CT França 2018 - Filipe fora, Medina dentro

Líder do ranking surfou muito bem, mas seu adversário na terceira fase também arrebentou e eliminou o brasileiro


A briga pelo título mundial vai ganhando emoção a cada fase do CT França 2018. Em ondas de quase 2m de altura em Hossegor, rolaram nesta quarta-feira 17 baterias das fases 2 e 3 dos homens, e o impacto do dia foi a eliminação do líder do ranking Filipe Toledo.

Assista as disputas AO VIVO.

Filipe Toledo com o pai Ricardinho. Foto: WSL / Poullenot.

Filipe Toledo com o pai Ricardinho. Foto: WSL / Poullenot.



Filipinho, que não estreou bem no evento, mas que passou pela repescagem, teve pela frente o convidado da etapa, o atual número 2 do QS, Ryan Callinan. Os dois arrebentaram nas esquerdas, mas o australiano levou a melhor apesar do brasileiro ter arrancado a maior nota. Nessa apresentação, que valeu 9 pontos, Filipe foi do outside ao inside soltando muitas manobras.

Porém quando restavam nove minutos para o término do confronto, Ryan foi em busca dos 8,68 que precisava para reverter o placar. Ele remou numa esquerda e abriu os trabalhos com uma batida chutando a rabeta por cima do lip, depois rasgou forte, rasgou novamente e no inside deu uma batida forte para finalizar. A nota saiu e foi um pouco acima do que ele precisava: 8,77 pontos. Dali pra frente o australiano não surfou mais e o brasileiro não teve chances para arrancar os 7,80 que precisava para vencer. Essa foi a segunda vez no ano que Filipe termina uma prova em 13º lugar.

Ryan Callinan. Foto: WSL / Masurel.

Ryan Callinan. Foto: WSL / Masurel.



A bateria seguinte também era muito importante para o título mundial, já que Gabriel Medina, atual segundo colocado na lista dos melhores, estava presente. Sem notas altas e manobras muito expressivas, com exceção de uma junção forte e fluída, o campeão mundial de 2014 superou Wiggolly Dantas.

Gabriel Medina. Foto: WSL / Masurel.

Gabriel Medina. Foto: WSL / Masurel.



Essa foi a sétima bateria do round 3 e fechou o dia de resultados polêmicos, principalmente em duelos que envolveram brasileiros. Tudo começou com Tomas Hermes na penúltima bateria da repescagem. Ele estava na liderança até o minuto final quando o havaiano Ezekiel Lau achou um tubo profundo numa onda média. A nota demorou a sair e os 7,93 eliminaram Tomas, que soltou o verbo na entrevista para a WSL. Segundo ele os juízes enviam para os atletas quais serão os critérios do dia, porém quando o campeonato começa eles não conseguem mais entender nada do que os árbitros julgam como melhor para conquistar notas altas.

Aí o round 3 começou e as três primeiras baterias foram complicadas para os brasileiros. Assim como Tomas, Italo Ferreira perdeu nos instantes finais. Depois Yago Dora também foi eliminado por um placar apertadíssimo e Ian Gouveia chegou no final precisando de 5,01 pontos, pegou uma onda e recebeu apenas 4,80 dos juízes, o que eliminou o brasuca.

Italo Ferreira. Foto: WSL / Poullenot.

Italo Ferreira. Foto: WSL / Poullenot.



A boa notícia é que além de Medina, Willian Cardoso e Adriano de Souza também já estão classificados para a quarta fase, esse último com direito a um show. Adriano pegou uma esquerda da série e soltou cinco rasgadas, sendo as primeiras três bem no crítico, e ainda bateu forte no inside para finalizar. O campeão mundial de 2015 comemorou a atuação que valeu 8,70 pontos. Pior para o australiano Adrian Buchan que perdeu precisando de 9,43 pontos.

Pela terceira fase ainda resta competir Michael Rodrigues pelo Brasil. E olhando para a briga pelo título mundial, também ainda vamos ter o atual terceiro colocado no ranking Julian Wilson na fase.

Adriano de Souza. Foto: WSL / Masurel.

Adriano de Souza. Foto: WSL / Masurel.



Próxima chamada

A próxima chamada para o CT França 2018 acontece nesta quinta-feira às 3h no horário de Brasília.

Assista as disputas AO VIVO.

Round 2 Masculino (baterias realizadas nesta quarta-feira)

3: Wiggolly Dantas (BRA) 10.00 x Wade Carmichael (AUS) 6.83

4: Kolohe Andino (USA) 13.07 x Keanu Asing (HAW) 11.13

5: Joan Duru (FRA) 11.44 x Kanoa Igarashi (JPN) 10.56

6: Matt Wilkinson (AUS) 11.50 x Michel Bourez (PYF) 9.00

7: Willian Cardoso (BRA) 13.44 x Miguel Pupo (BRA) 3.60

8: Ian Gouveia (BRA) 12.36 x Jeremy Flores (FRA) 9.50

9: Conner Coffin (USA) 14.00 x Jesse Mendes (BRA) 11.43

10: Michael Rodrigues (BRA) 14.10 x Michael February (ZAF) 12.93

11: Ezekiel Lau (HAW) 13.93 x Tomas Hermes (BRA) 13.80

12: Yago Dora (BRA) 15.77 x Frederico Morais (PRT) 15.57

Round 3 Masculino

1: Matt Wilkinson (AUS) 13.90 x Italo Ferreira (BRA) 13.84

2: Conner Coffin (USA) 10.43 x Yago Dora (BRA) 10.27

3: Jordy Smith (ZAF) 10.50 x Ian Gouveia (BRA) 10.30

4: Willian Cardoso (BRA) 11.13 x Connor O'Leary (AUS) 11.07

5: Adriano De Souza (BRA) 15.20 x Adrian Buchan (AUS) 11.14

6: Ryan Callinan (AUS) 16.80 x Filipe Toledo (BRA) 16.60

7: Gabriel Medina (BRA) 11.33 x Wiggolly Dantas (BRA) 8.37

Bateruas restantes da fase

8: Michael Rodrigues (BRA) x Ezekiel Lau (HAW)

9: Mikey Wright (AUS) x Joel Parkinson (AUS)

10: Kolohe Andino (USA) x Patrick Gudauskas (USA)

11: Griffin Colapinto (USA) x Sebastian Zietz (HAW)

12: Julian Wilson (AUS) x Joan Duru (FRA)

Round 3 Feminino

1: Carissa Moore (HAW), Johanne Defay (FRA), Vahine Fierro (PYF)

2: Stephanie Gilmore (AUS), Malia Manuel (HAW), Courtney Conlogue (USA)

3: Lakey Peterson (USA), Coco Ho (HAW), Bronte Macaulay (AUS)

4: Tatiana Weston-Webb (BRA), Sally Fitzgibbons (AUS), Macy Callaghan (AUS)

Comentários