Notícias

>

Havaí 2024: uma trip muito divertida

Confira artigo escrito por Rico de Souza no qual ele fala sobre sua última viagem ao Havaí.

Escrito por

Rico de Souza

|

Publicado em:

14/05/2024

|

Atualizado em:

14/05/2024

-

20:15

|

5 min de leitura

5 min de leitura

Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Rico, Dennis Pang e Randy Rarick, muita história no surfe mundial – Foto: arquivo pessoal.

Vou para o havai desde 1972 quando fui campeão brasileiro e parti para a Califórnia atrás de novas oportunidades e da evolução do meu surfe. Na ocasião morei com vários surfistas que posteriormente tornaram-se pessoas importantes no mundo do surfe como o Mark Warren, presidente da Quiksilver, o Ian Cairns, que tornou-se presidente da IPS ( International Professional Surfers, hoje WSL, Mike Larmont, que não morava em nossa casa mas frequentava e chegou ao posto de presidente da Billabong, Jim Banks, entre outros.

Depois que passei um tempo na Califórnia, tive uma época que foi bem interessante porque eu morava bem em frente a Sunset e na época nao tinha cordinha e não tinha ninguém para te sinalizar aonde entrar no mar, como pegar as melhores, e tínhamos que nos virar na base do extinto e da raça.Desde essa primeira vez em 1972 eu volto ao Havaí todos os anos pois é um lugar onde me encontro. A energia do lugar é muito forte e pra mim a cultura local é algo inacreditável.

 

Rico e Clyde Aikau – Foto: arquivo pessoal.

Esse ano eu peguei a late season, em abril, época que normalmente tem menos ondas. Eu gosto de ir na alta temporada, que é o inverno, mas esse ano nao consegui. A trip foi muito boa com ondas excelentes, clean, pouca gente na água. Surfei Sunset, minha onda preferida, com 6 a 8 pés com pouquíssima gente na água, entre eles meu guru Randy Rarick, além do Dennis Pang e do Barton Linch, que inclusive está morando lá. Esse dia de 6 a 8 foi o maior, mas ao longo das três semanas que fiquei no North Shore, vi três swells entrando, os outros foram com ondas menores, mas foi muito divertido.

Bob e Gerri Franco com Rico – Foto: arquivo pessoal.

Fora da água tive a oportunidade de almoçar com meus amigos no Turtle Bay e foi um almoço maravilhoso, com muita conversa e comida boa. Essas ocasiões são realmente muito importantes, pois relembramos histórias, conversamos sobre o surfe atual e nos divertimos muito. O Randy havia acabado de voltar da Austrália, onde se reuniu com alguns dos gurus do surfe australiano, entre eles o tricampeao mundial Nat Young e o Bob McTavish, o cara que junto com o Randy trouxe as mini models para o mundo do surfe, além do Wayne Linch, uma lenda do surfe mundial e do cineasta Jack McCoy, e muitos outros.

Além dessa turma estive com o Michael Ho, com o Clyde Aikau, que mora no east side do Havaí, onde os havaianos ainda dominam. Lá é um lugar pouco frequentado onde o Clyde tem um sítio no qual ele mantém um hotel para cachorros e foi muito legal pois passamos a tarde conversando e foi muito bacana.Teve um dia que os havaianos fizeram um barbecue em Ala Moana e na ocasiao eles montaram uma barraca e ficamos curtindo.

Estavam presentes nomes como o Dino Miranda, Lance Oheokano, o atual campeão mundial de Longboard, Duane de Sotto, com uns trinta havaianos, Fast Eddie, o meu padrino de casamento Bob e sua esposa, entre vários outros havaianos. Eu era o único haole e foi realmente muito legal comer aquela comida gostosa, em frente ao pico, com pessoas tão queridas. A gente curtia, comia, batia papo, ia lá, pegava as marolinhas que estavam rolando…tudo muito alto astral. Nesse dia as ondas estavam pequenas mas boas com meio metro, terral, muito divertido.

Rico vai ao Havaí desde 1972 – Foto: arquivo pessoal.

O que é interessante é que eu tenho vários amigos, entre ele o George e a Pam, que moravam no North Shore na ocasião em que os conheci mas hoje moram em Eva Beach, no caminho de Makaha. Entao eu me dividi entre a casa dos meus amigos americanos e também a casa do meu amigo brasileiro Vitor Marçal, que é chefe dos guarda vidas do North Shore.

