Vídeo Bodyboarding - 9º Shock Master Challenge bomba em Niterói

O evento contou com a participação de 12 atletas convidados




Foi realizado no dia 23 de setembro a 9ª edição do “Shock Master Challenge”, evento este realizado no pico de fundo de pedra que leva o mesmo nome (Shock), localizado na Praia de Itacoatiara, Niterói/RJ.
 
O evento contou com a participação de 12 atletas convidados, sendo composto na sua grande maioria de atletas das categorias Grand Masters e Legends, ou seja, acima de 40 anos.

Os felizardos foram os irmãos Guilherme e Rodrigo Correa, Rafael “Presunto”, Rodrigo Monteiro, Tulasi Rodrigues, Celio Baptista, Felipe “Didi” Medeiros, Guilherme Gianelli, Fabio Simonin, Robson Costa, Samuel “Samuca” Gutierrez e Léo Ribeiro, que puderam desfrutar de um “’Shock nervoso” com ondas em torno de 1 metro e a bancada praticamente exposta. A ondulação estava predominante na direção Sudeste, o que jogava as ondas para cima das pedras e tornava o cenário ainda mais perigoso.

Os atletas foram divididos em 4 baterias de três atletas, onde todos entravam na água duas vezes, somando as duas melhores ondas de cada round, totalizando assim 4 ondas somadas nos dois rounds com os cinco maiores pontuadores fazendo a grande final.

Vários atletas acabaram se machucando e as baixas do dia foram para Guilherme Gianelli, que bateu de cabeça, ocasionando-lhe vários cortes no rosto e, também, Tulasi Rodrigues que ralou os dois joelhos num drop malsucedido.

Os destaques da fase classificatória ficaram para Rodrigo Correa, que deu um show de conhecimento do pico e terminou em 1º lugar na fase classificatória. O segundo maior somatório ficou com Fabio Simonin, atleta super competitivo que sempre dá trabalho nas competições que participa.

O terceiro somatório ficou com o “menor” do grupo, Tulassi Rodrigues, atleta mais novo (25 anos) entre os convidados. Em quarto lugar ficou Guilherme Correa que é exímio conhecedor do Shock, e na disputa do quinto lugar houve um empate técnico entre Rafael Presunto e Felipe “Didi”, mas no desempate “Presunto” que pegou boas ondas no round 2, e teve o somatório das 3 melhores ondas e foi o último a se classificar para a final.

A bateria final foi num momento que a maré estava subindo, o que gerou um grande volume de água sobre a bancada e deixou as ondas um pouco mexidas e com os tubos na sua grande maioria fechando. Assim, por tal fato, os atletas tiveram que demonstrar habilidade e controle para se virar com o que tinham e não se machucarem na rasa bancada. Todos estavam “sedentos” para conquistar o título e levar a cobiçada caneca de campeão.

Fabio Simonin, que foi um dos melhores na fase classificatória, não encontrou as ondas e ficou na 5ª colocação. No pelotão intermediário, entre o 4º e o 2º lugar, a diferença foi de apenas 1 ponto entre Guilherme Correa (4º), Rafael Presunto (3º) e Tulassi Rodrigues (2º) que pegaram boas ondas e fizeram boas manobras, mas não foram suficientes para barrar o inspirado Rodrigo Correa que manteve a constância da fase classificatória e levantou mais uma vez a Caneca de Campeão do “Shock Master Challenge”.

E para finalizar, como de costume, os atletas e a comissão técnica se reuniram em uma confraternização para entrega das “Canecas”, com direito a cerveja gelada e um churrasco da melhor qualidade, sem contar com a descontração e a vibe positiva dessa galera.

Como os finalistas não podem receber dois prêmios na mesma etapa, o prêmio extra de melhor tubo ficou com o atleta Rodrigo Monteiro, conquistado durante o round 1 da fase classificatória e o prêmio "Go for It", para o atleta Guilherme Gianelli que se jogou pra valer nas ondas e acabou pagando com a própria carne após sofrer um acidente de percurso.

O evento também contou com homenagem ao atleta e amigo Léo Ribeiro que está de mudança para os EUA.

Resultado Final

1º - Rodrigo Correa

2º - Tulassi Rodrigues

3º - Rafael Presunto

4º - Guilherme Correa

5º - Fabio Simonin

Melhor Tubo: Rodrigo Monteiro

Go for It: Guilherme Gianelli

Homenagem Shock Master: Léo Ribeiro

Comentários