Notícias

>

Estadual Júnior do Rio: Sunny Pires e Lanay Thompson são os nomes

Domingo (31) de ondas pesadas define os campeões amadores do Maricá Surf Pro AM 2022. Atleta de Búzios, Sunny Pires marca duas notas 9.00 pontos, vence a categoria Sub-18 e fatura R$ 2.500 mil.

Escrito por

Carlos Matias

|

Publicado em:

01/08/2022

|

Atualizado em:

01/08/2022

-

18:10

|

6 min de leitura

6 min de leitura

Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Sunny Pires – Foto Gleyson Silva

Sunny Pires foi o grande nome das finais amadoras do Maricá Surf Pro AM. O buziano marcou duas notas 9.00 pontos, uma na semi e outra na final da categoria Sub-18 masculina. Com a vitória ele embolsou R$ 2.500 mil. Paloma Olivero, também de Búzios, venceu a Sub-18 feminina e Lanay Thompson foi campeã duas vezes na etapa válida pelo Estadual Júnior do Rio. As finais amadoras do Maricá Surf Pro AM 2022 aconteceram em Jaconé. O palco principal da etapa, Ponta Negra, ficou sem condições de surfe pelo segundo dia consecutivo. Com isso, a FESERJ foi ágil e novamente transferiu a etapa para outra praia de Maricá. O pico bombou novamente, dessa vez com algumas séries acima de 1,5 metro. O buziano Sunny venceu as três baterias que disputou no dia. Na segunda participação, na semifinal, ele começou com 7.00 pontos e na terceira onda fez 9.00 para vencer com o segundo maior somatório de todo o Maricá Surf Pro AM 2022, atrás apenas do 17.37 conquistado pelo campeão profissional Cauã Costa.

O atleta chegou na final e na segunda onda fez duas manobras fortes de frontside para anotar outra nota 9.00 pontos, a segunda maior do evento. Depois ele marcou mais 4.90 e abriu larga vantagem para os adversários. Em segundo lugar ficou o baiano Rayan Fadul, em terceiro o saquaremense Rickson Falcão e em quarto Yan Sondahl.

“A final foi muito difícil. Altas ondas, mas com a maré muito cheia as séries ficaram demoradas. Graças a Deus eu consegui encaixar as manobras e estou muito feliz de ter vencido esse campeonato. Só quero agradecer aos meus patrocinadores e a minha família”, disse o campeão Sunny, que faturou R$ 2.500 mil.

Rickson Falcão – Foto Gleyson Silva

Mais de Búzios – Outro título do Maricá Surf Pro AM 2022 foi pra Búzios. Paloma Olivero quebrou o bico da prancha logo no início da bateria, mas voltou com o mesmo foguete para o outside e venceu a final. A atleta marcou 7.50 pontos, contra 6.75 da vice-campeã, a pernambucana Nicole Santos. Na terceira posição ficou Laiz Costa e na quarta Leticia Calleia.

“Pô, foi irado! Muita loucura, pois veio uma onda na beira, eu fiz ela até o final e quebrei o bico da prancha. Mas entrei novamente com ela, já que estava sem outra prancha, e tive que fazer o máximo com o bico quebrado. Deu tudo certo!”, contou Paloma, que faturou R$ 2.500 mil.

Lanay Thompson carregada por seu pai, Dionísio Santos – Foto Gleyson Silva

Lanay com dois títulos – Outra surfista de destaque nas finais do Maricá Surf Pro AM 2022 foi Lanay Thomspon, do Recreio dos Bandeirantes. Ela, que está no último ano da Sub-12, venceu a categoria e também a Sub-14. Na Sub-12 das meninas ela venceu com folga. Na Sub-14 ela teve mais dificuldade. Lanay abriu com 7.00 pontos conquistados com duas manobras, porém sofreu a virada de Sarah Ozório. Porém, quando restavam apenas quatro minutos para o fim, Lanay fez uma rasgada de frontside e reassumiu a liderança para não sair mais.

“Estou muito feliz de ter vencido duas categorias. Foi bem difícil, pois as meninas estão quebrando, surfando muito”, contou Lanay, que também falou sobre a onda nota 7.00 pontos. “Foi uma onda da série que deu pra dar duas manobras. Foi muito irada! Estou muito feliz que Deus mandou aquela onda pra mim”.

Lanay Thompson venceu a Sub 12 e Sub 14 – Foto Gleyson Silva

Vitória pra Niterói – Entre os homens da categoria Sub-12, deu João Peixoto. O surfista de Niterói estava em segundo lugar, atrás de Petrus Dantas, mas conquistou 6.40 pontos com duas manobras, foi para a primeira posição e venceu. Petrus foi o vice, Cauã Diniz o terceiro e Lui da Matta o quarto.

