Notícias

>

João Chianca é uma das atrações do LayBack Pro Rio na Prainha do Rio de Janeiro

Escrito por

Ricosurf.com.br

|

Publicado em:

15/06/2022

|

Atualizado em:

15/06/2022

-

10:52

|

4 min de leitura

4 min de leitura

Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Prainha RJ – Foto: Surfe TV

O LayBack Pro Rio abre nesta quarta-feira, a etapa inédita do World Surf League (WSL) Qualifying Series na paradisíaca e preservada Prainha, no Rio de Janeiro. Um dos destaques do evento é João Chianca, o Chumbinho, que estava na elite mundial do CT e será um dos cabeças de chave que entram na segunda fase. Grandes valores da nova geração também estão na capital carioca para disputar os 1.000 pontos nos rankings regionais da WSL Latin America, classificatórios para o Challenger Series de 2023. A competição será transmitida ao vivo pelo WorldSurfLeague.com.

João Chianca, que vinha sendo a sensação da seleção brasileira da WSL, mas saiu do CT no novo corte da elite no meio da temporada implantado nesse ano, só vai estrear na segunda fase. O surfista de Saquarema e o carioca Leandro Bastos, são os cabeças de chave da oitava bateria. Chumbinho fez grandes apresentações principalmente contra o bicampeão mundial John John Florence nos tubos de Pipeline e nas direitas de Bells Beach. Agora, vai mostrar todo o potencial do seu surfe nas ondas também de qualidade internacional da Prainha.

João Chianca – Foto: WSL

(Baterias ainda podem ser modificadas até o início do evento)

PRIMEIRA FASE – 3.o=65.o lugar (53 pts) e 4.o=81.o lugar (40 pts):
1.a: Daniel Templar (BRA), Lukas Camargo (BRA), Lucas Ribas (BRA)
2.a: Felipe Ximenes (BRA), Leo Andrade (BRA), Yan Sondahl (BRA), Pedro Henrique (PRT)
3.a: José Francisco (BRA), Juninho Malta (BRA), Luis Henrique Araujo (BRA)
4.a: Fabricio Rocha (BRA), Martin Ottado (URU), Lucas Catapam (BRA)
5.a: Daniel Matos (BRA), Edson de Prá (BRA), Luã da Silveira (BRA)
6.a: Matheus Navarro (BRA), Janninfer de Sousa (BRA), Vicente Ferreira (BRA)
7.a: Valentin Neves (BRA), Jeronimo Barros (BRA), Anderson da Silva (BRA)
8.a: Samuel Joquinha (BRA), Glauciano Rodrigues (BRA), Ricardo Petry (BRA)
9.a: Kayan Medeiros (BRA), Walley Guimarães (BRA), Takeshi Oyama (BRA)
10: Thiago Camarão (BRA), Luiz Henrique Rosa (BRA), João Jacques (BRA), Gustavo Fernandes (BRA)
11: Krystian Kymerson (BRA), Gabriel Paiva (BRA), Igor Shibata (BRA)
12: Fernando Junior (BRA), Tomas Bock (CHL), Sunny Pires (BRA)
13: Cauã Gonçalves (BRA), Cauet Frazão (BRA), Guilherme Carvalho (BRA)
14: Santiago Muniz (ARG), Diego Brigido (BRA), Ivo Gothardo (BRA)
15: Israel Junior (BRA), Pedro Amorim (BRA), Rickson Falcão (BRA)
16: Philippe Neves (BRA), Adriano Maciel (BRA), Pedro Martins (BRA)

SEGUNDA FASE – entrada dos 32 cabeças de chave:
——–3.o=33.o lugar (66 pts) e 4.o=49.o lugar (60 pts)
1.a: Ryan Kainalo (BRA), Leon de la Torre (CHL), 1.o da 1.a bateria da 1.a fase e 2.o da 2.a
2.a: Gabriel Klaussner (BRA), Diego Aguiar (BRA), 1.o da 2.a e 2.o da 1.a
3.a: Vitor Ferreira (BRA), Felipe Oliveira (BRA), 1.o da 3.a e 2.o da 4.a
4.a: Weslley Dantas (BRA), Uriel Sposaro (BRA), 1.o da 4.a e 2.o da 3.a
5.a: Igor Moraes (BRA), Luan Wood (BRA), 1.o da 5.a e 2.o da 6.a
6.a: Renan Peres Pulga (BRA), Niccolas Padaratz (BRA), 1.o da 6.a e 2.o da 5.a
7.a: Wiggolly Dantas (BRA), Noel de la Torre (CHL), 1.o da 7.a e 2.o da 8.a
8.a: João Chianca (BRA), Leandro Bastos (BRA), 1.o da 8.a e 2.o da 7.a
9.a: José Gundesen (ARG), Patrick Plachi (BRA), 1.o da 9.a e 2.o da 10.a
10: Cauã Costa (BRA), Daniel Adisaka (BRA), 1.o da 10.a e 2.o da 9.a
11: Marcos Correa (BRA), Theo Fresia (BRA), 1.o da 11.a e 2.o da 12.a
12: Rafael Teixeira (BRA), Pedro Neves (BRA), 1.o da 12.a e 2.o da 11.a
13: Heitor Mueller (BRA), Kim Matheus (BRA), 1.o da 13.a e 2.o da 14.a
14: Rodrigo Saldanha (BRA), Edgard Groggia (BRA), 1.o da 14.a e 2.o da 13.a
15: Samuel Igo (BRA), Pedro Dib (BRA), 1.o da 15.a e 2.o da 16.a
16: Gabriel André (BRA), Luciano Brulher (BRA), 1.o da 16.a e 2.o da 15.a

