honra. Aqui tenho conquistado grandes resultados e sempre é um desafio, porque esse circuito é muito competitivo. Espero competir em todas as etapas esse ano e terminar melhor que 2021", declarou o campeão, que no ano passado competiu apenas duas etapas do Cearense, venceu ambas e terminou o circuito como Vice-Campeão Profissional.

RESULTADOS

PROFISSIONAL

1º Mateus Sena-RN

2º Artur Silva-CE

3º Elivelton Santos-PB

4º Victor Costa-RN

OPEN MASCULINO

1º Victor Costa-RN

2º Elivelton Santos-PB

3º Daniel Costa-RN

4º Douglas Alves-CE

OPEN FEMININO

1ª Ana Luiza-PB

2ª Letícia Cavalcante-CE

3ª Jéssica Santos-CE

4ª Mayra Oliveira-CE

SUB 18 MASC

1º Luan Ferreira-PE

2º Raoni Rocha-CE

3º Gustavo Diniz-CE

4º Walid Pozier-CE

SUB 18 FEM

1ª Ana Luiza-PB

2ª Ster Cavalcante-CE

3ª Rita de Cássia-CE

4ª Gabriely Queiroz-CE

MASTER

1º Isaías Silva-CE

2º Gleison Sardinha-CE

3º Márcio Farney-CE

4º Phelipe Maia-CE

KAHUNA

1º Luciano Cavalcante-CE

2º Carlos Santana-CE

3º Nardo Lopes-CE

4º Alessandro Nogueira-CE

LEGEND

1º Marcelo Bibita-CE

2º Jaime Farinha-PE

3º Cirilo-CE

4º Bichinho-CE

LONGBOARD FEMININO

1ª Flora Arruda-CE

2ª Jessi Jeri-CE

3ª Sol Tostes-CE

4ª Esmeralda Garzon-CE

LONGBOARD MASCULINO

1º João Pedro-CE

2º Eliz Silva-CE

3º Marcelo Bibita-CE

4º Carlos Clécio-CE

LONGBOARD MASTER

1º Marcelo Bibita-CE

2º Carlos Clécio-CE

3º Ronaldo Unias-CE

4º Renê Fernandes-CE

SUB 16

1º Luan Ferreira-PE

2º Alessandro Costa-CE

3º Bernardo Brizola-RN

4º Walid Pozier-CE

SUB 14

1º Pablo Paiva-CE

2º Victor Santos-RN

3º Bernardo Brizola-RN

4º Phelipe Silva-CE

SUB 12

1º Nicolas Silva-CE

2º Bernardo Brizola-RN

3º Phelipe Silva-CE

4º Saymon Rocha-CE

SUB 10

1º Saymon Rocha-CE

2º Francisco Willian-CE

3º Lucas Peixoto-CE

4º Eduardo Monteiro-CE

SUB 8

1º Artur Felipe-CE

2º Paulo Ricardo-CE

3º Mariana Pinheiro-CE

4º João Miguel-CE

 

Comentários