“Foi emocionante (a final). Eu nunca tinha vencido na vida. Essa é a minha primeira vitória. Estou muito feliz! Eu consegui achar aquela onda (6.40), fui pra primeiro e conquistei a vitória”, comentou João.

Mais troféu para o Recreio – Na Sub-14 masculina deu Nathan Hereda, surfista do Recreio dos Bandeirantes. Logo no início da final ele marcou 8.00 pontos depois de atacar uma junção pesada. João Victor Coutinho marcou 3.05 e 5.00 e se manteve no jogo, mas Nathan conquistou 5.50 para garantir o título. João ficou na segunda posição. Rafael Oberlander (3º) e Benjamin Martins (4º) completaram o pódio.

“Aquela (junção) foi bem complicada, me esforcei muito pra voltar da manobra. O mar está bem difícil, mas dá pra achar ondas boas, só tem que esperar. É isso, dei o meu melhor, procurei as boas e deu certo”, falou Nathan.

Nathan Hereda – Foto Gleyson Silva

Saquarema no alto do pódio – O título da Sub-16 masculina foi pra Saquarema. Rickson Falcão, que ficou em terceiro lugar na Sub-18, foi o campeão. O atleta travou uma batalha contra o também saquaremense Rafael Lutfy. Rickson marcou 4.90 e 6.75 pontos para vencer com o somatório de 11.65 contra 11.15 de Rafael. Em terceiro ficou o cearense Guilherme Lemos e em quarto Gabriel Dantas.

“Estou muito feliz com minha vitória aqui em Jaconé. Tem umas ondas boas, mas as condições estão difíceis, com mar balançado. Eu consegui achar as ondas, peguei as boas. Todo mundo surfou bem e o campeonato foi animal! Obrigado a todos que estavam na torcida!”, disse Rickson.

Sub-16 feminina – Entre as meninas da Sub-16 deu Sarah Ozório. A surfista do Recreio dos Bandeirantes acertou uma forte batida de frontside numa junção pesada, anotou 8.25 pontos e abriu larga vantagem no placar. A vitória foi com o somatório de 12.85, contra 4.75 da segunda colocada, Paloma Olivero. Leticia Calleia (3ª) e Sofia Tinoco (4ª) completaram a final.

Paloma Olivero – Foto Gleyson Silva

Maricá Surf Pro AM 2022 – Estadual Júnior

Sub-18 Masculino

1 Sunny Pires 13.90 – R$ 2.500,00 + Prancha Oceanside
2 Rayan Fadul (BA) 9.35 – R$ 1.250,00
3 Rickson Falcão 9.25 – R$ 750,00
4 Yan Sondahl 5.75 – R$ 500,00

Sub-18 Feminino

1 Paloma Olivero 7.50 – R$ 2.500,00 + Prancha Oceanside
2 Nicole Santos (PE) 6.75 – R$ 1.250,00
3 Laiz Costa 5.65 – R$ 750,00
4 Letícia Calleia 5.45 – R$ 500,00

Sub-16 Masculino
1 Rickson Falcão 11.65
2 Rafael Lutfy 11.15
3 Guilherme Lemos (CE) 8.00
4 Gabriel Dantas 6.50

Sub-16 Feminino

1 Sarah Ozório 12.85
2 Paloma Olivero 4.75
3 Letícia Calleia 2.60
4 Sofia Tinoco 1.50

Sub-14 Masculino

1 Nathan Hereda 13.50
2 João Victor Coutinho 8.05
3 Rafael Oberlander 7.75
4 Benjamin Martins 6.00

Sub-14 Feminino

1 Lanay Thomspon 10.50
2 Sarah Ozório 9.40
3 Sofia Tinoco 8.55
4 Leticia Calleia 7.75

Sub-12 Masculino

1 João Peixoto 10.00
2 Petrus Dantas 6.60
3 Cauã Diniz 5.10
4 Lui da Matta 2.55

Sub-12 Feminino

1 Lanay Thompson 9.50
2 Brenda Calazans 3.40
3 Eloah de Souza 2.05
4 Alice Calazans 0.30

Local

1 Fernando Souza 6.60
2 Christiano Paiva 5.85
3 José Felipe 4.00
4 Dimitri Carvalho 2.45

Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp




Deixar um comentário

Você vai se interessar também

A praia de Itacoatiara, em Niterói, recebeu mais uma vez a elite do surfe brasileiro de ondas grandes. Desta vez, no entanto, os big riders deixaram de lado a disputa da terceira janela do Itacoatiara Big Wave 2022 e surfaram as melhores ondas como exibição em técnicas e manobras radicais.