PRIMEIRA FASE – 3.a=17.o lugar (200 pts) e 4.a=21.o lugar (174 pts):
1.a: Daniella Rosas (PER), Valeria Ojeda (VNZ), Julia Duarte (BRA)
2.a: Karol Ribeiro (BRA), Larissa dos Santos (BRA), Mariana Areno (BRA), Maria Eduarda (BRA)
3.a: Melanie Giunta (PER), Sophia Gonçalves (BRA), Yasmin Neves (BRA)
4.a: Isabelle Nalu (BRA), Juliana dos Santos (BRA), Rafaella Montesi (CHL)

SEGUNDA FASE – entrada dos 8 cabeças de chave:
—1.a e 2.a=Quartas de Final / 3.a=9.o lugar (350 pts) e 4.a=13.o lugar (295 pts)
1.a: Tainá Hinckel (BRA), Julia Santos (BRA), 1.a da 1.a da 1.a fase e 2.a da 2.a
2.a: Kiany Hyakutake (BRA), Silvana Lima (BRA), 2.a da 1.a e 1.a da 2.a
3.a: Laura Raupp (BRA), Summer Macedo (BRA), 1.a da 3.a e 2.a da 4.a
4.a: Sophia Medina (BRA), Yanca Costa (BRA), 2.a da 3.a e 1.a da 4.a

Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp




Deixar um comentário

Você vai se interessar também

Todo esporte tem suas paixões e apaixonados. Talvez essa máxima não se aplique seja uma unanimidade, mas escrevo ainda sob efeito de uma, digamos assim, imersão na etapa brasileira do CT, finalizada terça-feira, 28 de junho, em Saquarema.

A segunda etapa do Circuito Profissional da Confederação Brasileira de Surf será disputada entre os dias 4 e 10 de julho na Praia da Vila em Saquarema

Nesta terça-feira 28 de junho foi finalizada a oitava etapa do CT 2022, O Oi Rio Pro 2022 . O atual líder do ranking Filipe Toledo, levou a melhor sobre o também brasileiro Samuel Pupo. Na final Filipe mostrou porquê é o atual número 1 do mundo

O Oi Rio Pro 2022 realizará as semifinais nesta terça-feira 28 de junho. O mar amanheceu liso, com ondas em torno de 1m, séries maiores e boa formação em Itaúna, Saquarema.

A segunda-feira, 27 de junho já entrou para a história do surfe mundial. Com a classificação de quatro surfistas brasileiros para as semifinais, e já temos a certeza de que o título do Oi Rio Pro 2022 ficará no Brasil.

O Oi Rio Pro segue nesta segunda-feira, 27 de junho. As ondas estão com cerca de 1,5m, séries maiores, com formação bastante irregular, porém, algumas séries entram mais limpas.

Nesta segunda-feira, 27 de junho, o mar amanheceu com ondas em torno de 1,5m com séries atingindo 2m, conforme apontavam as previsões. A organização do Oi Rio Pro 2022, decidiu fazer a primeira chamada para o evento às 9h35 por conta da variação de maré.

O fotógrafo Luciano Cabal captou alguns momentos incríveis do surfe de alto nível apresentado pelos atletas do CT durante as baterias realizadas

O domingo ( 26/6) amanheceu com céu nublado, vento sudoeste forte e mar mexido, sem boas ondas na Praia de Itaúna para a continuação do Oi Rio Pro apresentado por Corona em Saquarema. O segundo "day-off" da etapa brasileira do World Surf League (WSL) Championship Tour foi confirmado na primeira chamada do dia e a próxima anunciada para as 7h15 da segunda-feira na Capital Nacional do Surf.

A organização do Oi Rio Pro 2022 decidiu por não realizar o evento neste sábado, 25 de junho. O mar baixou bastante em relação a ontem, e há previsão de que um swell com boa intensidade entre em Itaúna, a partir de amanhã.

Oi Rio Pro 2022 segue com altas ondas, praia cheia e muita ação! Na sequência de disputas realizadas nesta sexta-feira, 24 de junho, foram disputadas as baterias da repescagem masculina. O principal destaque da fase ficou por conta de Caio Ibelli, que conseguiu a primeira nota 10 da competição, e de sua carreira no CT.

O Oi Rio Pro 2022, oitava etapa do CT 2022, realizou as disputas das repescagens da categoria feminino nesta sexta-feira, 24 de junho. O dia amanheceu com a maré cheia, e ondas em torno de 1,5m, séries demoradas, porém, com boas direitas abrindo em direção à laje de Itaúna.

