Notícias

>

Mundial de Longboard: Chloé Calmon começa bem

As quartas de final masculinas e femininas do Vans US Open of Surfing, só serão realizadas no sábado (6), pois a sexta-feira ficará reservada para a continuação do Mundial de Longboard, em Huntington Beach.

Escrito por

Tina Baptistini

|

Publicado em:

05/08/2022

|

Atualizado em:

05/08/2022

-

15:22

|

6 min de leitura

6 min de leitura

Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Chloé Calmon – Foto: divulgação

A carioca Chloé Calmon conquistou a única vitória sul-americana na quinta-feira (4), em Huntington Beach, passando direto para as oitavas de final na abertura do Vans Duct Tape Invitational na Califórnia, Estados Unidos. A peruana Maria Fernanda Reyes também avançou em segundo lugar na sua bateria, mas Phil Rajzman, Jefson Silva e o peruano Lucas Garrido Lecca, ficaram em último nas deles e vão se enfrentar na repescagem. Esta segunda etapa do World Surf League (WSL) Longboard Tour prossegue nesta sexta-feira, a partir das 11h30 no Brasil, ao vivo pelo site da WSL

“A primeira vez que eu vim para a Califórnia foi 12 anos atrás e minha introdução na cultura californiana do Longboard foi aqui em Huntington”, disse Chloé Calmon. “Esse lugar é muito especial pra mim e essa é a primeira vez que participo do US Open. Eu nunca competi na frente de tanta gente assim e é um pouco assustador, mas é um sonho sendo realizado. Fiquei um pouco nervosa, mas consegui pegar umas ondas boas para vencer. Tive um momento um pouco tenso perto do píer, mas no final deu tudo certo e estou feliz pela classificação.”

Phil Rajzman – Foto: divulgação

Chloé Calmon já foi vice-campeã mundial três vezes (2016, 2017e 2019) e segue na busca por um primeiro título do Brasil, na categoria feminina. Na abertura da temporada 2022 do WSL Longboard Tour na Austrália, a carioca se destacou com a melhor apresentação nas ondas de Manly Beach, quando atingiu imbatíveis 17,63 pontos somando a maior nota do evento, 9,23. Ela só perdeu uma bateria, a grande final para a mesma havaiana Honolua Blomfield que a impediu de ser campeã mundial em 2017 e em 2019.

As duas estrearam com vitórias no Vans Duct Tape Invitational, iniciado na quinta-feira de boas ondas para os pranchões em Huntington Beach. A vice-líder no ranking 2022, Chloé Calmon, competiu primeiro e fez o suficiente para derrotar as norte-americanas Lindsay Steinreide e Karina Rozunko por 11,27 pontos, das notas 5,77 e 5,50 que recebeu nas melhores ondas que surfou. A líder, Honolua Blomfield, entrou na bateria seguinte e superou a também havaiana Sally Cohen e a japonesa Hiroka Yoshikawa por 10,67 pontos.

Honolua Blomfield – Foto: divulgação

Antes de Chloé Calmon, a peruana Maria Fernanda Reyes já havia confirmado a América do Sul nas oitavas de final do Vans Duct Tape Invitational. Ela disputou a primeira bateria da segunda fase e avançou em segundo lugar no confronto vencido pela francesa Alice Lemoigne. As duas mandaram a havaiana Sophia Culhane para a repescagem. A outra participante do Brasil, Jasmim Avelino, não passou pela primeira fase e terminou em 20º lugar no evento.

Já na categoria masculina, os três representantes da América do Sul, os brasileiros Phil Rajzman e Jefson Silva e o peruano Lucas Garrido Lecca, ficaram em último nas suas estreias na segunda fase e acabaram escalados na mesma bateria da repescagem. Ou seja, um deles será eliminado em 17º lugar no Vans Duct Tape Invitational, pois apenas os dois melhores seguirão para as oitavas de final.

O peruano Lucas Garrido Lecca competiu na bateria que abriu a segunda fase e foi derrotado pelo havaiano Kai Sallas e o norte-americano Kaimana Takayama. O paulista Jefson Silva, quinto colocado na abertura do WSL Longboard Tour na Austrália, perdeu no confronto seguinte, vencido pelo inglês Ben Skinner com o californiano Tosh Tudor passando em segundo lugar. E o bicampeão mundial Phil Rajzman foi superado na quarta bateria, pelo havaiano Kaniela Stewart e o americano Cole Robbins.