A organização do IBW está na expectativa de um grande swell na Laje do Shock para a sexta-feira, dia 12, com ondas que podem chegar a quatro metros

Conforme as previsões indicavam, os primeiros dias de disputa da penúltima etapa do CT 2022, Tahiti Pro, não terá baterias na água nos dois primeiros dias da janela de espera, que vai de 11 a 21 de agosto, em Teahupoo, Taiti.

Após reunião com membros e parte da diretoria, e, devido os alertas de ressaca e fortes ventos emitido pela Marinha e Defesa Civil, a ASS sempre visando a segurança dos atletas, especialmente os de base e estreantes, decidiu adiar a 2ª etapa do circuito Tríplice Coroa Saquarema de Surf para os dias 27 e 28 de Agosto na Praia de Itaúna.

A Federação de Surf do Estado de São Paulo apresenta o ranking do Circuito Paulista de Surf Profissional 2022, após a primeira etapa finalizada na Praia de Maresias, no último domingo (7)

O potiguar Ítalo Ferreira, campeão mundial de 2019 e terceiro no ranking de 2021 dominado pelo Brasil, com Gabriel Medina conquistando o tricampeonato na melhor de três com Filipe Toledo, chega ao Taiti ameaçado por três surfistas.

Terceira etapa de 2022 do maior evento de esportes aquáticos do mundo ocorre em Saquarema. Disputas do SUP Wave começam no dia 18 de agosto

Confira o vídeo da final entre João Chianca e o havaiano Ezekiel Lau.  Chianca finalizou na segunda posição, e com o resultado  entrou na lista dos 10 surfistas que o ranking do Challenger Series classificará para o World Surf League Championship Tour de 2023. 

A Praia de Itacoatiara foi palco, na manhã do domingo (31), da competição de surfe de Tow-In, modalidade em que o surfista é rebocado por um jet ski. A disputa foi a segunda janela do Itacoatiara Big Wave 2022. A sessão de hoje vai marcar a história do surfe na cidade, segundo organizadores e surfistas.

Os havaianos dominaram os pódios em Huntington Beach, conquistando três dos quatro títulos disputados no domingo de praia lotada na Califórnia, Estados Unidos. O último foi do Ezekiel Lau na final com o brasileiro João Chianca,

Ação do contribuinte é importante para o sustento e independência da instituição com sede no Guarujá (SP)

As quartas de final masculinas e femininas do Vans US Open of Surfing, só serão realizadas no sábado (6), pois a sexta-feira ficará reservada para a continuação do Mundial de Longboard, em Huntington Beach.

Saquarema Surf Festival é transferido de setembro para outubro, Punta Rocas Open Pro é adiado de outubro para novembro no Peru, Arica Pro Tour promove o primeiro QS 5000 do calendário no Chile, Circuito Banco do Brasil de Surfe define seus campeões em Ubatuba

Este é o quarto prêmio do curta metragem, dirigido por Ju Martins, que foi gravado em Búzios (RJ), durante a primeira clínica internacional do projeto, promovida pelo carioca bicampeão mundial de longboard

O brasileiro João Chianca e o peruano Lucca Mesinas foram os únicos sul-americanos que passaram para as quartas de final do Vans US Open of Surfing na Califórnia, Estados Unidos. Eles só voltam a competir na sexta-feira e Lucca vai enfrentar o norte-americano Eithan Osborne na segunda bateria, enquanto Chumbinho disputará a última vaga para as semifinais com o australiano Ryan Callinan.

  O Hang Loose Surf Attack 2022 realizou sua segunda etapa na Praia do Tombo, no último final de semana (29 a

Regional

Associação de Surf de Saquarema adia etapa por causa da ressaca

Após reunião com membros e parte da diretoria, e, devido os alertas de ressaca e fortes ventos emitido pela Marinha e Defesa Civil, a ASS sempre visando a segurança dos atletas, especialmente os de base e estreantes, decidiu adiar a 2ª etapa do circuito Tríplice Coroa Saquarema de Surf para os dias 27 e 28 de Agosto na Praia de Itaúna.

Leia mais »
Circuito Paraense

Definidos os líderes do Ranking Paraense de Surf 2022

Entre os dias 09 e 14 de julho o município de Salinópolis, localizado a cerca de 220km da Capital Paraense, recebeu o Projeto Verão Radical 2022, evento multicultural que uniu esporte, cultura e meio ambiente, em uma série de ações que movimentaram o principal balneário do Pará.