Nesta sexta-feira, 24 de junho, o mar amanheceu com ondas em torno de 1,5 na séries, em Saquarema, Itaúna, onde está sendo disputada o Oi Rio Pro, oitava etapa do CT 2022. As primeiras baterias a entrar na água em Itaúna serão as disputas da repescagem femininas. Na sequência há chances de as baterias da mesma fase, masculino, sejam realizadas.

A primeira fase da categoria Masculino do Oi Rio Pro, realizada na quinta-feira, 23 de junho, começou com o brasileiro Ítalo Ferreira

  O Oi Rio Pro segue com força total nesta quinta-feira, 23 de junho. A competição, válida como sétima etapa do CT

Conforme as previsões apontava, o mar subiu em Itaúna nesta quinta-feira, 23 de junho, primeiro dia de disputas do Oi Rio Pro, sétima etapa do CT 2022.

Últimas notícias

Todo esporte tem suas paixões e apaixonados. Talvez essa máxima não se aplique seja uma unanimidade, mas escrevo ainda sob efeito de uma, digamos assim, imersão na etapa brasileira do CT, finalizada terça-feira, 28 de junho, em Saquarema.

A segunda etapa do Circuito Profissional da Confederação Brasileira de Surf será disputada entre os dias 4 e 10 de julho na Praia da Vila em Saquarema

Nesta terça-feira 28 de junho foi finalizada a oitava etapa do CT 2022, O Oi Rio Pro 2022 . O atual líder do ranking Filipe Toledo, levou a melhor sobre o também brasileiro Samuel Pupo. Na final Filipe mostrou porquê é o atual número 1 do mundo

O Oi Rio Pro 2022 realizará as semifinais nesta terça-feira 28 de junho. O mar amanheceu liso, com ondas em torno de 1m, séries maiores e boa formação em Itaúna, Saquarema.

A segunda-feira, 27 de junho já entrou para a história do surfe mundial. Com a classificação de quatro surfistas brasileiros para as semifinais, e já temos a certeza de que o título do Oi Rio Pro 2022 ficará no Brasil.

O Oi Rio Pro segue nesta segunda-feira, 27 de junho. As ondas estão com cerca de 1,5m, séries maiores, com formação bastante irregular, porém, algumas séries entram mais limpas.

Nesta segunda-feira, 27 de junho, o mar amanheceu com ondas em torno de 1,5m com séries atingindo 2m, conforme apontavam as previsões. A organização do Oi Rio Pro 2022, decidiu fazer a primeira chamada para o evento às 9h35 por conta da variação de maré.

O fotógrafo Luciano Cabal captou alguns momentos incríveis do surfe de alto nível apresentado pelos atletas do CT durante as baterias realizadas

O domingo ( 26/6) amanheceu com céu nublado, vento sudoeste forte e mar mexido, sem boas ondas na Praia de Itaúna para a continuação do Oi Rio Pro apresentado por Corona em Saquarema. O segundo "day-off" da etapa brasileira do World Surf League (WSL) Championship Tour foi confirmado na primeira chamada do dia e a próxima anunciada para as 7h15 da segunda-feira na Capital Nacional do Surf.

A organização do Oi Rio Pro 2022 decidiu por não realizar o evento neste sábado, 25 de junho. O mar baixou bastante em relação a ontem, e há previsão de que um swell com boa intensidade entre em Itaúna, a partir de amanhã.

Oi Rio Pro 2022 segue com altas ondas, praia cheia e muita ação! Na sequência de disputas realizadas nesta sexta-feira, 24 de junho, foram disputadas as baterias da repescagem masculina. O principal destaque da fase ficou por conta de Caio Ibelli, que conseguiu a primeira nota 10 da competição, e de sua carreira no CT.

O Oi Rio Pro 2022, oitava etapa do CT 2022, realizou as disputas das repescagens da categoria feminino nesta sexta-feira, 24 de junho. O dia amanheceu com a maré cheia, e ondas em torno de 1,5m, séries demoradas, porém, com boas direitas abrindo em direção à laje de Itaúna.

Nesta sexta-feira, 24 de junho, o mar amanheceu com ondas em torno de 1,5 na séries, em Saquarema, Itaúna, onde está sendo disputada o Oi Rio Pro, oitava etapa do CT 2022. As primeiras baterias a entrar na água em Itaúna serão as disputas da repescagem femininas. Na sequência há chances de as baterias da mesma fase, masculino, sejam realizadas.

A primeira fase da categoria Masculino do Oi Rio Pro, realizada na quinta-feira, 23 de junho, começou com o brasileiro Ítalo Ferreira

  O Oi Rio Pro segue com força total nesta quinta-feira, 23 de junho. A competição, válida como sétima etapa do CT

Conforme as previsões apontava, o mar subiu em Itaúna nesta quinta-feira, 23 de junho, primeiro dia de disputas do Oi Rio Pro, sétima etapa do CT 2022.

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content

Agende sua aula