CT J-Bay 2018 - Sete brasileiros vivos no round 3

Terça-feira teve visita de tubarão e 14 baterias realizadas


O Brasil chegou com oito sufistas na terceira fase do CT J-Bay 2018, mas o primeiro a competir no round caiu. Tomas Hermes participou da última bateria da segunda fase e venceu, nos momentos finais, o australiano Matt Wilkinson. Logo depois ele voltou pra água e encarou o sul-africano Jordy Smith no terceiro confronto do round 3.

Jordy fez uma boa escolha de ondas e desfilou com seu belo estilo. O brasileiro partiu pra cima, fez uma onda inteira que valeu 7,03, porém perdeu precisando de 7,05 pontos. Esse também foi o segundo duelo de Jordy nesta terça-feira. Na primeira participação o sul-africano despachou o norte-americano Kelly Slater, que voltou aos eventos ficando em 25º lugar.

Nesta terça-feira de altas ondas no pico sul-africano de Jeffreys Bay, que chegaram a 1,5m de altura, outros cinco brasucas vestiram a lycra de competição, todos para o round 2. Os goofies Miguel Pupo, Ian Gouveia e Jessé Mendes foram eliminados, enquanto os regulares Michael Rodrigues e Adriano de Souza avançaram.

Com um surf sólido Michael não deu chances para o havaiano Keanu Asing. Já o duelo entre Adriano e Patrick Gudauskas foi mais equilibrado, porém só até o brasileiro escovar uma direita, arrancar 8,50 pontos, e complicar o caminho do norte-americano. Patrick  ameaçou voltar pra briga com 7,60, mas não teve mais chances de virada.

Baixas brasileiras

Miguel entrou na primeira disputa do dia, a terceira da repescagem. O duelo contra o taitiano Michel Bourez foi parelho e terminou com um resultado apertado: 12,16 a 11,50. O resultado do confronto entre os goofies Ian e Owen Wright (AUS) foi mais apertado ainda. O brasileiro começou com 6 pontos e logo depois conquistou uma nota 8, mas Owen somou duas ondas (7,43 e 6,83) e venceu por apenas 0,03. E Jessé Mendes perdeu no fim para o australiano Mikey Wright. O brasileiro surfou muito bem de backside em J-Bay, mas o aussie também estava num bom ritmo e complicou o caminho de Jessé.

Agora o Brasil tem sete surfistas vivos na competição, e duas baterias da terceira fase vão ser entre atletas tupiniquins: Filipe Toleo contra Yago Dora e Adriano de Souza contra Michael Rodrigues. Wiggolly Dantas vai tentar parar o atual líder do ranking, o australiano Julian Wilson; Willian Cardoso vai pra cima do japonês Kanoa Igarashi e Gabriel Medina vai fechar a fase contra o australiano Connor O’Leary.

Maior nota

A melhor apresentação do evento até agora aconteceu nesta terça-feira. O australiano Joel Parkinson, bicampeão na etapa de J-Bay, surfou um longo tubo na primeira disputa do terceiro round, arrancou 9,37 pontos e mandou pra casa Michel Bourez.

Confira as melhores apresentações desta terça-feira



Tubarão

Durante o segundo duelo do round 3, entre o norte-americano Conner Coffin e o australiano Adrian Buchan, um tubarão foi visto e a competição foi paralisada, porém após cerca de 20 minutos o evento foi reiniciado.

Próxima chamada

A próxima chamada para o CT de J-Bay acontece nesta quarta-feira às 2h30 no horário de Brasília.

Assista as disputas AO VIVO e veja todos os RESULTADOS.

Confira também:

Comentários