Leia mais »
Regional

Associação de Surf de Saquarema adia etapa por causa da ressaca

Após reunião com membros e parte da diretoria, e, devido os alertas de ressaca e fortes ventos emitido pela Marinha e Defesa Civil, a ASS sempre visando a segurança dos atletas, especialmente os de base e estreantes, decidiu adiar a 2ª etapa do circuito Tríplice Coroa Saquarema de Surf para os dias 27 e 28 de Agosto na Praia de Itaúna.

Leia mais »

Últimas notícias

A praia de Itacoatiara, em Niterói, recebeu mais uma vez a elite do surfe brasileiro de ondas grandes. Desta vez, no entanto, os big riders deixaram de lado a disputa da terceira janela do Itacoatiara Big Wave 2022 e surfaram as melhores ondas como exibição em técnicas e manobras radicais.

A organização do IBW está na expectativa de um grande swell na Laje do Shock para a sexta-feira, dia 12, com ondas que podem chegar a quatro metros

Conforme as previsões indicavam, os primeiros dias de disputa da penúltima etapa do CT 2022, Tahiti Pro, não terá baterias na água nos dois primeiros dias da janela de espera, que vai de 11 a 21 de agosto, em Teahupoo, Taiti.

Após reunião com membros e parte da diretoria, e, devido os alertas de ressaca e fortes ventos emitido pela Marinha e Defesa Civil, a ASS sempre visando a segurança dos atletas, especialmente os de base e estreantes, decidiu adiar a 2ª etapa do circuito Tríplice Coroa Saquarema de Surf para os dias 27 e 28 de Agosto na Praia de Itaúna.

A Federação de Surf do Estado de São Paulo apresenta o ranking do Circuito Paulista de Surf Profissional 2022, após a primeira etapa finalizada na Praia de Maresias, no último domingo (7)

O potiguar Ítalo Ferreira, campeão mundial de 2019 e terceiro no ranking de 2021 dominado pelo Brasil, com Gabriel Medina conquistando o tricampeonato na melhor de três com Filipe Toledo, chega ao Taiti ameaçado por três surfistas.

Terceira etapa de 2022 do maior evento de esportes aquáticos do mundo ocorre em Saquarema. Disputas do SUP Wave começam no dia 18 de agosto

Confira o vídeo da final entre João Chianca e o havaiano Ezekiel Lau.  Chianca finalizou na segunda posição, e com o resultado  entrou na lista dos 10 surfistas que o ranking do Challenger Series classificará para o World Surf League Championship Tour de 2023. 

A Praia de Itacoatiara foi palco, na manhã do domingo (31), da competição de surfe de Tow-In, modalidade em que o surfista é rebocado por um jet ski. A disputa foi a segunda janela do Itacoatiara Big Wave 2022. A sessão de hoje vai marcar a história do surfe na cidade, segundo organizadores e surfistas.

Os havaianos dominaram os pódios em Huntington Beach, conquistando três dos quatro títulos disputados no domingo de praia lotada na Califórnia, Estados Unidos. O último foi do Ezekiel Lau na final com o brasileiro João Chianca,

Ação do contribuinte é importante para o sustento e independência da instituição com sede no Guarujá (SP)

As quartas de final masculinas e femininas do Vans US Open of Surfing, só serão realizadas no sábado (6), pois a sexta-feira ficará reservada para a continuação do Mundial de Longboard, em Huntington Beach.

Saquarema Surf Festival é transferido de setembro para outubro, Punta Rocas Open Pro é adiado de outubro para novembro no Peru, Arica Pro Tour promove o primeiro QS 5000 do calendário no Chile, Circuito Banco do Brasil de Surfe define seus campeões em Ubatuba

Este é o quarto prêmio do curta metragem, dirigido por Ju Martins, que foi gravado em Búzios (RJ), durante a primeira clínica internacional do projeto, promovida pelo carioca bicampeão mundial de longboard

O brasileiro João Chianca e o peruano Lucca Mesinas foram os únicos sul-americanos que passaram para as quartas de final do Vans US Open of Surfing na Califórnia, Estados Unidos. Eles só voltam a competir na sexta-feira e Lucca vai enfrentar o norte-americano Eithan Osborne na segunda bateria, enquanto Chumbinho disputará a última vaga para as semifinais com o australiano Ryan Callinan.

  O Hang Loose Surf Attack 2022 realizou sua segunda etapa na Praia do Tombo, no último final de semana (29 a

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content

Agende sua aula