Saquarema Surf Festival QS 3000: Herdy domina o expresso de Itaúna

O segundo dia do Saquarema Surf Festival foi reservado para as fases iniciais do Quiksilver Pro 3000, segunda etapa do WQS na região América do Sul para as temporadas 21/22


Depoimento Mateus Herdy

Expresso Itaúna, máquina de ondas. Chamem do que quiserem, mas a verdade é que a Praia de Itaúna honrou o nome Maracanã do Surfe nesta terça-feira no Saquarema Surf Festival. Foi o dia da estreia das pranchinhas, no Quiksilver Pro 3000, segunda etapa da perna sul-americana da temporada 21/22. Acostumado a brincar nesta praia na infância, o niteroiense radicado em Florianópolis Mateus Herdy fez das ondas perfeitas de 1,5 metro de Itaúna um playground e arrasou com duas ótimas notas, voando alto em aéreos full rotation para vencer sua bateria e marcar o melhor somatório do dia, com 16 pontos (8,5 + 7,5).Apesar das longas esquerdas que estavam quebrando, Herdy apostou nas direitas, um pouco mais curtas, mas que facilitariam as manobras inovadoras.

Matheus Herdy - Foto: Thiago Diz

“Foi bem divertido. As direitinhas estavam parecendo um pointbreak, com um vento bom para dar aéreo. Eu vinha competir aqui quando era amador e a vala estava bem parecida com as que eu encontrava naquela época”, lembrou Herdy, que está em 17º no ranking da Challenge Series e com chances de chegar ao CT em 2022, e ao chegar na praia mais cedo logo lembrou de sua infância.

A bateria, última do dia e válida pela segunda fase (round de 96), foi emocionante, mesmo com o domínio de Herdy desde o toque da sirene, quando ele desceu sua primeira onda. A disputa pela segunda vaga durou até os minutos finais e o peruano Miguel Tudela, atleta olímpico, virou na última onda, uma esquerda potente e bem trabalhada, que lhe valeu 6,90, chegando a 11,25 pontos.

“Estou muito contente em estar aqui no Rio pela primeira vez, as ondas estão boas, é um point break e fica bem para um peruano. Estou feliz em passar as baterias”, disse Tudela, que na primeira fase avançou em primeiro na oitava bateria do dia.

Visual tradicional de Saquarema - Foto: Thiago Diz

De um dos destaques da nova geração para um dos nomes que estão surgindo com força no cenário mundial. O niteroiense Mateus Herdy, que também estreiou hoje, pois o cronograma prevê a realização de oito baterias deste round, chegou a Saquarema lembrando dos tempos de garoto.

“Saquarema é um lugar que venho desde moleque. Acabei de chegar na praia. Tá muito parecido de quando eu era pequeno e vinha competir os campeonatos, a esquerda de Itaúna, a direita para dentro do canal, com o vento terral batendo”, disse Herdy, elogiando o fato de muitos atletas iniciantes ou mesmo amadores tenham a chance de competir numa onda que faz parte do CT.

O local Daniel Templar avançou para os round dos 96 -  Foto: Wagner Consol

Com a memória afetiva em dia, Herdy, que está na luta por uma vaga no CT 2022, não veio brincar em Saquarema e admite uma pequena, com a ressalva de que é bem pequena, vantagem por competir numa praia que costumava surfar quando criança.

“Faz muito tempo que não surfo aqui. Vou dar uma caída, fazer um treino, lembrar que essa onda tem um balanço, mas vim aqui para ganhar.O surfista ainda fez questão de elogiar as ondas da Praia de Itaúna, o Maracanã do Surfe:

“Tem altas ondas. Saquarema é a capital do surfe no Brasil. Acredito que seja o lugar que dá mais onda no Brasil”

O jovem Gustavo Santos escovando uma esquerda em Itaúna - Foto: Wagner Consol

PRÓXIMA CHAMADA ÀS 7H30 DE QUARTA-FEIRA - 17/11
8h - R2 (96) Quiksilver Pro Men’s QS 3000 com 8 baterias;
10h40 - R1 (32) ROXY Pro Women’s QS 3000 com 8 baterias
13h20 - R3 (64) Quiksilver Pro Men’s QS 3000 com 8 baterias;

CONFIRA OS RESULTADOS COMPLETOS 

CONFIRA MAIS SOBRE O SAQUAREMA SURF FESTIVAL

Saquarema Surf Festival: Raoni brilha na primeira fase e Herdy volta à infância em Itaúna

Saquarema Surf Festival: segundo dia de competições começa com altas ondas

Saquarema Surf Festival: peruano e americano são os destaques do primeiro dia no longboard

Saquarema Surf Festival começa com a categoria Longboard

Saquarema Surf Festival: Phil Rajzman fala sobre suas expectativas

Saquarema Surf Festival: Renan Pulga fala sobre suas expectativas

Saquarema Surf Festival já atinge 247 inscritos nas seis competições

213 Sports e WSL Latin America realizam o Saquarema Surf Festival

Confira o resultado das triagens para o Saquarema Surf Festival

Sobre o Festival

Inspirado nos grandes festivais que aconteceram na cidade nos anos 1970, a competição reúne mais de 200 atletas divididos em: 128 participantes no Quiksilver Pro QS 3000 masculino; 32 no ROXY Pro QS 3000 feminino; 32 na categoria Pro Junior Sub-20 masculina; 16 na Pro Junior feminina; 32 no Longboard masculino e 16 no Longboard feminino. Todos os eventos acontecerão com o princípio da igualdade na premiação para homens e mulheres e serão transmitidos ao vivo pelo WorldSurfLeague.com.

O Saquarema Surf Festival será realizado em memória ao bicampeão brasileiro Leo Neves, que faleceu em 2019 enquanto competia nas mesmas ondas da Praia de Itaúna. A 213 Sports quer fixar este Festival de Surf como uma segunda data no calendário esportivo de Saquarema, que desde 2017 vem sediando a etapa brasileira do World Surf League Championship Tour. No entanto, a última aconteceu em 2019, devido à pandemia do Covid-19, então o Saquarema Surf Festival também vai marcar o retorno das competições na Capital Nacional do Surf.

O Saquarema Surf Festival apresentado pela Prefeitura Municipal de Saquarema é um evento licenciado pela WSL Latin America para a 213 Sports realizar uma etapa do WSL Qualifying Series e seletivas sul-americanas para os mundiais das categorias Pro Junior e Longboard, todas para homens e mulheres competirem na Praia de Itaúna. O evento acontece com o patrocínio da Quiksilver, ROXY, 51 ICE, Corona, apoio da Orthopride, Stanley Brasil, Monster Energy e parceria da Federação de Surf do Estado do Rio de Janeiro (FESERJ), Associação de Surf Saquarema, MegAçaí e dos sites Ricosurf e Waves e da Radio Cidade. O evento será transmitido ao vivo pelo WorldSurfLeague.com.

Comentários