Essa viagem foi uma das que eu mais me diverti no Havaí. Peguei ondas pequenas e médias com muita qualidade e recebi muitos convites legais dos amigos, pois estamos em um momento com muito mais experiência e são momentos preciosos. Com a maturidade as coisas pequenas não me aborrecem mais e aproveito a cada dia que tenho saúde e boas oportunidades da vida.A parte ruim foi quando eu estava surfando em Sunset em um dia muito pequeno, com altas direitinhas. Estávamos eu, Barton Linch, que estava empurrando seu filho nas marolas, o Randy, enfim, um astral muito legal.

Shaun Ginella, Rico e Randy Rarick – Foto: arquivo pessoal.

Nesse dia estava bem raso e eu passei o pé nos corais em Bone Yards e acabei machucando meu dedão do pé. Foi um corte muito pequeno e acabei não limpando mas o machucado inflamou bastante. Liguei para meus médicos no Brasil e eles me aconselharam a procurar um hospital, onde fui muito bem atendido. Tomei os antibióticos receitados pelos médicos e os enfermeiros fizeram uma limpeza, e graças a Deus deu tudo certo. Mas é super importante que todos fiquem ligados porque conheço casos que começaram assim e ocasionaram até em amputações. Portanto, se você sofrer algum acidente envolvendo corais, não brinque e procure logo atendimento médico.

Voltando à trip, essa temporada foi muito agradável e segundo a galera havaiana, esse foi um inverno muito influenciado por ventos ruins, ventos do Sul, que fica bom do outro lado da ilha.

 

Essa viagem teve essa conotação mais social na qual consegui socializar com antigos e novos amigos, além de pegar altas ondas. Como sempre aproveitei para visitar os shapers locais, testei novas pranchas, aproveitei para checar todas as tendências, visitei lojas além de testar algumas pranchas diferentes.

O Havaí é sempre uma viagem incrível e dessa vez não foi diferente. Agradeço a todos os meus amigos que me receberam de braços abertos e já estou planejando a próxima vez.

Aloha e boas ondas, Rico de Souza.

 

Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp




Deixar um comentário

Você vai se interessar também

O domingo foi de decisões na terceira etapa do Circuito CBSurf Master Tour 2024 realizada na praia da Macumba, Rio de Janeiro. O Rio Surf Festival 2024 segue nessa segunda-feira (24), com as disputas pendentes para a seletiva do mundial Master da ISA que acontecerá no mês de outubro em El Salvador.

O Rio Surf Festival 2024 prosseguiu nesta quarta-feira com ondas pequenas e bons momentos durante o período da manhã para a sequencia do evento. Com a subida da maré as condições ficaram difíceis, obrigando a direção de prova a paralisar a competição no meio da tarde.

O Rio Surf Festival 2024 teve início nesta terça-feira com muito sol e boas ondas para a disputa da terceira etapa do CBSurf Master Tour 2024. A competição definirá os atletas que disputarão a Seletiva nas categorias 40-49 anos/50-59 anos e 60+ anos para o Mundial da ISA (International Surf Association) em El Salvador no mês de outubro.

Marca de tênis será uma das apoiadoras da etapa do Championship Tour (CT), em Saquarema, no Rio de Janeiro

Começou a contagem regressiva para a 3ª Edição do GKC VELAS TRAIRI, evento que rola entre os dias 17 e 23 de junho de 2024 na paradisíaca praia do Guajiru, município de Trairi-CE, e valerá como 1ª Etapa do Brasileiro ABK l Strapless Freestyle / Kite Foil Tubular / TT Race; 3ª Etapa do Brasileiro ABwing l Wing Race e o Regional GKC l Tow In Surf Foil.

É a sua primeira participação em etapas do CT Será a primeira vez dos irmãos Medina juntos Ela substituirá a Tyler Wright que se contundiu A etapa brasileira do CT começa dia 22 de junho

Um colírio ver o maior atleta da história do esporte, aos 52 anos, continuar quebrando preconceitos e paradigmas. Representante fidedigno da geração saúde, que mudou todos os parâmetros de longevidade competitiva!.

O Rio Surf Festival 2024 será realizado na praia da Macumba, no Rio de Janeiro, com dois grandes eventos seguidos entre os dias 18 e 30 de junho. As competições têm a homologação da Confederação Brasileira de Surf (CBSurf).