Taylor Jensen – Foto: divulgação

Challenger Series – Antes do Vans Duct Tape Invitational abrir a segunda etapa do WSL Longboard Tour na quinta-feira, aconteceram as quatro baterias restantes das oitavas de final femininas do Vans US Open of Surfing. As surfistas mais bem colocadas no ranking do WSL Challenger Series, confirmaram o favoritismo. A australiana Bronte Macaulay ganhou o duelo de ex-tops do CT com Sage Erickson. A havaiana Bettylou Sakura Johnson, que saiu da elite no novo corte no meio da temporada esse ano, derrotou outra norte-americana, Sawyer Lindblad.

Depois, a australiana Sophie McCulloch passou pela francesa Vahine Fierro e a líder do ranking, Caitlin Simmers, campeã do Vans US Open em 2021, eliminou a espanhola Nadia Erostarbe. A jovem californiana vai disputar a última vaga para as semifinais com Sophie McCulloch, logo após o confronto entre Bronte Macaulay e Bettylou Sakura Johnson. As primeiras baterias das quartas de final já haviam sido definidas na quarta-feira. A primeira será entre a australiana Macy Callaghan e a japonesa Amuro Tsuzuki. Na segunda, a californiana Caroline Marks enfrenta a vice-líder do ranking, Molly Picklum, da Austrália.

Kevin Skvarn – Foto: divulgação

As quartas de final masculinas e femininas do Vans US Open of Surfing, só serão realizadas no sábado (6), pois a sexta-feira ficará reservada para a continuação do Mundial de Longboard, em Huntington Beach. Dois surfistas da América do Sul seguem na briga do título da quarta etapa do WSL Challenger Series. O peruano Lucca Mesinas está na segunda bateria das quartas de final com o norte-americano Eithan Osborne e o brasileiro João Chianca disputará a última vaga para as semifinais com o australiano Ryan Callinan.

VANS DUCT TAPE INVITATIONAL – WSL LONGBOARD TOUR:

– baterias que vão abrir essa sexta-feira (5) na Califórnia

SEGUNDA FASE – 1.o e 2.o=Oitavas de Final / 3.o=17.o lugar com 800 pts:

1.a: Tony Silvagni (EUA), Taka Inoue (JPN), João Dantas (PRT)

2.a: Lucas Garrido Lecca (PER), Jefson Silva (BRA), Phil Rajzman (BRA)

SEGUNDA FASE – 1.a e 2.a=Oitavas de Final / 3.a=17.o lugar com 800 pts:

1.a: Avalon Gall (EUA), Sophia Culhane (HAV), Karina Rozunko (EUA)

2.a: Zoe Grospiron (FRA), Tully White (AUS), Sally Cohen (HAV)

BATERIAS DO VANS US OPEN OF SURFING NO SÁBADO:

QUARTAS DE FINAL – 5.o lugar com US$ 3.500 e 4.745 pontos:

1.a: Ezekiel Lau (HAV) x Liam O´Brien (AUS)

2.a: Lucca Mesinas (PER) x Eithan Osborne (EUA)

3.a: Evan Geiselman (EUA) x Joel Vaughan (AUS)

4.a: Ryan Callinan (AUS) x João Chianca (BRA)

QUARTAS DE FINAL – 5.o lugar com US$ 3.500 e 4.745 pontos:

1.a: Macy Callaghan (AUS) x Amuro Tsuzuki (JPN)

2.a: Caroline Marks (EUA) x Molly Picklum (AUS)

3.a: Bettylou Sakura Johnson (HAV) x Bronte Macaulay (AUS)

4.a: Caitlin Simmers (EUA) x Sophie McCulloch (AUS)

RESULTADOS DA QUINTA-FEIRA (4) EM HUNTINGTON BEACH:

OITAVAS DE FINAL – 9.o lugar com US$ 2.750 e 3.320 pontos:

——–baterias que abriram a quinta-feira

5.a: Bronte Macaulay (AUS) 11,07 x 8,96 Sage Erickson (EUA)

6.a: Bettylou Sakura Johnson (HAV) 13,50 x 11,47 Sawyer Lindblad (EUA)

7.a: Sophie McCulloch (AUS) 12,07 x 11,67 Vahine Fierro (FRA)

