Guarujá Open 2017 chega com novidades e mais categorias

Circuito terá a Petit e a Pro-AM, além da Expression Sessionn, com disputas em 3 dias e abertura confirmada para 11 a 13 de agosto


Reformulado, ampliado, com ainda mais atenção aos competidores. O Rip Curl Guarujá Open 2017 chega com novidades e mais categorias para atender a demanda observada na Cidade. O Circuito, patrocinado por sucos Do Bem, passa a ter disputas na petit, para surfistas com até 10 anos, na pro-am, substituindo a open e com premiação em dinheiro, e a expression session, uma bateria valendo a manobra mais radical.

Cartaz do evento.

Cartaz do evento.



As três etapas do Circuito passam a ter três dias de duração, com os locais escolhidos conforme as condições de ondas na ocasião das disputas. Serão 188 atletas divididos em 11 categorias, duas a mais que nos anos anteriores, desde a base até a master, longboard e mesmo o SUP Wave. O título de supercampeão guarujaense, definido entre os campeões municipais, segue como grande atração na final do campeonato, valendo uma viagem para a Indonésia, cortesia da Ocean Travel.   

Este é o nono ano seguido que a Rip Curl é a patrocinadora master, com o objetivo de potencializar a força e tradição do surf em Guarujá. “A proposta é revelar e incentivar talentos locais. A Cidade sempre foi uma grande formadora de competidores e assumimos compromisso, principalmente pela relação que temos, pela Rip Curl ter escolhido a praia da Enseada para a sua operação no Brasil”, afirma o gerente de marketing da Rip Curl, Fernando Gonzalez.

“Nesse ano, a Rip Curl comemora 15 anos da sua chegada à Cidade e a continuação da nossa participação nesse importante circuito municipal é uma maneira de agradecermos a comunidade local”, acrescenta.

A abertura do campeonato está confirmada para 11 a 13 de agosto. A segunda etapa será de 1º a 3 de setembro e a final dias 6, 7 e 8 de outubro. “As praias de disputa continuarão a ser definidas no formato ‘The Search’, ou seja, onde as condições estiverem melhores nos dias de competição, considerando a ondulação e ventos”, ressalta Gonzalez.

O novo presidente da Associação de Surf de Guarujá (ASG), Ademir Silva, destaca que as novidades apresentadas foram reivindicadas pelos atletas e pais. “A petit foi um pedido dos pais e também queríamos fortalecer o trabalho de base, preparar novos valores. Também criamos a pro-am pensando nos nossos atletas, em dar oportunidades”, ressalta Ademir.

“A premiação, a princípio será de três mil reais, mas queremos aumentar. Estamos em busca de um parceiro”, revela o presidente. “Também estamos reformulando a ASG para ter associados. A participação efetiva dos surfistas”, acrescenta o diretor de marketing da entidade, Marcel Calixto. “Com certeza, teremos um circuito de alto nível, revelando talentos, reunindo o que há de melhor, como Guarujá merece”, complementa.

O Rip Curl Guarujá Open de Surf 2017 é apresentado pela ASG. Patrocínio: Sucos Do Bem. Apoios: Prefeitura Municipal de Guarujá, através da Secretaria de Esportes e Lazer, Leads, Faup Comunicação Visual, Ocean Travel, Millenium, Rip Wave, CFour Shaper Supply, Fu Wax, CT de Surf Lugar ao Sol, Colégio Don Domênico, Cross Fit Guarujá. Supervisão: Federação Paulista de Surf. Divulgação FMA Notícias e Revista Hardcore.

Supercampeão Guarujaense 2016

1 Luan Hanada

2 Carlos Eduardo

3 Matheus Mariano

4 Juquinha Júnior

Rankinig Final 2016

Open

1 Carlos Eduardo – 2.000

2 Gabriel André – 1.800

3 Luiz Diniz – 1.539

4 Marcio Pitcho – 1.240

Júnior

1 Matheus Mariano – 2.000

2 Alax Soares – 1.710

3 Vitor Mendes – 1.556

4 Théo Fresia – 1.466

Mirim

1 Luan Hanada – 2.000

2 Júnior Siqueira – 1.556

3 Victor Hugo – 1.385

4 Tarcísio Souza – 1.341

Iniciante

1 Juquinha Júnior – 1.800

2 Diego Oliveira – 1.539

2 Derek Matos – 1.539

4 Derek Moura – 1.312

Estreante

1 Yuri Beltrão (Santos) - 2.000

2 Everton Freitas – 1.556 – campeão guarujaense

3 Rian Araújo – 1.539

4 Arthur Goulart – 1.466

Master

1 Tekinho do Tombo – 1.900

2 Ricardo Pupo – 1.629

3 Binho Hanada – 1.466

4 Jojó de Olivença – 1.387

Feminina

1 Stephanie Frumento – 1.656

2 Terena Assis – 1.466

3 Erica Lima – 1.458

4 Melissa Policarpo – 1.187

Longboard

1 Leco Salazar (Santos) 1.810

2 Daniel Farias – 1.466 – campeão guarujaense

3 Marcelinho do Tombo – 1.187

4 Adriano Lima – 1.062

SUP Wave

1 Luiz Diniz – 2.000

2 Leco Salazar (Santos) – 1.800

3 Wellington Reis (São Sebastião) – 1.620

4 Leandro Alemão (São Sebastião) – 1.385

Fonte: FMA Notícias

Galeria dos Supercampeões do Circuito Guarujaense de Surf

2002 – Rodrigo Silva

2003 – Ricardo Silva

2004 – Leonardo Oliveira

2005 – Ricardo Silva

2006 – Magno Pacheco

2007 – Emerson Silva

2008 – Emerson Silva

2009 – Yagê Araújo

2010 – Wesley Moraes

2011 – Gabriel André

2012 – Yagê Araújo

2013 – Magno Pacheco

2014 – Magno Pacheco

2015 – Eduardo Motta

Comentários