Notícias

>

Artigo por Fernando Gaspar: Quase desastre na Macumba

Meu objetivo ao compartilhar com vocês o que me ocorreu é alertar a todos de um possível acidente (está mais para desastre mesmo) que pode acontecer a todos que surfam na Macumba.

Escrito por

Fernando Gaspar

|

Publicado em:

10/06/2022

|

Atualizado em:

10/06/2022

-

16:22

|

3 min de leitura

3 min de leitura

Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

 

Fernando Gaspar é surfista há mais de trinta anos – Foto: Fedoca

Meu objetivo ao compartilhar com vocês o que me ocorreu é alertar a todos de um possível acidente (está mais para desastre mesmo) que pode acontecer a todos que surfam na Macumba. Era um dia nublado, de praia vazia, com um bom swell de sudeste, daqueles em que o canal fica perfeito para as escolinhas de surfe, com boas marolas e pouca corrente, e lá fora boas ondas de 1.5m.O canal estava lotado de alunos, as escolinhas aproveitando ao máximo a boa condição para aprendizado.

Na hora de entrar no mar, como o swell estava bem de lado, passando por fora, não tinha necessidade de eu entrar pelo cantinho da pedra, então fiz o que a maioria de nós faríamos: entrei um pouco mais para o lado do posto 12, de modo que eu me afastei o suficiente dos alunos das escolinhas para não os atrapalhar, nem correr riscos.Aí que veio o grande susto (ou livramento?). Na hora de entrar, eu reparei que tinha um barco de pesca vindo em direção à praia, mas estava muito longe. Algo como na direção da ponta da pedra da Macumba. Era quase um ponto no horizonte e, depois disso, esqueci completamente desse barco.

Bacos desse tipo são utilizados pelos pescadores no Posto 12 do Recreio – Foto: Midias Sociais

Entro no mar, começo a furar as ondas, uma, duas, vem uma marola, furo ela e, de repente, O BARCO PASSA À TODA VELOCIDADE A MENOS DE UM PALMO DE MIM. Eu gritei de susto, o piloto gritou, ele passou, eu olhei para trás, em choque, vendo o barco que quase me atropelara e o piloto também olhou para trás para ver quem ele quase passara por cima.Por uma fração de segundos, trocamos um olhar, ambos surpresos, ambos assustados.

O piloto simplesmente teve a mesma ideia que eu. Ao ver o canal lotado de alunos das escolinhas, escolheu para sair do mar o mesmo caminho que eu escolhi para entrar nele. Ou seja, onde , para ele, não havia ninguém. E eu realmente estava invisível para ele, pois eu estava deitado na prancha, furando as ondas e, portanto, coberto pelas espumas. Para ele, eu apareci tão de repente, quanto ele apareceu para mim.

Praia da Macumba é um dos picos mais movimentados do RJ – Foto: Luciano Cabal

Foi muito perto. A sensação que eu tive é que ele passou a meio palmo de mim e passou rápido, não correndo, claro, mas com velocidade, pois ele pretendia emborcar o barco direto na areia, como normalmente se faz. Eu vi toda a proa do barco passando a centímetros de mim em fração de segundos. Sorte, livramento, podemos dar o nome que for, mas, certamente, foi aquela experiência em que por um segundo, por menos de dez centímetros, minha vida teria mudado totalmente e para bem pior. Na verdade, acho que o choque seria fatal, ou não ia sobrar muita coisa de mim.

Enfim, fica a dica, pois pode acontecer com todos nós. Antes de entrar no mar, atenção aos barcos que chegam, pois se o canal estiver lotado de alunos, o piloto vai tender a vir para a praia mais pelo lado.
De resto, agradeço o livramento, ainda que eu também creia em sorte, mas não me custa nada acreditar e ser grato também à turma lá de cima, certo?

Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp




Deixar um comentário

Você vai se interessar também

Todo esporte tem suas paixões e apaixonados. Talvez essa máxima não se aplique seja uma unanimidade, mas escrevo ainda sob efeito de uma, digamos assim, imersão na etapa brasileira do CT, finalizada terça-feira, 28 de junho, em Saquarema.