8.a: Caitlin Simmers (EUA) 11,94 x 8,40 Nadia Erostarbe (ESP)

——–baterias que fecharam a quarta-feira

1.a: Amuro Tsuzuki (JPN) 11,47 x 9,17 Minami Nonaka (JPN)

2.a: Macy Callaghan (AUS) 10,54 x 9,50 Philippa Anderson (AUS)

3.a: Molly Picklum (AUS) 15,00 x 12,77 Bella Kenworthy (EUA)

4.a: Caroline Marks (EUA) 14,40 x 12,00 Leilani McGonagle (CRI)

VANS DUCT TAPE INVITATIONAL – WSL LONGBOARD TOUR:

PRIMEIRA FASE – 1.a e 2.a=Segunda Fase / 3.a=19.o lugar e 4.a=20.o lugar:

1-Karina Rozunko (EUA), 2-Hiroka Yoshikawa (JPN), 3-Victoria Vergara (FRA), 4-Jasmim Avelino (BRA)

SEGUNDA FASE – 1.a e 2.a=Oitavas de Final / 3.a=Terceira Fase:

1.a: 1-Alice Lemoigne (FRA)=12.84, 2-Maria Fernanda Reyes (PER)=11.07, 3-Sophia Culhane (HAV)=8.00

2.a: 1-Chloé Calmon (BRA)=11.27, 2-Lindsay Steinriede (EUA)=9.50, 3-Karina Rozunko (EUA)=5.83

3.a: 1-Honolua Blomfield (HAV)=10.67, 2-Hiroka Yoshikawa (JPN)=10.27, 3-Sally Cohen (HAV)=7.23

4.a: 1-Soleil Errico (EUA)=9.50, 2-Kaitlin Mikkelsen (EUA)=9.47, 3-Tully White (AUS)=7.36

5.a: 1-Natsumi Taoka (JPN)=10.60, 2-Mason Schremmer (EUA)=9.26, 3-Zoe Grospiron (FRA)=5.57

6.a: 1-Rachael Tilly (EUA)=14.83, 2-Kelis Kaleopaa (HAV)=8.33, 3-Avalon Gall (EUA)=6.93

PRIMEIRA FASE – 1.o e 2.o=Segunda Fase / 3.o=19.o lugar e 4.o=20.o lugar:

1-Tosh Tudor (EUA), 2-João Dantas (PRT), 3-Keoki Saguibo (HAV), 4-Jules Lepecheux (FRA)

SEGUNDA FASE – 1.o e 2.o=Oitavas de Final / 3.o=Terceira Fase:

1.a: 1-Kai Sallas (HAV)=11.00, 2-Kaimana Takayama (EUA)=10.87, 3-Lucas Garrido Lecca (PER)=8.13

2.a: 1-Ben Skinner (ING)=13.33, 2-Tosh Tudor (EUA)=10.70, 3-Jefson Silva (BRA)=9.73

3.a: 1-Harrison Roach (AUS)=15.66, 2-Declan Wyton (AUS)=10.57, 3-João Dantas (PRT)=8.50

4.a: 1-Kaniela Stewart (HAV)=14.44, 2-Cole Robbins (EUA)=11.23, 3-Phil Rajzman (BRA)=8.84

5.a: 1-Justin Quintal (EUA)=15.67, 2-Steven Sawyer (AFR)=13.60, Tony Silvagni (EUA)=11.20

6.a: 1-Taylor Jensen (EUA)=12.60, 2-Kevin Skvarna (EUA)=12.24, 3-Taka Inoue (JPN)=12.17

Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp




Deixar um comentário

Você vai se interessar também

A praia de Itacoatiara, em Niterói, recebeu mais uma vez a elite do surfe brasileiro de ondas grandes. Desta vez, no entanto, os big riders deixaram de lado a disputa da terceira janela do Itacoatiara Big Wave 2022 e surfaram as melhores ondas como exibição em técnicas e manobras radicais.

A organização do IBW está na expectativa de um grande swell na Laje do Shock para a sexta-feira, dia 12, com ondas que podem chegar a quatro metros

Conforme as previsões indicavam, os primeiros dias de disputa da penúltima etapa do CT 2022, Tahiti Pro, não terá baterias na água nos dois primeiros dias da janela de espera, que vai de 11 a 21 de agosto, em Teahupoo, Taiti.