Personagem deve gerar maior engajamento com o público, fomentar a diversão dos fãs e trazer mensagens positivas

Idealizado pelo para-surfista, Taiu Bueno, o encontro leva equipamentos adaptados para pessoas com mobilidade reduzida às praias do RJ e SP

No Dia Mundial do Meio Ambiente e Ecologia, celebrado nesta quarta-feira (5), o mundo volta a sua atenção para questões cruciais de preservação ambiental e sustentabilidade. Neste ano o Brasil sentiu como nunca o poder devastador das mudanças climáticas

  No próximo sábado, 8 de junho, o Nectar, em Vargem Grande, realizará seu tradicional Arraiá do Néctar. A atração principal da

Um belo dia de sol levou um bom público a praia do Cupe em Ipojuca para o dia final da primeira etapa do circuito brasileiro profissional

A Federação Pernambucana de Surf e a Confederação Brasileira trouxeram à Ipojuca o que há de melhor no surfe competitivo brasileiro, depois de receber no mesmo local o circuito de Base e a Taça Brasil. A governadora Raquel Lyra irá receber nessa quinta-feira,30/05, os melhores surfistas do Estado.

Especialista em temas de inclusão e diversidade, Natalie Schonwald afirma que o esporte é inclusivo e ajuda a superar desafios

Após recorde de duração, com dez dias na cidade carioca, segunda etapa anual do festival chegou ao fim com atrações de esporte, sustentabilidade e entretenimento

Últimas notícias

O domingo foi de decisões na terceira etapa do Circuito CBSurf Master Tour 2024 realizada na praia da Macumba, Rio de Janeiro. O Rio Surf Festival 2024 segue nessa segunda-feira (24), com as disputas pendentes para a seletiva do mundial Master da ISA que acontecerá no mês de outubro em El Salvador.

O Rio Surf Festival 2024 prosseguiu nesta quarta-feira com ondas pequenas e bons momentos durante o período da manhã para a sequencia do evento. Com a subida da maré as condições ficaram difíceis, obrigando a direção de prova a paralisar a competição no meio da tarde.

O Rio Surf Festival 2024 teve início nesta terça-feira com muito sol e boas ondas para a disputa da terceira etapa do CBSurf Master Tour 2024. A competição definirá os atletas que disputarão a Seletiva nas categorias 40-49 anos/50-59 anos e 60+ anos para o Mundial da ISA (International Surf Association) em El Salvador no mês de outubro.

Marca de tênis será uma das apoiadoras da etapa do Championship Tour (CT), em Saquarema, no Rio de Janeiro

Começou a contagem regressiva para a 3ª Edição do GKC VELAS TRAIRI, evento que rola entre os dias 17 e 23 de junho de 2024 na paradisíaca praia do Guajiru, município de Trairi-CE, e valerá como 1ª Etapa do Brasileiro ABK l Strapless Freestyle / Kite Foil Tubular / TT Race; 3ª Etapa do Brasileiro ABwing l Wing Race e o Regional GKC l Tow In Surf Foil.

É a sua primeira participação em etapas do CT Será a primeira vez dos irmãos Medina juntos Ela substituirá a Tyler Wright que se contundiu A etapa brasileira do CT começa dia 22 de junho

Um colírio ver o maior atleta da história do esporte, aos 52 anos, continuar quebrando preconceitos e paradigmas. Representante fidedigno da geração saúde, que mudou todos os parâmetros de longevidade competitiva!.

O Rio Surf Festival 2024 será realizado na praia da Macumba, no Rio de Janeiro, com dois grandes eventos seguidos entre os dias 18 e 30 de junho. As competições têm a homologação da Confederação Brasileira de Surf (CBSurf).

Personagem deve gerar maior engajamento com o público, fomentar a diversão dos fãs e trazer mensagens positivas

Idealizado pelo para-surfista, Taiu Bueno, o encontro leva equipamentos adaptados para pessoas com mobilidade reduzida às praias do RJ e SP

No Dia Mundial do Meio Ambiente e Ecologia, celebrado nesta quarta-feira (5), o mundo volta a sua atenção para questões cruciais de preservação ambiental e sustentabilidade. Neste ano o Brasil sentiu como nunca o poder devastador das mudanças climáticas

  No próximo sábado, 8 de junho, o Nectar, em Vargem Grande, realizará seu tradicional

Um belo dia de sol levou um bom público a praia do Cupe em Ipojuca para o dia final da primeira etapa do circuito brasileiro profissional

A Federação Pernambucana de Surf e a Confederação Brasileira trouxeram à Ipojuca o que há de melhor no surfe competitivo brasileiro, depois de receber no mesmo local o circuito de Base e a Taça Brasil. A governadora Raquel Lyra irá receber nessa quinta-feira,30/05, os melhores surfistas do Estado.

Especialista em temas de inclusão e diversidade, Natalie Schonwald afirma que o esporte é inclusivo e ajuda a superar desafios

Após recorde de duração, com dez dias na cidade carioca, segunda etapa anual do festival chegou ao fim com atrações de esporte, sustentabilidade e entretenimento

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content

Agende sua aula