A segunda etapa do Circuito Profissional da Confederação Brasileira de Surf será disputada entre os dias 4 e 10 de julho na Praia da Vila em Saquarema

Nesta terça-feira 28 de junho foi finalizada a oitava etapa do CT 2022, O Oi Rio Pro 2022 . O atual líder do ranking Filipe Toledo, levou a melhor sobre o também brasileiro Samuel Pupo. Na final Filipe mostrou porquê é o atual número 1 do mundo

O Oi Rio Pro 2022 realizará as semifinais nesta terça-feira 28 de junho. O mar amanheceu liso, com ondas em torno de 1m, séries maiores e boa formação em Itaúna, Saquarema.

A segunda-feira, 27 de junho já entrou para a história do surfe mundial. Com a classificação de quatro surfistas brasileiros para as semifinais, e já temos a certeza de que o título do Oi Rio Pro 2022 ficará no Brasil.

O Oi Rio Pro segue nesta segunda-feira, 27 de junho. As ondas estão com cerca de 1,5m, séries maiores, com formação bastante irregular, porém, algumas séries entram mais limpas.

Nesta segunda-feira, 27 de junho, o mar amanheceu com ondas em torno de 1,5m com séries atingindo 2m, conforme apontavam as previsões. A organização do Oi Rio Pro 2022, decidiu fazer a primeira chamada para o evento às 9h35 por conta da variação de maré.

O fotógrafo Luciano Cabal captou alguns momentos incríveis do surfe de alto nível apresentado pelos atletas do CT durante as baterias realizadas

O domingo ( 26/6) amanheceu com céu nublado, vento sudoeste forte e mar mexido, sem boas ondas na Praia de Itaúna para a continuação do Oi Rio Pro apresentado por Corona em Saquarema. O segundo "day-off" da etapa brasileira do World Surf League (WSL) Championship Tour foi confirmado na primeira chamada do dia e a próxima anunciada para as 7h15 da segunda-feira na Capital Nacional do Surf.

A organização do Oi Rio Pro 2022 decidiu por não realizar o evento neste sábado, 25 de junho. O mar baixou bastante em relação a ontem, e há previsão de que um swell com boa intensidade entre em Itaúna, a partir de amanhã.

Oi Rio Pro 2022 segue com altas ondas, praia cheia e muita ação! Na sequência de disputas realizadas nesta sexta-feira, 24 de junho, foram disputadas as baterias da repescagem masculina. O principal destaque da fase ficou por conta de Caio Ibelli, que conseguiu a primeira nota 10 da competição, e de sua carreira no CT.

O Oi Rio Pro 2022, oitava etapa do CT 2022, realizou as disputas das repescagens da categoria feminino nesta sexta-feira, 24 de junho. O dia amanheceu com a maré cheia, e ondas em torno de 1,5m, séries demoradas, porém, com boas direitas abrindo em direção à laje de Itaúna.

Nesta sexta-feira, 24 de junho, o mar amanheceu com ondas em torno de 1,5 na séries, em Saquarema, Itaúna, onde está sendo disputada o Oi Rio Pro, oitava etapa do CT 2022. As primeiras baterias a entrar na água em Itaúna serão as disputas da repescagem femininas. Na sequência há chances de as baterias da mesma fase, masculino, sejam realizadas.

A primeira fase da categoria Masculino do Oi Rio Pro, realizada na quinta-feira, 23 de junho, começou com o brasileiro Ítalo Ferreira

  O Oi Rio Pro segue com força total nesta quinta-feira, 23 de junho. A competição, válida como sétima etapa do CT

Conforme as previsões apontava, o mar subiu em Itaúna nesta quinta-feira, 23 de junho, primeiro dia de disputas do Oi Rio Pro, sétima etapa do CT 2022.