Após reunião com membros e parte da diretoria, e, devido os alertas de ressaca e fortes ventos emitido pela Marinha e Defesa Civil, a ASS sempre visando a segurança dos atletas, especialmente os de base e estreantes, decidiu adiar a 2ª etapa do circuito Tríplice Coroa Saquarema de Surf para os dias 27 e 28 de Agosto na Praia de Itaúna.

A Federação de Surf do Estado de São Paulo apresenta o ranking do Circuito Paulista de Surf Profissional 2022, após a primeira etapa finalizada na Praia de Maresias, no último domingo (7)

O potiguar Ítalo Ferreira, campeão mundial de 2019 e terceiro no ranking de 2021 dominado pelo Brasil, com Gabriel Medina conquistando o tricampeonato na melhor de três com Filipe Toledo, chega ao Taiti ameaçado por três surfistas.

Terceira etapa de 2022 do maior evento de esportes aquáticos do mundo ocorre em Saquarema. Disputas do SUP Wave começam no dia 18 de agosto

Confira o vídeo da final entre João Chianca e o havaiano Ezekiel Lau.  Chianca finalizou na segunda posição, e com o resultado  entrou na lista dos 10 surfistas que o ranking do Challenger Series classificará para o World Surf League Championship Tour de 2023. 

A Praia de Itacoatiara foi palco, na manhã do domingo (31), da competição de surfe de Tow-In, modalidade em que o surfista é rebocado por um jet ski. A disputa foi a segunda janela do Itacoatiara Big Wave 2022. A sessão de hoje vai marcar a história do surfe na cidade, segundo organizadores e surfistas.

Os havaianos dominaram os pódios em Huntington Beach, conquistando três dos quatro títulos disputados no domingo de praia lotada na Califórnia, Estados Unidos. O último foi do Ezekiel Lau na final com o brasileiro João Chianca,

Ação do contribuinte é importante para o sustento e independência da instituição com sede no Guarujá (SP)

Saquarema Surf Festival é transferido de setembro para outubro, Punta Rocas Open Pro é adiado de outubro para novembro no Peru, Arica Pro Tour promove o primeiro QS 5000 do calendário no Chile, Circuito Banco do Brasil de Surfe define seus campeões em Ubatuba

Este é o quarto prêmio do curta metragem, dirigido por Ju Martins, que foi gravado em Búzios (RJ), durante a primeira clínica internacional do projeto, promovida pelo carioca bicampeão mundial de longboard

O brasileiro João Chianca e o peruano Lucca Mesinas foram os únicos sul-americanos que passaram para as quartas de final do Vans US Open of Surfing na Califórnia, Estados Unidos. Eles só voltam a competir na sexta-feira e Lucca vai enfrentar o norte-americano Eithan Osborne na segunda bateria, enquanto Chumbinho disputará a última vaga para as semifinais com o australiano Ryan Callinan.

  O Hang Loose Surf Attack 2022 realizou sua segunda etapa na Praia do Tombo, no último final de semana (29 a

Os melhores surfistas do mundo já estão se preparando para o penúltimo evento do World Surf League (WSL) Championship Tour, o Outerknown Tahiti Pro, nos temidos tubos de Teahupo´o. Conhecido no mundo do surfe como "The End of the Road", em Teahupo´o será definido os 5 homens e as 5 mulheres que vão disputar os títulos mundiais da temporada no Rip Curl WSL Finals, nas ondas de Lower Trestles, na Califórnia.

Longboard

Longboard: Vans Duct Tape Invitational and Surf Festival

O Vans Duct Tape Invitational and Surf Festival promoverá a 2ª etapa do World Surf League (WSL) Longboard Tour em Huntington Beach, na Califórnia, Estados Unidos. A carioca Chloé Calmon foi vice-campeã na abertura da temporada 2022, na Austrália, e está em 2º lugar no ranking liderado pela havaiana Honolua Blomfield.

Leia mais »
Longboard

Longboard: Vans Duct Tape Invitational and Surf Festival

O Vans Duct Tape Invitational and Surf Festival promoverá a 2ª etapa do World Surf League (WSL) Longboard Tour em Huntington Beach, na Califórnia, Estados Unidos. A carioca Chloé Calmon foi vice-campeã na abertura da temporada 2022, na Austrália, e está em 2º lugar no ranking liderado pela havaiana Honolua Blomfield.