Últimas notícias

Todo esporte tem suas paixões e apaixonados. Talvez essa máxima não se aplique seja uma unanimidade, mas escrevo ainda sob efeito de uma, digamos assim, imersão na etapa brasileira do CT, finalizada terça-feira, 28 de junho, em Saquarema.

A segunda etapa do Circuito Profissional da Confederação Brasileira de Surf será disputada entre os dias 4 e 10 de julho na Praia da Vila em Saquarema

Nesta terça-feira 28 de junho foi finalizada a oitava etapa do CT 2022, O Oi Rio Pro 2022 . O atual líder do ranking Filipe Toledo, levou a melhor sobre o também brasileiro Samuel Pupo. Na final Filipe mostrou porquê é o atual número 1 do mundo

O Oi Rio Pro 2022 realizará as semifinais nesta terça-feira 28 de junho. O mar amanheceu liso, com ondas em torno de 1m, séries maiores e boa formação em Itaúna, Saquarema.

A segunda-feira, 27 de junho já entrou para a história do surfe mundial. Com a classificação de quatro surfistas brasileiros para as semifinais, e já temos a certeza de que o título do Oi Rio Pro 2022 ficará no Brasil.

O Oi Rio Pro segue nesta segunda-feira, 27 de junho. As ondas estão com cerca de 1,5m, séries maiores, com formação bastante irregular, porém, algumas séries entram mais limpas.

Nesta segunda-feira, 27 de junho, o mar amanheceu com ondas em torno de 1,5m com séries atingindo 2m, conforme apontavam as previsões. A organização do Oi Rio Pro 2022, decidiu fazer a primeira chamada para o evento às 9h35 por conta da variação de maré.

O fotógrafo Luciano Cabal captou alguns momentos incríveis do surfe de alto nível apresentado pelos atletas do CT durante as baterias realizadas

O domingo ( 26/6) amanheceu com céu nublado, vento sudoeste forte e mar mexido, sem boas ondas na Praia de Itaúna para a continuação do Oi Rio Pro apresentado por Corona em Saquarema. O segundo "day-off" da etapa brasileira do World Surf League (WSL) Championship Tour foi confirmado na primeira chamada do dia e a próxima anunciada para as 7h15 da segunda-feira na Capital Nacional do Surf.

A organização do Oi Rio Pro 2022 decidiu por não realizar o evento neste sábado, 25 de junho. O mar baixou bastante em relação a ontem, e há previsão de que um swell com boa intensidade entre em Itaúna, a partir de amanhã.

Oi Rio Pro 2022 segue com altas ondas, praia cheia e muita ação! Na sequência de disputas realizadas nesta sexta-feira, 24 de junho, foram disputadas as baterias da repescagem masculina. O principal destaque da fase ficou por conta de Caio Ibelli, que conseguiu a primeira nota 10 da competição, e de sua carreira no CT.

O Oi Rio Pro 2022, oitava etapa do CT 2022, realizou as disputas das repescagens da categoria feminino nesta sexta-feira, 24 de junho. O dia amanheceu com a maré cheia, e ondas em torno de 1,5m, séries demoradas, porém, com boas direitas abrindo em direção à laje de Itaúna.

Nesta sexta-feira, 24 de junho, o mar amanheceu com ondas em torno de 1,5 na séries, em Saquarema, Itaúna, onde está sendo disputada o Oi Rio Pro, oitava etapa do CT 2022. As primeiras baterias a entrar na água em Itaúna serão as disputas da repescagem femininas. Na sequência há chances de as baterias da mesma fase, masculino, sejam realizadas.

A primeira fase da categoria Masculino do Oi Rio Pro, realizada na quinta-feira, 23 de junho, começou com o brasileiro Ítalo Ferreira

  O Oi Rio Pro segue com força total nesta quinta-feira, 23 de junho. A competição, válida como sétima etapa do CT

Conforme as previsões apontava, o mar subiu em Itaúna nesta quinta-feira, 23 de junho, primeiro dia de disputas do Oi Rio Pro, sétima etapa do CT 2022.

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content

Agende sua aula