Leia mais »

Últimas notícias

A praia de Itacoatiara, em Niterói, recebeu mais uma vez a elite do surfe brasileiro de ondas grandes. Desta vez, no entanto, os big riders deixaram de lado a disputa da terceira janela do Itacoatiara Big Wave 2022 e surfaram as melhores ondas como exibição em técnicas e manobras radicais.

A organização do IBW está na expectativa de um grande swell na Laje do Shock para a sexta-feira, dia 12, com ondas que podem chegar a quatro metros

Conforme as previsões indicavam, os primeiros dias de disputa da penúltima etapa do CT 2022, Tahiti Pro, não terá baterias na água nos dois primeiros dias da janela de espera, que vai de 11 a 21 de agosto, em Teahupoo, Taiti.

Após reunião com membros e parte da diretoria, e, devido os alertas de ressaca e fortes ventos emitido pela Marinha e Defesa Civil, a ASS sempre visando a segurança dos atletas, especialmente os de base e estreantes, decidiu adiar a 2ª etapa do circuito Tríplice Coroa Saquarema de Surf para os dias 27 e 28 de Agosto na Praia de Itaúna.

A Federação de Surf do Estado de São Paulo apresenta o ranking do Circuito Paulista de Surf Profissional 2022, após a primeira etapa finalizada na Praia de Maresias, no último domingo (7)

O potiguar Ítalo Ferreira, campeão mundial de 2019 e terceiro no ranking de 2021 dominado pelo Brasil, com Gabriel Medina conquistando o tricampeonato na melhor de três com Filipe Toledo, chega ao Taiti ameaçado por três surfistas.

Terceira etapa de 2022 do maior evento de esportes aquáticos do mundo ocorre em Saquarema. Disputas do SUP Wave começam no dia 18 de agosto

Confira o vídeo da final entre João Chianca e o havaiano Ezekiel Lau.  Chianca finalizou na segunda posição, e com o resultado  entrou na lista dos 10 surfistas que o ranking do Challenger Series classificará para o World Surf League Championship Tour de 2023. 

A Praia de Itacoatiara foi palco, na manhã do domingo (31), da competição de surfe de Tow-In, modalidade em que o surfista é rebocado por um jet ski. A disputa foi a segunda janela do Itacoatiara Big Wave 2022. A sessão de hoje vai marcar a história do surfe na cidade, segundo organizadores e surfistas.

Os havaianos dominaram os pódios em Huntington Beach, conquistando três dos quatro títulos disputados no domingo de praia lotada na Califórnia, Estados Unidos. O último foi do Ezekiel Lau na final com o brasileiro João Chianca,

Ação do contribuinte é importante para o sustento e independência da instituição com sede no Guarujá (SP)

Saquarema Surf Festival é transferido de setembro para outubro, Punta Rocas Open Pro é adiado de outubro para novembro no Peru, Arica Pro Tour promove o primeiro QS 5000 do calendário no Chile, Circuito Banco do Brasil de Surfe define seus campeões em Ubatuba

Este é o quarto prêmio do curta metragem, dirigido por Ju Martins, que foi gravado em Búzios (RJ), durante a primeira clínica internacional do projeto, promovida pelo carioca bicampeão mundial de longboard

O brasileiro João Chianca e o peruano Lucca Mesinas foram os únicos sul-americanos que passaram para as quartas de final do Vans US Open of Surfing na Califórnia, Estados Unidos. Eles só voltam a competir na sexta-feira e Lucca vai enfrentar o norte-americano Eithan Osborne na segunda bateria, enquanto Chumbinho disputará a última vaga para as semifinais com o australiano Ryan Callinan.

  O Hang Loose Surf Attack 2022 realizou sua segunda etapa na Praia do Tombo, no último final de semana (29 a

Os melhores surfistas do mundo já estão se preparando para o penúltimo evento do World Surf League (WSL) Championship Tour, o Outerknown Tahiti Pro, nos temidos tubos de Teahupo´o. Conhecido no mundo do surfe como "The End of the Road", em Teahupo´o será definido os 5 homens e as 5 mulheres que vão disputar os títulos mundiais da temporada no Rip Curl WSL Finals, nas ondas de Lower Trestles, na Califórnia.

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content

Agende sua aula